Contribuições da estética para a qualidade de vida / Contributions from aesthetics to quality of life

Michelle Lima Carvalho, Frederico De Carvalho Figueiredo

Abstract


O artigo apresenta uma investigação qualitativa, que teve como instrumento de coleta de dados a pesquisa documental, que se efetivou por meio da análise de dois dos principais instrumentos de avaliação de qualidade de vida e suas dimensões: o World Health Organization Quality of Life-100 (WHOQOL-100) e as versão abreviada o WHOQOL-bref. A discussão em relação aos questionários evidenciou que o conceito de estética está diretamente associado a saúde e qualidade de vida, pois, diz respeito, a autoestima, imagem corporal e autoaceitação, que são domínios e facetas expostos em ambos os questionários. Este artigo é parte integrante da dissertação “A importância da estética e sua relação com a saúde e qualidade de vida”, defendida no Programa de Pós-Graduação em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local do Centro Universitário Una.

 


Keywords


WHOQOL-100. WHOQOL-bref. Contribuições estéticas

References


ANDRADE, Edson Ribeiro.; SOUSA, Edinilsa Ramos de.; MINAYO, Maria Cecília de Souza. Intervenção visando a autoestima e qualidade de vida dos policiais civis do Rio de Janeiro. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.1, pp.275-285. Disponível em:

. Acesso em: 13 abr. 2019.

BARDIN, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde. 2010. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

BUSS, PM.; FERREIRA, JR. Atenção primária e promoção da saúde. In: Ministério da Saúde. As cartas da promoção da saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2000.

CONTE, E.M.T.; LOPES, A.S. Qualidade de vida e atividade física em mulheres idosas. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano, Passo Fundo, 61-75- jan./jun. 2005. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

FERRENTZ, Larissa Maria da S. Análise da qualidade de vida pelo método WHOQOL-bref. Estudo de caso na cidade de Curitiba, Paraná. Estudo e Debate. v. 24, n. 3, 2017. Disponível em:

. Acesso em: 05 de ago. 2019.

FLECK, A.P.M.; LOUZADA, S.; XAVIER, M.; CHACHAMOVISCH, E.; VIEIRA, G.; SANTOS, L.; PINZON, V. Aplicação da versão em português do instrumento abreviado de avaliação da qualidade de vida “WHOQOL-bref”. Rev Saúde Pública. São Paulo. Vol 34. n. 2. p.178-83. 2000. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

FLECK, A.P.M.; CHACHAMOVISCH, E.; TRENTINI, M.C. Projeto WHOQOL-old: métodos e resultados de grupos focais no Brasil. Rev Saúde Pública. p.793-9. 2003. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

GOUVEIA, Valdiney V. et al. Auto-imagem e sentimento de constrangimento.Psico, v. 36, n. 3, pp. 231-241, set./dez. 2005. Disponível em:

>. Acesso em: 05 set. 2019.

GUEDES, Dartagnan P.; LEGNANI, Rosimeide F.S.; LEGNANI, Elton. Motivos para a prática de exercício físico em universitários e fatores associados. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v.26, n.4, p.679-89, out./dez. 2012. Disponível em: . Acesso em: 05 de ago. 2019.

MINAYO, Maria Cecilia de Sousa et al. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, vol. 5, n 1, p.7-18, 2000. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE – OMS. Qualidade de vida e saúde.1994. Disponível em:

. Acesso em: 05 set. 2019.

PEREIRA, J.R.; Cotta, R.M.M.; FRANCESCHINI, C.C.S.; RIBEIRO, L.C.R.; SAMPAIO, F.R.; PRIORI, E.S.; CECON, R.P. Contribuição dos domínios físico, social, psicológico e ambiental para a qualidade de vida global de idosos. Rev Psiquiatr. RS. p.27-38. 2006. Disponível em:

. Acesso em: 14 set. 2019.

ROEDER, M. A. Atividade física, saúde mental e qualidade de vida. Rio de Janeiro, Dhspr, 2003. 365 p.

SCHNEIDER, Sérgio.; FREITAS, Tanise Dias. Qualidade de Vida, Diversificação e Desenvolvimento: referências práticas para análise do bem-estar no meio rural. Olhares Sociais. Vol. 2 nº 1. 2013. Disponível em:

. Acesso em: 14 set. 2019.

STROEBE, W.; STROEBE, M. The Social Psychology of Social Support. In: HIGGINS, E. T. (Ed); Kruglanski, A. W. (Ed.). Social psychology: Handbook of basic principles New York, NY, US: Guilford Press, 1996, cap. 20, p. 597-621.

TILIO, Rogério Casanovas. O Livro Didático em uma abordagem sócio- discursiva: Culturas, Identidades e pós-modernidade. PUC-RIO – Certificação Digital nº 0210387/CA. Disponível em: ˂https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/8835/8835_1.PDF˃. Acesso: 04 de set. de 2019.

WEITZ, Morris. O papel da teoria na estética. 1956. Disponível em:

. Acesso em 26 set. 2019.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Ottawa Charter, 1986. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2019.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. conquering suffering, enriching humanity, 1997. Disponível em: . Acesso em 26 set. 2019.

ZAMBONI, Ernesta. Projeto pedagógico dos parâmetros curriculares nacionais: identidade nacional e consciência histórica. Cad. CEDES., Campinas, v. 23, n. 61, 2003. Disponível em:

. . Access on: 15 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-476

Refbacks

  • There are currently no refbacks.