Mídia e cultura popular: as bordadadeiras de entremontes / Media in popular culture: the embroiderers of entremontes

Ana Paula Moreno, Antonio Adami

Abstract


Este artigo busca analisar como a mídia pode contribuir na preservação de patrimônios imateriais da cultura popular. A pesquisa foi embasada no projeto “Fusões e Inserções”, conduzida na comunidade de bordadeiras de Entremontes (Alagoas), a qual preserva sua cultura por meio do bordado “redendê”. Este bordado é secular, técnica desenvolvida pelas bordadeiras da comunidade, o que levou em 2014, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação (IPTI) e os designers Fernando e Humberto Campana a realizarem projetos com as bordadeiras. Os irmãos Campana, referências em design, vivenciaram as técnicas das bordadeiras e criaram produtos de interesse midiático e de consumo, o que nos leva a analisar e avaliar como a mídia pode impactar na preservação desta cultura.

 

 


Keywords


bordadeiras de entremontes, cultura popular, patrimônio imaterial, mídia.

References


ADAMI, Antonio. Verbete: Glocalização. Enciclopédia Intercom de Comunicação. São Paulo: Intercom, 2010.

BURKE, P. Hibridismo Cultural. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2006.

CRESWELL, J.W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. São Paulo: Artmed, 2010.

HALBWACHS, M. A Memória Coletiva. São Paulo: Ed. Centauro, 2004.

LIPOVETSKY, G. e SERROY, J. A cultura-mundo, respostas a uma sociedade desorientada. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

LLOSA, M.V. A civilização do espetáculo: uma radiografia do nosso tempo e da nossa cultura. Tradução de Ivone Benedetti. Rio de Janeiro, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-441

Refbacks

  • There are currently no refbacks.