Da influência à confuência: a presença dramática e cinematográfica em grogue, de toni brandão / From influence to confuence: the dramatic and cinematographic presence in grogue, by toni brandão

Wagner Corsino Enedino

Abstract


O escritor Toni Brandão é autor de romances, peças teatrais e textos para o universo virtual. Munido de uma linguagem recorrente do contexto juvenil, traz para a arena narrativa questões relacionadas ao convívio social contemporâneo. Com efeito, a partir da leitura de Grogue, destacamos a sua constituição híbrida, que encontra estreitos laços entre a estética dramática e a cinematográfica. Por esse viés, a análise da configuração do hibridismo literário de Brandão é realizada, neste trabalho, por uma leitura estrutural da ficção; especialmente quanto ao discurso do narrador e o modo como se apresentam as personas que ocupam o todo composicional da narrativa.

 

 


Keywords


Literatura brasileira; narrativa juvenil contemporânea; Toni Brandão; hibridização.

References


AUMONT, Jacques. Dicionário teórico e crítico de cinema. Trad. Eloisa Araujo Ribeiro. Campinas: Papirus, 2003.

BOURRIAUD, Nicolas. Estética relacional. Tradução de Denise Bottmann.São Paulo: Martins Fontes, 2009.

BRANDÃO, Toni. Grogue. 3. ed. São Paulo: Studio Nobel, 1997.

CORSEUIL, Anelise Reich. Literatura e Cinema. In: BONICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana (Org). Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Maringá: Eduem, 2009, p. 369 – 378

FRIEDMAN, Norman. O Ponto de vista na ficção: o desenvolvimento de um conceito crítico. Tradução de Fábio Fonseca Melo. REVISTA USP, São Paulo, n. 53, p. 166 – 182, março/maio de 2002.

GENETTE, Gérard. Paratextos editoriais. São Paulo: Ateliê Editorial, 2009.

GREGORIN FILHO, José Nicolau. Literatura juvenil: adolescência, cultura e formação de leitores. São Paulo: Editora Melhoramentos, 2011.

MAGALDI, Sábato. Iniciação ao teatro. São Paulo: Ática, 1998.

PAVIS, Patrice. Dicionário de teatro. Tradução de Jaime Guinsburg e Maria Lúcia Pereira. São Paulo: Perspectiva, 1999.

_______. O teatro no cruzamento de culturas. Tradução Nanci Fernandes. São Paulo: Perspectiva, 2008.

PASCOLATI, Sonia A. Vido. Operadores de leitura do texto dramático. In: BONICI, Thomas; ZOLIN, Lúcia Osana. (Orgs). Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Maringá: Eduem, 2009, p. 93 – 112.

POUILLON, Jean. Os modos da compreensão. In: ______. O tempo no romance. Tradução de Heloysa de Lima Dantas. São Paulo: Cultrix. Edição da Universidade de São Paulo, 1974, p. 51 – 106.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Introdução à análise do teatro. Tradução Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

STALLONI, Yves. Os gêneros literários. Tradução Flávia Nascimento. 3. ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-427

Refbacks

  • There are currently no refbacks.