A importância da relação entre o diagnóstico molecular e o rastreamento da infecção por HPV associado aos métodos convencionais / The importance of the relationship between diagnosis molecular and the tracking of HPV infection associated with conventional methods

Amanda Dorneles de Carvalho, Carla Luize Canalle, Matheus Ricardo Garbim, Léia Carolina Lúcio, Rosebel Trindade Cunha Prates

Abstract


O vírus HPV, ao modificar os mecanismos do ciclo celular, induz a proliferação do tecido infectado, podendo, posteriormente desenvolver lesões. Tais alterações podem tanto não ser visíveis quanto não ocorrer, situações observadas na maioria da população. Nesses casos, o diagnóstico de infecção pelo HPV torna-se um desafio, uma vez que os métodos convencionais como o teste Papanicolau apenas identificam lesões visíveis clinicamente, o que impossibilita a  identificação de infecções latentes e lesões pré-neoplásicas. Por meio de revisão bibliográfica de artigos e a utilização de dados disponibilizados em plataformas governamentais, analisa-se da utilização do diagnóstico molecular na identificação de infecções pelo HPV frente aos métodos convencionais. Ademais evidencia-se a eficácia das técnicas de biologia molecular na triagem do vírus. A partir disso, o uso e o desenvolvimento das técnicas de diagnóstico molecular são ressaltados, devido à sua importância tanto para a identificação precoce da infecção quanto para a prevenção do desenvolvimento de lesões graves nos tecidos infectados.

 


Keywords


Diagnóstico molecular, HPV, Neoplasia cervical.

References


BRINGHENTI, Márcia Elena Z, et al. Prevenção do câncer cervical: associação da citologia oncótica a novas técnicas de biologia molecular na detecção do

papilomavírus humano (HPV). 2010.

Disponívelem:. Acesso em: 22 Jun.2019.

DUARTE, B. F, et al. Diagnóstico do câncer anal na coinfecção pelo papiloma vírus humano (HPV) e pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). 2016. Disponível em:

lutz/publicacoes/rial/10/rial75_completa/artigos-separados/1710.pdf/> Acesso em: 28 Jun.2019.

DUARTE, Suzane Meriely da Silva, et al. Metódos diagnósticos para a caracterização de candidíase e papilomavírus humano. 2019.

Disponível em: Acesso em: 03 Jun. 2020.

INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER. Câncer de Colo de útero, 2018. Disponível em: Acesso em: 01 jul.2019.

KENNE, Edilaine Leimann et al. Diagnóstico molecular de HPV em amostras cérvicovaginais de mulheres que realizam o papanicolaou. Cinergis, Santa Cruz do Sul, v. 15, n. 4, dez. 2014. ISSN21774005.Disponívelem:. Acesso em: 02 jul. 2019.

NONNENMACHER, Bernadete et al . Identificação do papilomavírus humano por biologia molecular em mulheres assintomáticas. Rev. Saúde Pública, São Paulo , v. 36, n. 1, p. 95-

,Feb.2002Disponívelem:. Acesso em: 01Jul.2019.

RODRIGUES, Adriana Dalpicolli et al. Comparação das técnicas de captura de híbridos e PCR para a detecção de HPV em amostras clínicas. J. Bras. Patol. Med. Lab., Rio de Janeiro ,v.45,n.6,p.457462,Dec.2009.Disponívelem:. Acesso em: 02 Jul.2019.

SÁ, Rayanne Oliveira, et al. Diagnóstico molecular do papiloma vírus humano (hpv): uma prospecçãotecnológica.2016.Disponívelem:. Acesso em: 01 Jul.2019.

SILVA, E. R.; MACÊDO F. L. S, et al. Diagnóstico molecular do papilomavírus humano por captura híbrida e reação em cadeia da polimerase. 2015. Disponível em:. Acesso em: 29 Jun.2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-391

Refbacks

  • There are currently no refbacks.