Estudo do potencial eólico e sua complementaridade sazonal na região da bacia do Rio Paranaíba / Study of wind potential and its seasonal complementarity in the Paranaíba river basin region

Mateus Souza Silva, Fernando Nunes Marques

Abstract


Focado na busca por fontes alternativas de energia e com o objetivo de constatar a possível condição de interdependência [1] entre os regimes naturais eólico e hidrológico na região da bacia hidrográfica do Rio Paranaíba, este projeto se inicia-se com a construção de um hardware (Arduino Uno, shield data logger, sensores de tensão, de corrente e relé para controle de carga) e sua programação em software (Arduino v1.8.5) para leitura e gravação de dados de tensão e corrente produzidos pelo aerogerador. Para tal utilizou-se Arduino que possibilita uma construção rápida e eficiente do circuito. E conforme o cronograma de execução realizou-se uma pesquisa no Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e no Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba (CBH) com a finalidade de analisar os dados meteorológicos referente ao período de leitura e gravação do projeto. Posteriormente, a transferência dos dados coletados a uma planilha e construção de gráficos para sua análise. Por fim, a conclusão parcial do trabalho desenvolvido que demonstra um resultado positivo sobre complementaridade sazonal na proximidade do afluente Rio Claro.

 


Keywords


Energia eólica, microgeração, viabilidade econômica, dados anemométricos, dados fluviométricos e microcontroladores.

References


AMARANTE et al. Complementaridade Sazonal dos Regimes Hidrológico e Eólico no Brasil. DEWI Magazine Nr. 19, Pag. 79-86. Agosto de 2001.

MINISTÉRIO DE MINAS DE ENERGIA (BRASIL). Resenha Energética Brasileira - Resultados de 2016. Brasília: MME, 2017.

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (BRASIL). Plano de Recursos Hídricos e do Enquadramento dos Corpos Hídricos Superficiais da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba. Brasília: ANA, 2015.

CENTRO DE PESQUISAS DE ENERGIA ELÉTRICA - CEPEL. Atlas do Potencial Eólico Brasileiro: Simulações 2013. Disponível em: . Acesso em 01 de maio de 2018.

FAPESP. Potencial eólico em terra do Brasil pode ser seis vezes maior do que o estimado. Disponível em: . Acesso em 16 de maio de 2019.

COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA (CBH PARANAÍBA). Plano de Recursos Hídricos - Paranaíba > Documentos de apoio. Disponível em: . Acesso em 04 de abril de 2019.

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (BRASIL). Portal HidroWeb - Sistema de Informações Hidrológicas. Disponível em: . Acesso em 04 de abril de 2019.

INSTITUTO NACIONAL DE METEOROLOGIA - INMET. Estação Meteorológica de Observação de Superfície Automática. Disponível em: . Acesso em 04 de abril de 2019.

Brazilian Journal of Development - BJD. Perspectivas de geração de energia eólica no Brasil. Disponível em: . . Acesso em 04 de junho de 2020.

Brazilian Journal of Development - BJD. Estudo de viabilidade para aplicação de energia eólica em residências populares. Disponível em:

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. Matriz de Energia Elétrica. Disponível em: . Acesso em 01 de maio de 2018.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. Estudo de Viabilidade Econômica da Construção de um Parque Eólico na Região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Disponível em: . Acesso em 01 de maio de 2018.

MICHAEL (McRoberts). Arduino Básico. 2º Edição. São Paulo: Novatec, 2015.

MAGALHÃES, G. F. R. LIMA, M. N. Sistema Eólico Conectado a Rede (grid tie): Montagem e Instalação no Instituto Federal de Goiás - Campus Jataí. 2018. 65f. Trabalho de conclusão de curso - IFG, Jataí, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-375

Refbacks

  • There are currently no refbacks.