Mulheres vítimas de violência de gênero: Perfil sócio-demográfico (Eunápolis-BA) / Women victims of gender violence: Socio-demographic profile (Eunápolis-BA)

Flaviane Ribeiro Nascimento, Ivanildo Antonio dos Santos, Lívia Maria Dodds Angelo, Marco F. Santos

Abstract


A violência que atinge as mulheres, especificamente motivada por sua condição de gênero, é um fenômeno que abrange indiscriminadamente pessoas de todas as classes sociais, cor, identidade étnico-racial e idade, fruto de relações sociais e de poder historicamente desiguais entre homens e mulheres, mas também entre as mulheres. No entanto, a despeito dessa violência atravessar a experiência das pessoas do sexo feminino indiscriminadamente, sabemos que condicionantes sócio-demográficos contribuem para entendermos os sentidos sócio-históricos dessa violência. Assim, este artigo tem por objetivo investigar o perfil das mulheres vítimas de violência na cidade de Eunápolis-BA que prestaram queixa-crime ou estiveram envolvidas em situações flagrantes (denúncias), no ano de 2013. Foi realizado um levantamento estatístico, com base nas informações constantes dos Boletins de Ocorrências, de variáveis que permitiram evidenciar o perfil das mulheres vitimadas e, portanto, vítimas em potencial, considerando os aspectos sócio-demográficos.

 


Keywords


Violência de Gênero; Perfil de Mulheres Vítimas; Eunápolis-Ba.

References


CONVENÇÃO Interamericanapara Prevenir, Punire Erradicar a Violência Contra a Mulher. (Convenção de Belém do Pará). Disponível em:. Acesso em 24/01/2015.

CONNELL, R. W.; MESSERSCHMIDT, J. W. Masculinidade Hegemônica: repensando o conceito. In: Estudos Feministas, Florianópolis, 21(1): 424, janeiro-abril, 2013. pp. 241-282.

LIMA, Carvalho Ferreira Lima; SOUZA, Naiana Zaiden Rezende. Mulheres em situação de violência: mapeamento na comarca de Jataí/GO. IN: Brazilian Journal of Development. V. 4, N.12 (2019). p. 29110-29129.

MAIA, Katy; SOUZA, Solange de Cassia Inforzato de (Et. Al.). Discriminação salarial por gênero e cor no Brasil: uma herança secular. In: Revista Espacios, Vol. 38 (Nº 31) Año 2017. Disponível em https://www.revistaespacios.com/a17v38n31/a17v38n31p16.pdf. Acessado em 27 de janeiro de 2020.

SAFFIOTI, H.I.B. Gênero, Patriarcado e Violência. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004.

SAFFIOTI, H; ALMEIDA, S.A. Violência de Gênero. Rio de Janeiro, Revinter, 1995.

SOUZA, Marcelo Pereira. Perspectiva quali-quanti no método de uma pesquisa. IN: Anais - 8º Encontro Internacional de Formação de Professores / 9° Fórum Permanente de Inovação Educacional. V. 11, n.1, (2018). Disponível em: https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/view/8668/4096. Acessado em 27 de janeiro de 2020.

WAISELFIZS, Julio Jacobo. Mapa da Violência 2012. Homicídio de Mulheres no Brasil. São Paulo: Instituto Sangari, 2014.

WAISELFIZS, Julio Jacobo. Mapa da Violência 2014. Homicídio de Mulheres no Brasil. São Paulo:Instituto Sangari, 2015.

FONSECA, Jairo Simon da; MARTINS, Gilberto de Andrade. Curso de Estatística. 6ª ed. São Paulo: Editora Atlas, 1996.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-369

Refbacks

  • There are currently no refbacks.