Perfil de pacientes com Traumatismo Raquimedular e Visita Pré-operatória de Enfermagem / Profile of patients with Spinal Trauma and Preoperative Nursing Visit

Francisca Mariza Batista Maia, Maria Helane Rocha Batista Gonçalves, Meyssa Quezado de Figueiredo Cavalcante Casadevall, Eysler Gonçalves Maia Brasil, Milena Gomes Pereira, Jailson de Castro Freitas

Abstract


Objetivo: Caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico, avaliar os pacientes no pré e pós-operatório, vítimas de traumatismo raquimedular, através da Sistematização da Assistência de Enfermagem Perioperatória. Método: Trata-se de um estudo descritivo, de natureza quantitativa, realizado com oito pacientes internados em um Hospital Público, em Fortaleza (CE), no mês de novembro de 2016. Resultados: Todos os pacientes eram do gênero masculino e faixa etária de 22 e 54 anos, sendo quatro entre 40-49, três entre as idades 22-29 e um entre 30-39. Como causa dos traumas, foi evidenciado os acidentes de trânsito (75%), mergulho em águas rasas (12,5%) e queda (12,5%). Na amostra, sete apresentaram lesão de nível incompleta e um lesão completa. Foram observados três casos de traumatismo torácico, três cervicais, um traumatismo toracolombar e um lombar. Ademais, cinco não tiveram nenhuma sequela, frente a duas paraplegias e uma tetraplegia. A Sistematização da Assistência de Enfermagem Perioperatória configura-se uma ferramenta imprescindível para avaliação do paciente, ao passo que orienta e individualiza a assistência. Conclusão: Cabe ao enfermeiro dar orientações adequadas ao paciente, devendo observar o nível de compreensão destas, com vistas a reduzir as complicações pós-operatórias e contemplar as necessidades humanas básicas. Compete ainda ao enfermeiro gerenciar e promover este atendimento, trabalhando na perspectiva da interdisciplinaridade.

 

 


Keywords


Cuidados de Enfermagem; Enfermagem perioperatória; Neurocirurgia.

References


Correia CA, Abreu RNDC, Moreira VD, Rodrigues AMU. Characteristics of patients in cervical necklace use. Rev Enferm UFPI 2016 Apr-Jun;5(2):28–31. DOI: 10.26694/reufpi.v5i2.5273.

Creôncio SCE, Rangel BLR, Moura JCM, Carreiro MAG, Neto LBL. Profile of nurse acting in a hospital as to the approach to spinal cord injury. J. res.: fundam. care. online 2013 Out-dez;5(4):599-05. DOI: 10.9789/2175-5361.2013v5n4p599

Neto VLS, Costa MADJ, Mendonça AEO. Abordagens propedêuticas de Enfermagem ao paciente com trauma raquimedular no pronto atendimento. Rev Univ Vale do Rio Verde 2014 Ago-Dez;2(4):716-724. DOI: 10.5892/ruvrd.v12i2.1529

Morais DF, Spotti AR, Cohen MI, Mussi SE, Neto JSM, Tognola WA. Perfil epidemiológico de pacientes com traumatismo raquimedular atendidos em hospital terciário. Coluna/Columna 2013 Mai;12(2):149-52. DOI: 10.1590/S1808-18512013000200012.

Bocatti C, Silva EP, Dalcol C, Garanhani ML. Cuidado perioperatório e as estratégias de autocuidado: percepções de médicos residentes da cirurgia geral. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde 2015 Jul-Dez;36(2):35-44. DOI: 10.5433/1679-0367.2015v36n2p35

Rocha DR, Ivo OP. Assistência de enfermagem no pré-operatório e sua influência no pós-operatório: uma percepção do cliente. Rev Enferm Contemporânea 2015 Jul-Dez;4(2):170-178. DOI: 10.17267/2317-3378rec.v4i2.631

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução nº 358, de 15 de outubro de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem.

Santana VM, Santos JAA, Silva PCV. Sistematização da assistência de enfermagem no pós-operatório imediato de cirurgias ortopédicas. Rev enferm UFPE on line 2017 Out.;11(Supl. 10):4004-10. DOI: 10.5205/reuol.10712-95194-3-SM.1110sup201701

SOBECC. Práticas recomendadas SOBECC: Centro de material e esterilização, centro cirúrgico, recuperação pós-anestésica. 7. ed. São Paulo: Manoele, 2017.

Rachel C, Estela R. Enfermagem em Centro Cirúrgico e Recuperação. 2 ed. São Paulo: Manoele, 2016.

Carvalho R, Bianchi ERF, eds. Enfermagem em centro cirúrgico e recuperação. 2ª ed. Barueri: Manole; 2016.

Associação Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Diretrizes de práticas em enfermagem cirúrgica e processamento de produtos para a saúde. 7ª ed. São Paulo: SOBECC/Barueri: Manole; 2017.

Organização Mundial da Saúde. Segundo desafio global para a segurança do paciente: manual - cirurgias seguras salvam vidas (orientações para cirurgia segura da OMS). Rio de Janeiro: Organização Pan-Americana da Saúde, Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária; 2009.

Joint Commission Intermational. Manual de padrões de acreditação da Joint Commission International para hospitais. Estados Unidos: Joint Commission International; 2011.

Bohomol E, Tartali,JA. Eventos adversos em pacientes cirúrgicos: conhecimento dos profissionais de enfermagem. Acta paul enferm 2013;26(4):376-81. DOI: 10.1590/S0103-21002013000400012

Guimarães Gomes, Cristina; Gil Trindade, Graça Paula; Alves Fidalgo, José Manuel Vivências de pais de crianças internadas na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Pediátrico de Coimbra Referência - Revista de Enfermagem 2009, 2(2):105-116

Silva LAP, Ferreira AC, Paulino RES, Guedes GO, Cunha MEB, Peixoto VTC et al. Análise retrospectiva da prevalência e do perfil epidemiológico dos pacientes vítimas de trauma em um hospital secundário. Rev Med 2017 Out.-Dez.;96(4):246-54. DOI: 10.11606/issn.1679-9836.v96i4p246-254

Credo PFDI, Felix JVC. Perfil dos pacientes atendidos em um hospital de referência ao trauma em Curitiba: implicações para a enfermagem. Cogitare Enferm. 2012;17(1):126-31. DOI: 10.5380/ce.v17i1.26385

Costa BT, Torrecilha LA, Paloco SA, Spricigo JMVA, Souza RB, Santos SMS. O perfil e as adaptações sexuais de homens após a lesão medular. Acta Fisiatr. 2014;21(4):177-182. DOI: 10.1590/0103-5150.027.001.AO04

Sousa EPD, Araujo OF, Sousa CLM, Muniz MV, Oliveira IR, Neto NGF. Principais complicações do Traumatismo Raquimedular nos pacientes internados na unidade de neurocirurgia do Hospital de Base do Distrito Federal. Com. Ciências Saúde 2013;24(4):321-330.

Gonçalves TF, Medeiros VCC. A visita pré operatória como fator atenuante da ansiedade em pacientes cirúrgicos. Rev. Sobecc, jan.-mar. 2016;21(1):22-27. Available from: https://revista.sobecc.org.br/sobecc/article/view/38

Frias TFP, Costa CMA, Sampaio CEP. O impacto da visita pré operatória de enfermagem no nível de ansiedade de pacientes cirúrgicos. REME Rev Min Enferm. 2010;14(3):345 52.

Kruse MHL, Almeida MA, Keretzky KB, Rodrigues E, Silva FP, Schenini FS, et al. Orientação pré operatória da enfermeira: lembranças de pacientes. Rev Eletr Enf. 2009;11(3):494 500.

Silva WV, Nakata S. Comunicação: uma necessidade percebida no período pré operatório de pacientes cirúrgicos. Rev Bras Enferm. 2005;58(6):673 6.

Serra MAAO, Filho FFS, Albuquerque AO, Santos CAA, Carvalho JF, Silva RA. Assistência de enfermagem no pós-operatório imediato: estudo transversal. Online braz j nurs [internet] 2015 Mar;14(2):161-7. Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/5082

Oliveira et al. Sistematização da Assistência de Enfermagem: análise da produção científica em oncologia – revisão integrative. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 2, p. 9541-9555, feb. 2020. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/7219/6290




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-366

Refbacks

  • There are currently no refbacks.