Patologias em obras do proinfância: Estudo de uma unidade de educação infantil no município de Loanda-PR / Pathologies in works of proinfance: Study of an early childhood education unit in the municipality of Loanda-PR

Gabriel Guimarães da Silva

Abstract


O trabalho situa-se no campo de estudo da construção civil com o objetivo apontar as possíveis causas das patologias em obras públicas vinculadas ao Proinfância no município de Loanda-PR. Em termos metodológicos, trata-se de   pesquisa bibliográfica e de estudo de caso de  caráter exploratório e diagnóstico do problema. Foram identificadas as seguintes patologias: infiltração, fissura, destacamento de revestimento, deterioração de juntas, gretamento nas peças cerâmicas. Entre as causas dessas patologias aponta-se: inobservância de detalhes de projeto, ousadia demasiada, conhecimento insuficiente dos materiais de construção, limitação de custos e prazos, negligência ou fraude.


Keywords


patologias, construção civil, Proinfância, Paraná.

References


ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 1575: Desempenho das Edificações Habitacionais. Rio de Janeiro, 2013a.

_____. NBR 13529: Revestimento de paredes e tetos de argamassas inorgânicas - Terminologia. Rio de Janeiro, 2013a.

BALBO, J. T. Pavimentos de concreto. São Paulo: Oficina de textos, 2009,

BAUER, L.A.F. Materiais de construção 1. 5ed.rve. Rio de Janeiro: LTC, 2001

_____. Materiais de construção 2. 5ed. Rio de Janeiro: LTC, 1994

BRASIL. Proinfância investe mais de R$ 10 bilhões na construção de creches. 2015. Disponível em: . Acesso em: 15.abr.2018.

CAPORRINO, C. F. Patologia das Anomalias em alvenarias e revestimentos argamassados. São Paulo: Pini, 2015.

CREMONINI, R. A. Incidência de manifestações patológicas em unidades escolares na região de Porto Alegre: recomendações para projeto, execução e manutenção. 1988. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. Disponível em: < http://www.lume.ufrgs.br/handle/ 10183/1420>. Acesso em 21.abr.2018.

DUARTE, R. B. Fissuras em alvenarias: causas principais, medidas preventivas e técnicas de recuperação. Porto Alegre: CIENTEC, 1998.

FNDE. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Proinfância. Disponível em: . Acesso em: 15.abr.2018.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HUSSEIN, J. S. M. Levantamento de patologias causados por infiltrações devido à falha ou ausência de impermeabilização em construções residenciais na cidade de Campo Mourão - PR. Campo Mourão. 2013. 54 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Civil) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2013.

LERSCH, I. M. Contribuição Para a Identificação dos Principais Fatores de

degradação em edificações do patrimônio cultural de Porto Alegre. Porto

Alegre. 2003. 180 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade

Federal do Rio Grande do Sul, 2003.

MAIDEL, B.; ALMEIDA, F.; LIDANI, J.; FLACH, S. R. Patologia das edificações. 2009. Disponível: < http://speranzaengenharia.ning.com/page/patologias-das-edificacoes>. Acesso em 21.abr.2018.

MEHTA, P. K. Concreto: estrutura, propriedades e materiais. São Paulo: Pini, 1994.

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA. Obras Públicas. 2013. Disponível em: . Acesso em: 1.set.2018.++

SOUZA, V.C; RIPPER, T. Patologia, recuperação e reforço de estrutura de concreto. São Paulo: Pini, 1998




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-364

Refbacks

  • There are currently no refbacks.