Estudo comparativo de diferentes substratos, locais e épocas sob a produção de mudas de Gliricídia / Comparative study of different substrates, locations and times under the production of Gliricidia seedlings

Haroldo Wilson da Silva, Luis Fernando Dias Nascimento

Abstract


Objetivou-se avaliar o efeito de diferentes substratos sob a germinação, o desenvolvimento vegetativo inicial. A pesquisa utilizou-se do delineamento experimental inteiramente casualizado na pesquisa em Curitiba organizado em três tratamentos (T): T1 – Casca de Pinus; T2 – Terra vegetal/esterco bovino (50%) + Casca de pinus e T3 – Terra orgânica composta, com trinta repetições por tratamento. A pesquisa utilizou-se do delineamento experimental inteiramente casualizado na pesquisa em Presidente Prudente organizado em dois tratamentos (T): T1 – Substrato Casca de Pinus; T2 – Substrato Carolina, com cinquenta repetições por tratamento. Os valores médios quanto à altura para a pesquisa em Curitiba houve variações maiores nos três períodos observados para o substrato do tratamento T2, porém não houve diferença significativa para o substrato do tratamento T1 respectivamente aos 30, 60 e 90 dias após o plantio.  Em relação ao número de folhas, os valores médios não apresentaram matematicamente diferenças significativas para os tratamentos T1 e T2 nos três períodos respectivamente aos 30, 60 e 90 dias após o plantio. Quanto à altura para a pesquisa em Presidente Prudente, os valores médios houveram variações nos dois períodos, aos 30 e 60 dias, porém não há diferença significativa.  Em relação ao número de folhas, os valores médios apresentaram estatisticamente diferenças significativas no primeiro período, aos 30 dias não houve diferença significativa 60 dias.  Pode-se afirmar que os substratos tiveram influência sobre os resultados obtidos nos tratamentos, no entanto, ambos são indicados para produção de mudas de gliricídia.


Keywords


forrageira; leguminosa arbórea; produção vegetal.

References


ANDRADE, R. R., E LI MA, N. R. S. (2013). Análise da qualidade fisiológica e sanitária das sementes de gliricídia (Gliricidia sepium (Jacq.) Steud.). Cadernos de Graduação – Ciências Biológicas e da Saúde, Aracaju, v. 1, n. 17, p. 135-146, outubro.

BARCELLOS, A.O.; RAMOS, A.K.B.; VILELA, L.; MARTHA JUNIOR, G.B.

Sustentabilidade da produção animal baseada em pastagens consorciadas e no emprego

de leguminosas exclusivas, na forma de banco de proteína, nos trópicos brasileiros.

Revista Brasileira de Zootecnia, v.37, p.51-67, 2008.

CARVALHO FILHO, O. M. et al. Gliricidia sepium: leguminosa promissora para regiões

semiáridas. Petrolina: EMBRAPA CPATSA,17 p. (EMBRAPA-CPATSA. Circular Técnica,

, 1997.

CUNHA, A. M. et al. Efeito de diferentes substratos sobre o desenvolvimento de mudas de Acácia sp. Revista Árvore, Viçosa-MG, v.30, n.2, p.207-214, 2006.

DALL’AGNOL, M.; SCHEFFER-BASSO, S.M. Utilização de recursos genéticos de

leguminosas para ruminantes. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE

BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 41., 2004, Campo Grande, Anais... Campo Grande:

Sociedade Brasileira de Zootecnia, p.115-128, 2004.

DELOUCHE, J. C. Germinação, deterioração e vigor da Semente. Revista SEED News, novembro/dezembro - v. 6 n. 6, p. 24-31, 2002.

DRUMOND, M. A., CARVALHO FILHO, O. M. Introdução e avaliação de Gliricidia

sepium na região semiárida do Nordeste Brasileiro. In: QUEIRÓZ, M.A. et al. (ed.)

Recursos genéticos e melhoramento de plantas para o Nordeste brasileiro. (online)1999.

DUQUE, J.A. Gliricidia sepium (Jacq.) Steud. 1998.Disponível: site Horticulture Department

at Purdue web. Disponível em: www.hort.parde.edu/newcrop/duke_energy/Gliricidia_sepium

Acesso em: 12.01.2019.

MATOS, L.V., CAMPELLO, E. F. C., RESENDE, A. S. Plantio de Leguminosas Arbóreas para Produção de Moirões Vivos e Construção de Cercas Ecológicas. Embrapa Agrobiologia, p. 125, dezembro, 2005.

PARROTTA, A. J. Gliricidia sepium (Jacq.) Walp. Gliricidia, mother of cocoa

Leguminosae (Papilionoideae) Legume family, 7p, 1992.

QUINTERO DE VALLEJO, V. E. Evaluación de leguminosas arbustivas em la alimentación

de conejos. Livestock Research for Rural Development, v.5, n.3, p.1-7, 1993.

RAMOS, J. D., et al. Produção de Mudas de plantas frutíferas por semente. Informe Agropecuário, v. 23, n. 216, p. 64-72, 2002.

RANGEL, J. H. A.; CARVALHO FILHO, O. M.; E S. A. ALMEIDA, E. S. A. Experiências com uso de Gliricidia sepium na alimentação animal no Nordeste brasileiro. In: Congresso Brasileiro de Fruticultura, 2000, Fortaleza. Anais... EMBRAPA-Agroindústria Tropical/SBF. Fortaleza.

SILVA, E. D. Avaliação da Parte Aérea de Mudas de Gliricidia sepium Produzidas sob uma Perspectiva Agroecológica., (2009). Revista Brasileira de Agroecologia, v.4, n.2, p.4327-4331.

SUMBERG, J. E. Note on flowering and seed production in a young Gliricidia sepium seed

orchard. Tropical Agriculture, v.62, n.1, p.17-24, 1985.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-360

Refbacks

  • There are currently no refbacks.