World Café: metodologia ativa para a compreensão da Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva / World Café: active methodology for the comprehension of the National Policy of Special Education in the Perspective of Inclusive Education

Francisca Janaina Dantas Galvão Ozório, Querem Hapuque Monteiro Muniz, Petrônio Cavalcante, Brasiliana Diniz Da Silva Cruz, Igor De Moraes Paim, Robéria Vieira Barreto Gomes

Abstract


Este artigo versa sobre a análise e aplicação da metodologia ativa denominada “World Café”. A realização dessa ação aconteceu em uma oficina com 15 participantes, dentre os quais pesquisadores, professores, estudantes de cursos da graduação e técnicos da educação, durante uma edição do Congresso Internacional de Ensino e Formação Docente, em uma universidade pública do Ceará. Teve como objetivos: a) desenvolver ideias para a discussão e compreensão da importância do reconhecimento da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (PNEEPEI/2008) e dos outros serviços relacionados à Educação Inclusiva, a fim de instrumentalizar os professores no ensino a todos os alunos público-alvo da Educação Especial; b) e compreender as contribuições da técnica World Café na inovação docente no processo de ensino e aprendizagem. Nesse sentido, utilizamos como metodologia a abordagem qualitativa, enquanto a sua natureza decidiu-se pela pesquisa. Para a coleta de dados, optou-se pela observação participante. Os resultados demonstraram que a metodologia ativa denominada de World Café, enquanto ferramenta de trabalho criativa e colaborativa, proporciona a participação dos alunos de forma significativa e possibilita que todos sejam beneficiados no processo de ensino e aprendizagem, pois deslocam-se de um papel apenas receptivo para o de construtores ativos de todo o processo reflexivo sobre a temática selecionada.

 


Keywords


Metodologias ativas. Técnica World Café. PNEEPEI. Educação Especial.

References


BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 39, nº 2, p. 48-67, maio/ago., 2013.

BRASIL. Congresso Nacional. Constituição de 1988: República Federativa do Brasil. Brasília: Centro Gráfico, 1988.

__________. Congresso Nacional. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394). Brasília: Centro Gráfico, 1996.

__________. Decreto nº 3.956, de 8 de outubro de 2001. Promulga a Convenção Interamericana para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Pessoas Portadoras de Deficiência. Brasília: Diário Oficial da União, 2001.

__________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC/SEESP, 2008.

__________. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Brasília: Diário Oficial da União, 2009.

BROWN, J.; ISAACS, D. O World Café: dando forma ao nosso futuro por meio de conversações significativas e estratégicas. São Paulo: Cultrix, 2007.

CAFÉ WORLD COMMUNITY FOUNDATION. The World Café Community. 2015. Disponível em: . Acesso em: 19 mai. 2020.

FILATRO, A.; CAVALCANTI, C. C. Metodologias inovativas na educação presencial, a distância e corporativa. São Paulo: Saraiva Educação SA, 2018.

MACHADO, M. P. M.; PASSOS, M. F. D. O uso do world café como método de pesquisa junto às equipes de saúde. Escola Fiocruz de Governo, Fundação Oswaldo Cruz-Brasília. Investigação Qualitativa em Saúde. VI Congresso Ibero-Americano de Investigación Qualitativa. Anais... 2017.

MANTOAN, M. T. E. Inclusão Escolar: o que é, por que, como fazer. São Paulo: Summus, 2015.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

MOTA, A. R.; ROSA, C. T. W. Ensaio sobre metodologias ativas reflexões e propostas. Revista Espaço Pedagógico, v. 25, nº 2, p. 261-276, 2018.

PAIM, I. M. Os impactos do enriquecimento escolar e da estimulação da memória operacional sobre o desenvolvimento cognitivo e moral de alunos do ensino médio. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Marília: UNESP, 2016.

SAMPIERE et al. Definição do alcance da pesquisa a ser realizada: exploratória, descritiva, correlacional ou explicativa. Metodologia de pesquisa. 5ª ed. Porto Alegre: Penso, p. 99-110. 2013.

SANCHO, J. M. et al. (Org). Tecnologias para transformar a educação. Porto Alegre: Artmed, 2006.

SCRAMIN, P. M. Como facilitar um World Café? Disponível em: https://medium.com/@paulamanzottiscramin/como-facilitar-um-world-caf%C3%A9-b44a1a2ff336 Acesso em: 16 mai. 2020.

SILBERMAN, M. Aprendizado ativo: 101 estratégias ensinam qualquer assunto. Massachusetts: Ed. Allyn e Bacon, 1996.

RIBEIRO, R. de C. A aprendizagem baseada em problemas (PBL): uma implementação na educação em engenharia. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: UFSC, 2005.

UNESCO. Declaração de Salamanca sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. Conferência Mundial de Educação Especial. Salamanca. Espanha, 1994.

TEZA, P. et al. Geração de ideias: aplicação da técnica World Café. International Journal of Knowledge Engineering and Management. Florianópolis, v. 3, nº 3, p. 1-14, jul./out., 2013.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-355

Refbacks

  • There are currently no refbacks.