Animadores de comunidades: os agentes “Maiores” na multiplicação da educação popular na prelazia de Cametá/ Community animators: the “Biggest” agents in the multiplication of popular education in the prelazia de Cametá

José Rivaldo Arnaud Lisboa, Benedita Celeste de Moraes Pinto

Abstract


Este estudo objetiva analisar o papel que tiveram os Animadores de Comunidades no processo de disseminação da educação popular na Prelazia de Cametá. Nas décadas de 1980 e 1990, a Prelazia de Cametá, sob a administração de Dom José Elias Chaves, oportunizou às suas bases um modelo de educação pautado nas ideias de Paulo Freire, mais especificamente em sua obra Pedagogia do Oprimido (1970), visando possibilitar, principalmente às gentes de suas CC’s, uma educação de cunho libertadora. Os Animadores de Comunidades bem refletem esta ação prelatícia, pois representaram os “agentes maiores” no desenvolvimento tanto da evangelização - razão primeira de sua criação -, quanto das ações sociais empreendidas pela Prelazia nesse período, quando estes tornaram-se importantes multiplicadores no processo de difusão da educação de cunho popular às bases prelatícias. O estudo em questão é um extrato da pesquisa que vem sendo desenvolvida a respeito da educação popular na Prelazia de Cametá nas décadas de 1980/1990, para o Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará, Campus Cametá, na Linha da Educação, Cultura e Linguagem, a qual busca saber como se efetivou a educação popular viabilizada pela Prelazia às populações de suas comunidades de base e qual retorno que a Igreja teve a partir das ações educacionais propostas por ela. O aporte teórico leva em conta, principalmente, as considerações de Freire (1970), quando defende um modelo de educação que visa uma pedagogia crítico-educativa. Metodologicamente, este estudo enveredou pela pesquisa documental, constante dos arquivos da Diocese de Cametá (antiga Prelazia), além de fazer uso da análise de um corpus de entrevistas com pessoas que vivenciaram este importante momento de atuação da Igreja Católica na área prelatícia.


Keywords


Animadores. Comunidades Cristãs. Educação. Movimentos populares.

References


BEISIEGEL, Celso Rui de. Paulo Freire. Fundação Joaquim Nabuco, Editora Massangana. Recife, 2010. BRASIL.

Bíblia Sagrada: Edição Pastoral. Editora Paulus. São Paulo-SP, 1991.

FAVACHO, José Coutinho. O Catolicismo Amazônico a as CEB’s diante das transformações sociais em ocorrência na Região: Estudo sobre a pastoral da Prelazia de Cametá, à luz da Teologia da Libertação. Dissertação (Mestrado), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1984.

FRANA, Whitney de Oliveira. Ditadura Militar e Igreja em Roraima: postura do governo frente ao ativismo missionário desenvolvido pela Ordem da Consolata da Igreja Católica entre 1968 e 1985. CCH/UFRR. Boa Vista-RR, 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970.

_______, Paulo. Ação Cultural para a Liberdade e outros escritos. 6ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

FRENCKEN, Geraldo. Em Missão: Padres da Congregação da Missão (Lazaristas), no Nordeste e Norte do Brasil. Fortaleza: Edições UFC, 2010.

SOUSA, Raimundo Valdomiro de. Campesinato na Amazônia: da subordinação à luta pelo poder. 1. ed. Belém: NAEA, 2002. 211 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-332

Refbacks

  • There are currently no refbacks.