A utilização do material didático apostilado pelos professores de língua portuguesa em uma rede pública municipal de ensino fundamental II / The use of the teaching material apostiled by portuguese language teachers in a municipal public network of fundamental education II

Jefferson Antonio do Prado

Abstract


Este Artigo tem por objeto averiguar a relação entre as práticas dos professores na rede pública municipal com um material sistematizado apostilado, compreendendo como esses professores fazem uso de tal material padronizado e o que pensam sobre isso. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que optou por coletar e avaliar dados por meio da aplicação de questionário a professores de língua portuguesa do ensino fundamental, ciclo II - 6º ao 9º ano. A investigação foi desenvolvida em quatro escolas municipais, no interior de São Paulo, cujo material didático pedagógico adotado pela secretaria municipal de educação é apostilado e sistematizado. Para dar suporte à pesquisa, recorreu-se ao estudo bibliográfico de autores da filosofia, da educação e da sociologia. Entre outros, destacam-se Michel Foucault, a partir de seu conceito de “poder”; Pierre Bourdieu, com as noções de “campo” e “poder simbólico” e Norbert Elias, em suas abordagens sobre “configuração”, “redes”, “teias”, “tramas”, “inter-relações” e “interdependências”. Quanto aos resultados, revelou-se que o material didático sistematizado, adotado pela rede pública municipal de ensino, advém de um sistema de franquia educacional que, embora organize, defina e programe a atividade docente, não apenas estabelece parâmetros e regras que direciona o funcionamento, mas também controla os comportamentos, os procedimentos e os resultados de diretores, coordenadores, alunos e, sobretudo, dos professores que se apropriam acriticamente do material.


Keywords


Ensino de Língua Portuguesa. Material Didático Apostilado. Rede Pública Municipal de Ensino.

References


BATISTA, Antônio Augusto G. Um objeto variável e instável: textos, impressos e livros didáticos. In: Márcia Abreu (Org.). Leitura, história e história da leitura. Campinas, Mercado de Letra, 2000.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999.

BOURDIEU, Pierre. Questões de Sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1989.

BOURDIEU, Pierre. Sur le pouvoir symbolique. Annales, Paris, v. 32, n. 3, p. 405-411, maio/jun. 1977.

FREITAG, Bárbara. Escola, estado e sociedade. 7. ed. São Paulo: Moraes, 2005.

ELIAS, Norbert. A Sociedade de Corte. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

ELIAS, Norbert. A Sociedade dos Indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994b.

ELIAS, Norbert. Conocimiento y Poder. Madrid: La Piquita, 1994a.

ELIAS, Norbert. Introdução à Sociologia. Lisboa: Edições 70, 1986.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 19. ed. São Paulo: Graal, 2004.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. 22. ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso: aula inaugural no Còllege de France, pronunciada em 02 de dezembro de 1970. 2. ed. São Paulo: Loyola, 1996.

LANDINI, Tatiana Savoia. Jogos habituais - sobre a noção de habitus em Pierre Bourdieu e Norbert Elias. In: Simpósio Internacional Processo Civilizador, 10. Anais... Campinas, 2007.Disponívelem:http://www.uel.br/grupoestudo/processoscivilizadores/portugues/sitesanais/anais10/Artigs_PDF/Tatiana_Landini.pdf




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-287

Refbacks

  • There are currently no refbacks.