Hospedabilidade de genótipos de bananeira a pratylenchus brachyurus / Hospedability of banana genotypes to pratylenchus brachyurus

Isabela Antônia Sousa, Anderli Divina Ferreira Rios, Rafael Matias da Silva, Valdivino Aparecido Straioto Cordeiro, Victor Alves Ribeiro, Lucas de Oliveira Siqueira

Abstract


A bananeira (Musa spp.) é uma cultura que enfrenta vários problemas que reduzem sua produtividade, entre eles estão o ataque de nematoides. A espécie de nematoide P. brachyurus é classificado como a mais prejudicial do gênero e de maior ocorrência no Brasil em várias culturas. Objetivou-se com esse estudo avaliar a hospedabilidade de diferentes genótipos comerciais de bananeira a P. brachyurus. Foram obtidas mudas dos genótipos de bananas: BRS Conquista, BRS Platina, BRS Princesa, Grande Naine, Maçã, Prata – Anã, Prata Catarina e Prata Gorutuba. O experimento delineamento inteiramente casualizados, com nove tratamentos (genótipos) e seis repetições, utilizou-se o milho LG 3055PRO2 como testemunha de suscetibilidade do nematoide. Foi adicionado 100 cm³ de solo infestado naturalmente com o nematoide P. brachyurus em cada vaso. A avaliação do experimento ocorreu aos 70 dias após a inserção do solo infestado nos vasos, todas as raízes de cada parcela contendo uma planta foram usadas para a extração dos nematoides. Todos os oito genótipos de bananeira hospedaram o nematoide P. brachyurus. No entanto houve diferenças de hospedabilidade entre os genótipos. A análise estatística separou os genótipos em dois grupos, sendo o primeiro mais suscetível e igual ao milho e o segundo menos suscetível. Os genótipos BRS Princesa e Maçã tiveram alta suscetibilidade e devem ser evitados em locais com a presença do nematoide.


Keywords


Musa spp, nematoides das lesões radiculares, suscetibilidade

References


Alves TCU, Silva RA, Borges DC, Motta LCC & Kobayasti L (2011) Reação de cultivares de soja ao nematoide das lesões radiculares Pratylenchus brachyurus. Revista Biodiversidade, 10:73-79.

Anuário brasileiro da fruticultura (2019). Santa Cruz do Sul: Editora Gazeta Santa Cruz, 96p.

Barbosa BFF, Santos JM, Barbosa JC, Soares PLM, Ruas AR, Carvalho RB (2013). Aggressiveness of Pratylenchus brachyurus to sugarcane, compared with key nematode P. zeae. Nematropica, Airways Blvd, 43 (1):119-130.

Borges AL (2004). O cultivo da bananeira. L. da Silva Souza (Ed.). Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura.

Calzavara SA, Santos JM, Favoreto L (2007). Resistência de porta-enxertos cítricos a Pratylenchus jaehni (Nematoda: Pratylenchidae). Nematol Bras, 31, 7-11.

Carvalho C, Fernandes CD, Santos JM, Macedo MCM (2013). Densidade populacional de Pratylenchus spp. em pastagens de Brachiaria spp. e sua influência na disponibilidade e na qualidade da forragem. Revista Ceres, 60(1), 30-37. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2013000100005

Castillo P, Vovlas N (2007). Pratylenchus (Nematoda: Pratylenchidae): diagnosis, biology, pathogenicity and management. Córdoba, 6(1), 51-280.

Cavalcante MDJB, Sharma RD, Valentim J,Gondim T (2002). Nematóides associados ao amendoim forrageiro e à bananeira no estado do Acre. Fitopatologia Brasileira, 27(1), 107-107. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582002000100022

CEPEA. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada. Disponível em: . Acesso em: 15 abril. 2018.

Cofcewicz ET, Carneiro RM, Cordeiro CM, Queneherve P, Faria JLC (2004). Reação de cultivares de bananeira a diferentes espécies de nematóides das galhas. Nematologia brasileira, 28(1), 11-22.

Costa DDC, Cabral JRS, Calfa CH, Rocha MACD (1999). Seleção de genótipos de abacaxi para resistência a Meloidogyne javanica e Pratylenchus brachyurus. Pesquisa Agropecuária Tropical, 29(1), 57-60.

Costa DC, Cordeiro ZJ (2000). Nematóides. In: CORDEIRO, J. M. (Org.). Banana

produção: aspectos técnicos. Frutas do Brasil, Brasília: Embrapa Comunicação para Transferência de Tecnologia, 101-105.

Dias-Arieira CR, Furlanetto C, Santana SDM, Barizão, DAO, Ribeiro RCF, Formentini HM (2010). Fitonematoides associados a frutíferas na região Noroeste do Paraná, Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura, 32(4), 1064-1071.

Dias WP, Garcia A, Silva JFV, Carneiro GDS (2010). Nematóides em soja: identificação e controle.

Ferraz S, Freitas LD, Lopes EA, Dias-Arieira, CR (2010). Manejo sustentável de fitonematoides. Viçosa: UFV, 245.

Goulart, AMC (2008). Aspectos gerais sobre nematoides das lesões radiculares (Gênero Pratylenchus). Embrapa Cerrados-Documentos (INFOTECA-E).

Gowen S, Quénéhervé P, Luc M, Sikora RA, Bridge J (1990). Plant parasitic nematodes in subtropical and tropical agriculture, 431-460.

Hartman JB, Vuylsteke D, Speijer PR, Ssango F, Coyne DL, Waele D (2010). Measurement of the field response of Musa genotypes to Radopholus similis and Helicotylenchus multicinctus and the implications for nematode resistance breeding. Euphytica, 172(1), 139-148.

IBGE. Instituto brasileiro de geografia e estatística. Levantamento sistemático da

produção agrícola. Disponível em: . Acesso em: 20 maio de 2018.

Inomoto MM (2011). Avaliação da resistência de 12 híbridos de milho a Pratylenchus brachyurus. Tropical Plant Pathology, 36(5), 308-312. http://dx.doi.org/10.1590/S1982-56762011000500006

Jenkins WR (1964). A rapid centrifugal-flotation technique for separating nematodes from soil. Plant disease reporter, 48(9), 692.

Jesus AM, Wilcken SRS (2010). Reprodução de Meloidogyne incognita, M. javanica e Pratylenchus coffeae em Diferentes Cultivares de Bananeira. Nematologia Brasileira.

Kubo RK, Machado ACZ, Oliveira CMG (2013). Nematoides fitoparasitos da bananeira. Bananicultura: manejo fitossanitário e aspectos econômicos e sociais da cultura. São Paulo: Instituto Biológico, 1, 136-163.

Lichtemberg LA, Lichtemberg PDS (2011). Avanços na bananicultura brasileira. Revista Brasileira de Fruticultura, 33(1), 39-36.

Monteiro JDMDS (2011). Resistência à Radopholus similis e detecção de nematoides fitoparasitas em bananeiras triploides e tetraploides no Brasil. 2011. x, 82 f. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) -Universidade de Brasília, Brasília, 2011.

Rios ADF, Rocha MRD, Machado AS, Ávila KAGB, Teixeira RA, Santos LDC, Rabelo LR S (2016). Host suitability of soybean and corn genotypes to the root lesion caused by nematode under natural infestation conditions. Ciência Rural, 46(4), 580-584. http://dx.doi.org/10.1590/0103-8478cr20150307

Severino JJ, Dias-Arieira CR, Tessmann DJ (2010). Nematodes associated with sugarcane (Saccharum spp.) in sandy soils in Parana, Brazil. Nematropica, 40(1), 111-124.

Silva FDAE, Azevedo CD (2016). The Assistat Software Version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. African Journal of Agricultural Research, 11(39), 3733-3740.

Souza JD, Maximiniano C, Campos VP (1999). Nematóides associados a plantas frutíferas em alguns estados brasileiros. Ciência e Agrotecnologia, 23(2), 353-357.

Tihohod DIMITRY (1993). Nematologia agrícola aplicada. Funep, 372.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-252

Refbacks

  • There are currently no refbacks.