Avaliação na educação básica: assimilação e efetivação de resultados na gestão escolar / An analysis of school evaluation in basic education: assimilation and effectiveness of results

Aline Soares Campos, Paula Andrea Oliveira Dantas, Adriana Schneider Muller Konzen, José Eduardo Nobre Maia, Heraldo Simões Ferreira

Abstract


O Ministério da Educação - MEC realiza sistematicamente um conjunto de avaliações externas em larga escala, sendo coordenado pelo Inep em colaboração com as secretarias estaduais. Estas pesquisas proporcionam a obtenção de estatísticas das condições de oferta e atendimento do sistema educacional brasileiro, na educação básica, reunindo informações sobre todas as suas etapas e modalidades de ensino, e compondo um quadro detalhado sobre os alunos, os profissionais escolares, os gestores, as turmas e as escolas. Os dados e informações apuradas pela pesquisa subsidiam a operacionalização de importantes políticas públicas, programas governamentais e ações setoriais nas três esferas de governo. Os resultados destes estudos embasaram a criação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, que mede o desempenho escolar através da avaliação da aprendizagem e fluxo, cuja combinação tem o mérito de equilibrar as duas dimensões do sistema nacional de ensino. Existe uma dificuldade em demonstrar a relação entre desempenho escolar e a qualidade da escola possivelmente porque atributos escolares importantes para a aprendizagem podem não ser mensuráveis pelos métodos tradicionalmente aplicados. Para preencher esta lacuna foi implantado no estado do Ceara um sistema permanente de avaliação que realiza a avaliação externa de cada escola e a realização de avaliações longitudinais. Neste sentido, é necessário analisar em cada escola os resultados dos indicadores de qualidade educacional e do estudo longitudinal das médias de desempenho, bem como a influência dos fatores escolares para identificar as variáveis contextuais que melhor diferenciam o desempenho obtido pelos estudantes das escolas públicas. Aproximando os dados quantitativos com o ponto de vista dos diversos atores da comunidade escolar, será possível correlacionar as contribuições destes dois campos de investigação na busca pelo ensino-aprendizagem de qualidade. Para subsidiar as discussões, adotamos como metodologia a abordagem etnográfica visando integrar os dados quantitativos das avaliações externas e os dados qualitativos do cotidiano escolar. O objetivo deste trabalho foi elaborar um modelo de organização e planejamento que incorpore, ao cotidiano escolar, os resultados das avaliações externas do âmbito das escolas estaduais em Fortaleza. Visa também, dar subsídios para a criação de uma Comissão Própria de Avaliação – CPA, em cada unidade escolar, que a priori, acreditamos alavancaria os índices e melhoraria a avaliação ensino-aprendizagem. 


Keywords


Educação Básica; Avaliação; Gestão Escolar.

References


AFONSO, A. J. Avaliação Educacional: Regulação e Emancipação. 2°ed. São Paulo: Cortez, 2000.

ALMEIDA, L. R.; PLACCO, V. M. N. S.; SOUZA, V. L. T. O Coordenador pedagógico e a formação de professores: intenções, tensões e contradições. Relatório. 47p. São Paulo. 2011 (http://www.fvc.org.br/pdf/quadros-atribuicoes-regiao-coordenador-pedagogico.pdf).

BOURDIEU, P. Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

CAMPOS, A. S. Fatores Institucionais Associados à Eficácia Educacional dos cursos de graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC): A Opinião dos Coordenadores. Dissertação de Mestrado – UFC.126 p. 2009.

CEARÁ. Secretaria da Educação Básica Manual do Secretário escolar / Secretaria da Educação Básica doCeará – Fortaleza: SEDUC, 2005. 104p.

DUSI, C. S. C. O. Os efeitos da gestão para resultados na educação: uma análise das políticas públicas educacionais de sete estados brasileiros. Tese Doutorado-PUC. Rio de Janeiro. 274 p. 2017.

FRANCO, C. O. Saeb - Sistema de Avaliação da Educação Básica: potencialidades, problemas e desafios. Revista Brasileira de Educação, n.17, p.127-1.333, maio/ago. 2001.

FREITAS, D. N. T. Avaliação da educação básica e ação normativa federal. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 663-689, set./dez. 2004

GREMAUD, A. P.; FELÍCIO, F.; BIONDI, R. L. Indicador de efeito escola: uma metodologia para a identificação dos sucessos escolares a partir dos dados da Prova Brasil. – Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007.

LACRUZ, A. J.; AMÉRICO, B. L.; CARNIEL, F. Indicadores de qualidade na educação: análise discriminante dos desempenhos na Prova Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 24. 2019.

MACEDO, L. Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre. 2005.

MAGALHÃES JÚNIOR, A. G.; FARIAS, M.A. SPAECE: Uma história em sintonia com avaliação educacional do Governo Federal. Revista Humanidades, Fortaleza, v. 31, n. 2, p. 525-547, jul./dez. 2016

MEDEIROS, E.; LIRA, J.; SILVA, R.; AZEVEDO, C. Visualizing Large-Scale Assessments in Mathematics through Dimensionality Reduction. arXiv.org, Mar 17, 2020.

MESQUITA, S. Resultados do IDEB no quotidiano escolar. Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 20, n. 76, p. 587-606, jul./set. 2012.

OLIVEIRA, I. C.; VASQUES-MENEZES, I. Revisão de literatura: o conceito de gestão escolar. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 48, n. 169, p. 876-900, jul.-set. 2018.

PERRENOUD, P. Avaliação: Da Excelência à Regulação das Aprendizagens. Porto Alegre: Artmed Editora, 1999.

SANTOS, F. D. G.; CIASCA, M. I. F. L.; MENEZES, L. A.; CARVALHO, D. A. B. SPAECE: Perspectiva de acompanhamento da aprendizagem dos alunos cearenses através de seus resultados. Revista Ensino Interdisciplinar, v. 1, nº 1. 2015.

SILVA, T. L. Possibilidades de uso do Sistema Integrado de Gestão Educacional do Amazonas na gestão das escolas. 2016. Dissertação Mestrado – UFJF. 137 p. 2016.

SOARES, E. A.; WERLE, F. O. C. Sistema de avaliação da educação básica do Ceará: a importância do foco na aprendizagem. Revista Exitus Santarém, PA Vol. 6 N° 2 p. 159 – 179. Jul./Dez. 2016.

SOBREIRA JÚNIOR, O. V.; LIMA, V. C. P.; AIRES, R.; CAVALCANTE, F. H. B. O perfil do coordenador escolar das escolas da rede estadual de Fortaleza. Anais do III Congresso Nacional de Educação. Natal. 2016.

SOUZA, A. R. de. Perfil da Gestão Escolar no Brasil. PUC/SP, 302 p. Tese de Doutorado em Educação (Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). São Paulo, 2006.

VIANNA, H.M. Fundamentos de um Programa de Avaliação Educacional. Revista Meta: Avaliação,Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p.11-27, jan./abr. 2009

VIEIRA, S. L. Gestão, avaliação e sucesso escolar: recortes da trajetória cearense. Estudos Avaliativos [online], v. 21, n. 60, p. 45-60, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-206

Refbacks

  • There are currently no refbacks.