As transformações geométricas no currículo prescrito de matemática de Portugal/ The geometric transformations in the mathematics prescribed curriculum in Portugal

Júlio César Deckert da Silva, Ruy César Pietropaolo

Abstract


Em tempos atuais os currículos escolares têm sido objeto de discussão de muitos educadores, tanto no que se refere às finalidades de ensino dos conteúdos disciplinares como à utilização de métodos e procedimentos didáticos para o desenvolvimento desses conteúdos no contexto escolar. Além disso, o estudo das transformações geométricas tem sido enfatizado pelos educadores matemáticos como um recurso indispensável ao desenvolvimento do ensino da Geometria, viabilizando a construção de conceitos geométricos pelos alunos relacionados à congruência e à semelhança de figuras. As pesquisas referentes ao ensino de um determinado conteúdo escolar nos currículos prescritos conduzem grande parte dos pesquisadores a realizar investigações no campo dos estudos curriculares e da cultura escolar. No entanto, os estudos bibliográficos que se inserem nesses campos de pesquisa não podem indicar para os pesquisadores se as orientações dos currículos foram seguidas na prática durante o trabalho docente. Por meio desse estudo fazemos uma descrição das principais indicações do currículo prescrito de Portugal para o ensino das transformações geométricas no Ensino Fundamental II. As orientações didáticas da reforma curricular de Portugal para o ensino das transformações indicam que o estudo das isometrias deve ser priorizado pelos docentes do Ensino Fundamental II, com o intuito de fazer com que os alunos estabeleçam conexões entre a Geometria e a Álgebra. Acreditamos que nosso trabalho pode motivar reflexões dos educadores relacionadas à necessidade de renovação do ensino da Geometria através das transformações.


Keywords


Transformações Geométricas. Currículo Prescrito. Reforma Curricular. Ensino Fundamental. Geometria.

References


BECHE, R. C. E.; RIPA, R.; VENTURA, L. O currículo como narrativa inclusiva de ivor goodson. Brazilian Journal of Development. V. 6 N. 5 maio. 2020. Disponível em: Acesso em: 26 maio. 2020.

GOODSON, I. F. Currículo: teoria e história. Petrópolis/RJ: Vozes, 2005.

JULIA, D. A cultura escolar como objeto histórico. História da Educação, Campinas/SP, n. 1, p. 10-47, jun. 2001.

PORTUGAL. Ministério da Educação. Aprendizagens essenciais: Articulação com o perfil dos alunos. Lisboa, p. 2-116, jul. 2018.

SACRISTÁN, J. G. Saberes e incertezas sobre o currículo. Porto Alegre: Penso, 2013.

VIÑAO, A. Culturas escolares y reformas (sobre la natureza histórica de los sistemas e instituciones educativas). Historia de la educación, Múrcia, v. 9, n. 13, p.1-25, set. 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-180

Refbacks

  • There are currently no refbacks.