Estudo retrospectivo dos procedimentos cirúrgicos realizados em cães e gatos em um Hospital Veterinário Universitário na Região Centro-Oeste do Brasil / Retrospective study of surgical procedures performed on dogs and cats at a University Veterinary Hospital in the Midwest Region of Brazil

Wanessa Ferreira Ataide, Andréia Vitor Couto do Amaral, Raphaella Barbosa Meirelles Bartoli, Fábio Fernandes Bruno Filho, Alana Flávia Romani, Doughlas Regalin, Klaus Casaro Saturnino, Dirceu Guilherme de Souza Ramos

Abstract


Os dados sobre a casuística dos procedimentos cirúrgicos de cães e gatos em hospitais veterinários são escassos e carecem de análise, devido a sua relevância, buscando caracterizar o perfil epidemiológico de uma região e do Brasil. O objetivo deste estudo foi relatar a casuística dos procedimentos cirúrgicos realizados no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Jataí (HV/UFJ), durante o período janeiro de 2016 a dezembro de 2018. Foi realizado um estudo retrospectivo censitário das fichas de registro de intervenções cirúrgicas efetuadas no período, considerando os procedimentos cirúrgicos devidos às enfermidades de qualquer natureza, além dos procedimentos cirúrgicos eletivos. A análise considerou as variáveis: espécie (canina e felina), afecção apresentada ou caso eletivo e procedimento cirúrgico adotado. No período avaliado foram realizados 1391 procedimentos cirúrgicos em cães e gatos. Houve uma média anual de 300 procedimentos cirúrgicos para cães e 100 para gatos. Os resultados para cães e gatos, respectivamente, foram: OSH eletiva (26,4%; 20,27%), orquiectomia (8,2%; 9,48%), cirurgias ortopédicas (6,9%; 6,9%), OSH terapêutica (6,25%; 0,9%), mastectomias (4,24%; 0,28%), tratamentos periodontais (3,59%; 0,5 %), cirurgias oftálmicas (2,4%; 0,5%) e cesarianas (1,22%; 0,35 %). Pôde-se concluir que houve uma maior frequência de casos cirúrgicos relacionados à espécie canina e que as cirurgias eletivas para castração corresponderam a maior casuística em ambas espécies, evidenciando a preocupação da população com o bem-estar animal e a tutoria responsável. 


Keywords


Caninos, Felinos, Mastectomia, Ovariosalpingohisterectomia, Orquiectomia, Ortopedia.

References


ABINPET. Associação Brasileira de Indústria de Produtos para Animais. Mercado Pet Brasil. 2018. São Paulo. Disponível em: http://abinpet.org.br/site/mercado. Acesso em: 30 mar. 2020.

ADEYANJU, JB.; GARBA, M.; ELIJAH, A.; Diaphyseal fractures in small animals: management and complications. Tropical Veterinary, v.6, p.95-103, 1988.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CES 3/2019, de 15 de agosto de 2019. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina Veterinária e dá outras providências. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2019-pdf/120701-rces003-19/file. Acesso em: 30 mar.2020.

CATAPAN, D. C.; VILLANOVA JR, J. A.; WEBER, S. H., MANGRICH, R. M. V., SZCZPKOVSKI, A. D.; CATAPAN, A.; PIMPAO, C. T.; Estimativa populacional e programa de esterilização cirúrgica de cães e gatos. Acta Veterinaria Brasilica, v. 9, n. 3, p. 259–273, 2015a. Disponível em: https://periodicos.ufersa.edu.br/index.php/acta/article/view/5405. Acesso em: 30 mar.2020.

CRUZ-PINTO, C. E., STOPIGLIA, A., MATERA, J., & ARNONI, F.; Análise da casuística das afecções cirúrgicas observadas na Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais da FMVZ-USP no período de 1988 a 2007. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 52(1), 41-47. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.v52i1p41-47. Acesso em: 01 abr.2020.

LANGONI, H. et al. Conhecimento da população de botucatu-sp sobre guarda responsável de cães e gatos. Veterinária e Zootecnia, v. 18, n. 2, p. 297–305, 2011. Acesso em:02 abr.2020.

MATERA, E. A.; STOPIGLIA, A. V.; VEIGA, J. S. M.; Histerocele inguinal da cadela. Revista da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, v. 6, n. 4, p. 457-467, 1960/62.

MENEGATTI, J.; LIMA, R. V. P.; PAOLINI, E.; FONTE-QUE, J. H.; Avaliação morfométrica de eqüinos de tração (carroceiro) pertencentes ao Projeto de Extensão Projeto Carroceiro da UFMG. 2010.

MISDORP, W.; Tumors of the mammary gland. In: MEUTEN, D.J. Tumors indomestic animals. 4. ed. Iowa: Blackwell, 2002. Cap. 12, p.575-606.

OLIVEIRA, E. C. S.; MARQUES JÚNIOR, A. P.; Endocrinologia reprodutiva e controle da fertilidade da cadela. Revista Brasileira de Reprodução animal, v. 30, n.1/2, p.11-18, 2006. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/veterinary/article/view/4007. Acesso em 01 mar.2020.

OLIVEIRA, K. O.; Manual de boas práticas na criação de animais de estimação: cães e gatos. Cir Gráfica e Editora, Goiânia, 98p, 2019. Disponível em: http://portal.cfmv.gov.br/uploads/files/manual-de-boas-praticas-na-criacao-de-animais-de-estimacao-modulo-caes-e-gatos.pdf. Acesso em 01 abr.2020.

REICHMANN, M. L.A.B.; PINTO, A. B. F.; NUNES, V.F.P.; Controle de populações animais de estimação. Manual Técnico do Instituto Pasteur, São Paulo, 2000. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_pasteur03.pdf. Acesso em 03 mar.2020.

RUTTEMAN, G. R. et al. Tumors of the mammary gland. In: WITHROW, S.J.; MACEWEN, E.G. Small animal clinical oncology. 3. nd ed.. Philadelphia: Saunders Company, 2001. cap. 23, p. 455-477.

SHIJU, SM,; GANESH, R.; AYYAPPAN, S.; RAO, GD.; KUMAR, RS.; KUNDAVE, VR.; DAS, BS.; Incidences of pelvic limb fractures in dogs: A survey of 478 cases. Veterinary World, v.3, n.3, p.120-121, 2010.

TORÍBIO, J.M.M.L.; Caracterização clínica, classificação histopatológica e geoprocessamento das neoplasias mamárias em cadelas no município de Salvador-BA. 128f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal nos Trópicos) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034737X2012000400001&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em 25 mar.2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-179

Refbacks

  • There are currently no refbacks.