Fatores que influenciam na qualidade dos serviços de saúde: um estudo de caso em uma cidade do sudoeste goiano / Factors that influence the quality of health services: a case study in a southwestern city of Goiás

Eduarda Rezende de Moraes, Jullyane Carvalho Barbosa, Vinicius Silva Lemos Bernardes, Deivid Marques Nunes

Abstract


O conhecimento da percepção dos clientes a respeito da qualidade do serviço de saúde constitui em uma etapa primordial para um planejamento eficiente de ações que garantam a excelência do serviço, tanto para o gestor do sistema quanto por parte dos próprios profissionais, que no entendimento da percepção da qualidade sob o ponto de vista de seus clientes estarão mais capacitados para corresponder às suas expectativas. Este estudo deteve como objetivo geral apresentar os fatores que influenciam na qualidade dos serviços ofertados pelo sistema de saúde em uma cidade do sudeste goiano, por meio de uma pesquisa quantitativa-qualitativa de caráter exploratório, utilizando-se de equações estruturais a partir do software SmartPLS 3.2.8. A coleta de dados constituiu-se através de um questionário e um modelo estrutural. O modelo proposto evidenciou que a qualidade dos serviços de saúde oferecidos pela cidade analisada apresentou níveis satisfatórios correspondentes a 83% em relação a percepção dos clientes. Portanto, foi possível detectar quais os fatores são passíveis de melhorias para aumentar a eficiência dos serviços de saúde disponibilizados para a população tais como qualidade interpessoal, qualidade do ambiente e atmosfera.


Keywords


Serviços de saúde, Qualidade de serviço, Equações estruturais, SmartPLS, Percepção do cliente.

References


ARAÚJO, M. E. D. A., SILVA, M. T., ANDRADE, K. R. C. D., GALVÃO, T. F.; PEREIRA, M. G.

Prevalência de utilização de serviços de saúde no Brasil: revisão sistemática e metanálise.

Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 26, 589-604 p., 2017.

ASSUNÇÃO, R. D. S. Fatores condicionantes da qualidade do sistema de saúde na visão dos médicos e da população do Recife. 2006. 149 p. Dissertação (Mestrado em Pesquisa Operacional)

– Universidade Federal de Pernambuco, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Recife, 2006.

BAGOZZI, R. P.; YI, Y. On the evaluation of structural equation models. Journal of the Academy of Marketing Science, Spring, v. 16, n. 1, p.74–94. 1988. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2020.

BRADY, M. K.; CRONIN JR, J. J. Some new thoughts on conceptualizing perceived service quality: a hierarchical approach. Journal of marketing, v. 65, n. 3, p. 34-49, 2001.

COBRA, M. Administração de marketing no Brasil. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

CHOW-CHUA, C.; GOH, M. Framework for evaluating performance and quality improvement in hospitals. Managing Service Quality, Bedford, v. 12, n. 1, p. 54- 66, 2002.

COUTINHO, G. T. B. Qualidade nos serviços de saúde: um estudo exploratório no Distrito Federal. 2017. 88 p. Dissertação (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia de Produção, Brasília, 2017.

DAGGER, T. S.; SWEENEY, J. C.; JOHNSON, L. W. A hierarchical model of health service quality: scale development and investigation of an integrated model. Journal of service research, Los Angeles, v. 10, n. 2, p. 123-142, 2007. DOI: 10.1177/1094670507309594.

FALK, R. F.; MILLER, N. B. A primer for soft modeling. 1. ed. Akron, Ohio: University of Akron Press. 1992.

FOLHA DE S. PAULO. Cotidiano. Brasília, 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2020.

FORNELL, C.; LARCKER, D. F. Evaluating Structural Equation Models with Unobservable Variables and Measurement Error. Journal of Marketing Research, Los Angeles, v. 18, n. 1, p. 39- 50, 1981.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

GOTLIEB, J. B.; GREWAL, D.; BROWN, S. W. Consumer satisfaction and perceived quality: complementary or divergent constructs. Journal of applied psychology, Washington, DC, v. 79, n. 6, p. 875, 1994.

GRÖNROOS, C. A service quality model and its marketing implications. European Journal of marketing, London, v. 18, n. 4, p. 36-44, 1984.

GRÖNROOS, C. Relationship marketing: the strategy continuum. Journal of the Academy of Marketing Science, Switzerland AG, v. 23, n. 4, p. 252-254, 1995.

SARTORI, A. et al. Evaluation of the quality of urban public transport services in Cuiabá and

Várzea Grande using servqual method. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 6, p. 6425-6444, jun. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-173

Refbacks

  • There are currently no refbacks.