Caracterização física e físico – química do fruto Sapoti oriundo de Santa Isabel do Pará/ Physical and physical characterization of the Sapoti fruit from Santa Isabel do Pará

Ester de Freitas Santos, Regiane Soares Ramos, Sara Caroline Pacheco de Oliveira, Thalia de Oliveira Ferreira, Vitória Micaely Torres Carvalho, Alessandra Eluan da Silva

Abstract


O sapoti, originário da América Central e sendo bastante cultivado no Brasil, é uma fruta de polpa macia quando se encontra maduro, raro fora de regiões tropicais e com propriedades peculiares com traços de látex. Este trabalho teve como objetivo a caracterização física, físico-química e microbiológica de sua polpa in natura, dos frutos obtidos de Santa Isabel, interior do estado do Pará. Foram realizadas as análises de altura, diâmetro e peso; e as físico-químicas açúcares, sólidos solúveis, pH, acidez, umidade, proteínas, lipídios e cinzas. O fruto apresentou com 79,7% de umidade e 0,40% de acidez, sendo sua polpa pouco ácida e com sabor doce. Os demais constituintes químicos variaram em relação aos dados da literatura devidos aos fatores edafoclimáticos da região onde foram produzidos os frutos. Com base nas características físico-químicas pode-se utilizar o sapoti como matéria-prima em formulações de produtos, como néctares, geleias, doces, e outros, contribuindo para a valorização e consumo dessa fruta.


Keywords


Manikara zapota, mesocarpo, análises.

References


AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA – ANVISA. Resolução-RDC Nº 12, de 02 de janeiro de 2001.

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis of the Association of Official Analytical Chemists (method 920.39, C). Arlington: A.O.A.C., 1995, chapter 33. p. 10-12

A.O.A.C. 1990. Official Methods of Analysis. Association of Official Analytical Chemist. EUA.

CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. (2005). Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2. ed. Lavras: Universidade Federal de Lavras. 785p.

EMBRAPA. O sabor das frutas tropicais no Brasil. Distrito Federal, 2016. 44 p.

FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Tabela de composição nutricional dos alimentos consumidos no Brasil. Rio de janeiro, 2011.

INSTITUTO ADOLF LUTZ. Normas Analíticas do Instituto Adolf Lutz. v. 1: Métodos químicos e físicos para análise de alimentos, 3. ed. Sao Paulo: IMESP, 1985. p. 42-43.

LIRA, N. R. et al. Caracterização físico-química e centesimal do cupuí (theobroma subincanum mart.). Rev. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n 3,p 15798-15813 mar . 2020. ISSN 2525-8761.

OLIVEIRA, V.S; AFONSO, M.R.A; COSTA, J.M.C. caracterização físico- química e comportamento higroscópico de sapoti liofilizado. Rev. Ciên. Agro. Fortaleza, vol 42, núm. 2, pag. 342-348. Abril-junho, 2011.

SOUSA, E. P. et al. Caracterização físico-química da polpa de sapoti oriunda do estado do Ceará. Revista Verde (Mossoró – RN – Brasil) v.7, n.1, p. 45 – 48, jan.2012. Disponível em:. Acesso em: 20 mar.2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-163

Refbacks

  • There are currently no refbacks.