Problematizando identidades docentes: tentativas de construção/ Problematizing teaching identities: construction attempts

Claudio Afonso Peres, Silvana de Alencar Silva, Filomena Maria de Arruda Monteiro

Abstract


Neste artigo temos por objetivo compreender os estudos sobre identidades no campo do Desenvolvimento Profissional Docente (DPD), considerando a complexidade da atividade e as tentativas de construir identidades em diversos contextos. Em termos metodológicos nos orientamos pela abordagem qualitativa de pesquisa aliada à pesquisa do tipo bibliográfica, realizada a partir de teses e dissertações produzidas em programas de pós-graduação nos últimos 10 anos nas Regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil. Consideramos que as teses e as dissertações tratam das identidades em diferentes perspectivas, desde uma noção essencialista, pura e fixa até tentativas de compreendê-la por um olhar de processo contínuo de construção e de hibridismo. Foram ainda recorrentes nos trabalhos estudados a alusão às condições de trabalho, resultante das reformas neoliberais do Estado e seus impactos nas identidades docentes. Todavia, a relação entre o mal-estar dos docentes e as identidades, em geral, não são tratados como processos, mas como tentativas de definir identidades pelos contextos da prática docente, desconsiderando os aspectos culturais envolvidos.


Keywords


Identidades. Desenvolvimento Profissional Docente. Pesquisa bibliográfica

References


ANDRADE, de Carlos Luci. Formação do (a) professor (a) da educação infantil nos CEINFs de Campo Grande MS: Identidade em construção. 2014. 155 f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2014.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

. O local da cultura. Belo Horizonte, editora UFMG, 2007.

BAUMAN, Zygmunt. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

. Vida líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2007.

. Identidade: Entrevista a Benedetto Vecchi. Rio de Janeiro: Zahar, 2005.

. Ensaios sobre o conceito de cultura. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

. Modernidade e ambivalência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1999.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto, 1994.

CANDAU, Vera; RUSSO, Kelly. Interculturalidade e educação na América Latina: uma construção plural, original e complexa. Diálogo Educação, Curitiba, v. 10, n. 29, p. 151-169, jan./abr., 2010.

CANDAU, Vera; LEITE, Miriam. A Didática na perspectiva multi/intercultural em ação: construindo uma proposta. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n. 132, p. 731-758, set./dez. 2007.

CUNHA, M.I. Diálogo com as experiências: que conclusões incitam os estudos? In CUNHA,

M.I. (org.) Trajetórias e lugares de formação da docência universitária: da perspectiva individual ao espaço institucional. Araraquara, Junqueira & Marin, 2010. p. 291-299.

DAY, Christopher. Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente. Porto-Portugal: Porto Editora, 2001.

DUBAR, Claude. A socialização. Construção das identidades sociais e profissionais.

Tradução: Anette Pierrette R. Botelho e Estela Pinto R. Lamas. Portugal: Porto Editora, 1997.

GOMES M. S. S. Kally. A docência na licenciatura em física: mediações presentes nas questões de identidade, profissionalidade e conhecimentos pedagógico-didáticos. 2018, 142f Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Acre, Rio Branco, 2018.

GARCIA, C. M. Formação de professores para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação e Realidade, 1997.

. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 7ª ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2003a.

. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

. A identidade cultural na pós-modernidade/Stuart Hall. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva & Guaciara Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva & Guaciara Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2019.

. Quem precisa de identidade? In: SILVA, Tomaz (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. 10. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011a.

HALL, Stuart. Quem precisa de identidade? In: SILVA, Tomaz Tadeu da (org.), HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000, p. 103-133.

. Entrevista feita por Heloisa Buarque de Hollanda (professora da UFRJ e diretora da Aeroplano Editora e Consultoria) e Liv Sovik (professora da UFRJ e organizadora do livro de Stuart Hall, Da Diáspora: identidades e mediações culturais; Editora UFMG, 2003). (s/d) Disponível em http://www.heloisabuarquedehollanda.com.br/entrevista-jb-stuart-hall/ acesso em 26 set. 2014.

. Da diáspora. Identidades e Mediações Culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG; Brasília: Representação da UNESCO no Brasil, 2003b.

LAPERRIÈRE, A. Os critérios de cientificidade dos métodos qualitativos. In: V.V.AA. A pesquisa qualitativa. Enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis-RJ: Vozes, 2008. p. 410-435.

MARTINS. Oliveira de Suelen Nayra. A identidade profissional do professor formador de professores para a educação inclusiva: formação docente e práticas pedagógicas. 2015. 216f Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação, Universidade Federal de Rondônia, Porto Velho, 2016.

MENEZES, V. Identidade e processos de identificação: um apanhado teórico. INTRATEXTOS, Rio de Janeiro, 6 (1): 68-81, 2014.

NÓVOA, Antônio. (Coord.). Os professores e sua formação. 2. ed. Lisboa: D. Quixote, 1995. OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis, Vozes, 2007.

OLIVEIRA, Reany de. Professor Surdo: Negociações de Identidade no Ensino Superior. 2018. 122 f Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2018.

OLIVEIRA, D. A nova regulação de forças no interior da escola: carreira, formação e avaliação docente. RBPAE, v. 27, n. 1, p. 25-38, jan./abr. 2011. Disponível em:

. Acessado em: 13 set.2014.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

RAMOS, Wanessa Pucciariello. Educação física no ensino fundamental na fronteira Brasil/Paraguai: representações e identidades de professores para atuar na diversidade

cultural. 2014. 153 f Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande – MS, Campo Grande, 2014.

SANTOS, Boaventura de Souza. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. Porto: Edições Afrontamento, 1994.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Os processos da globalização. In: A globalização e as ciências sociais. São Paulo: Cortez, 2002, p. 25-104.

SILVA, Tomaz (org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. 10. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (org.), HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000, p. 73-102.

. Documentos de Identidade: uma introdução às teorias do currículo, Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

. Teoria cultural e educação: um vocabulário crítico. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

SILVA, da A. B. José. As/Os Docentes de História da Escolarização Básica e a (Des/Re)Construção das Identidades Negras. 2013. Dissertação. (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande

– MS, 2013.

SILVA da S. Tuany. Dilemas e desafios para a construção da identidade profissional de professoras iniciantes. 2017, 123f. Dissertação. (Mestrado em Educação). Programa de Pós- Graduação em Educação, Universidade do Estado do Pará, Belém, 2017.

VASCONCELOS C. F. Corina. Pedagogia da Identidade: Interculturalidade e Formação de Professores. 2016. 330 f. Tese. (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2016.

TENO, Castilho Araújo Neide. Rememorando trajetórias: docência e identidade do professor em formação. 2013, 237 f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2013

URQUIZA, Guedes Moema. Identidades indígenas na mídia: um estudo com professores indígenas sobre identidade/diferença e representação. 2013, 92f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2013

WALSH, Catherine. La educación intercultural en la educación. Peru: Ministério de Educación, 2005. . Interculturalidad crítica y educación intercultural. In: VIAÑA, Jorge; TAPIA, Luis;

. Construyendo Interculturalidad Crítica. III – CAB. La Paz – Bolívia, 2010.

. Interculturalidade crítica e pedagogia decolonial: in-surgir, re-existir e re-viver. In. CANDAU, Vera Maria (Org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2009. p. 12-43




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-134

Refbacks

  • There are currently no refbacks.