Protagonismo e desenvolvimento comunitário no sertão: desafios do trabalho interdisciplinar de pesquisa e extensão / Protagonism and community development in the sertão: challenges of interdisciplinary research and extension work

Alcineide Aguiar Pimenta, José Maria Nogueira Neto, Nivaldo Pereira Corrêa, Iara Gomes Liberato, Francisca Flavia Freire Bastos, Gleyciane Mendes Aguiar

Abstract


O projeto interdisciplinar de pesquisa e extensão “Canudos: Superando a diversidade étnico-racial através do diálogo” aconteceu em formato inovador quando propôs a junção de 05 cursos de graduação Administração, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil e Psicologia, para vivências na comunidade sertaneja de Canudos, localizada às margens da BR 222, em Sobral/CE. O objetivo deste artigo foi evidenciar como distintas áreas aplicam suas teorias, métodos e práticas interventivas para afirmar a importância da interdisciplinaridade nos processos de produção de conhecimento e auto reconhecimento identitário de uma comunidade. A coleta de dados aconteceu por meio de imersões no campo para observação e escuta de narrativa. Os relatos foram registrados em diário de campo que posteriormente foram analisados, categorizados e transformados em uma coleção de produção científica socializada entre a comunidade e a academia. Através deste projeto, foi proporcionado o desafio de praticar conhecimentos teóricos, metodológicos, interventivos e técnicos junto ao compromisso ético profissional de cada uma das áreas envolvidas na mediação de grupos interdisciplinares.


Keywords


Interdisciplinaridade, Intervenção Comunitária, Extensão Universitária.

References


ALMEIDA, G.; NETO, J. A psicologia diante da construção identitária e à cultura sertaneja. In. VIANA, D.; ACIOLES, M.; OLIVEIRA, M. (Orgs). Psicologia e políticas públicas: contribuições das diferentes áreas da profissão para o debate. Série Diversidade de Práticas em Psicologia. Volume 2. Fortaleza: CRP11, 2019. P. 50-54.

BICALHO, L. M, (2011). Aspectos conceituais da multidisciplinaridade e da interdisciplinaridade e a pesquisa em ciência da informação.

Decreto n. 6.040, de 7 de fevereiro de 2007 (2007). Institui a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais. Recuperado em 15 maio, 2020, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6040.htm

FALCÃO, E. Vivência em comunidade: outra forma de ensino. João Pessoa: UFPB/ Editora Universitária/ AGEMTE, 2014.

FRANCO, M. P. et al. Interdisciplinaridade e Formatos Institucionais. In: Simpósio Internacional sobre Interdisciplinaridade no Ensino, na Pesquisa e na Extensão - Região Sul, Florianópolis, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à Prática Educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à Prática Educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

GÓIS, C.W. Saúde Comunitária: pensar e fazer. São Paulo, SP: Hucitec.2008.

LIMA, C. L, D.C. NECOM: uma experiência possível para a efetivação da extensão universitária na UniSantos. Em: Ação Comunitária – Revista do Núcleo de extensão Comunitária da Universidade Católica de Santos. Ano 4, abril, páginas 17-40, 2007.

SANTOS, B. S. A Universidade no século XXI. São Paulo: Cortez Editora, 2004.

SOUZA, L. V. e; MCNAMEE, S.; SANTOS, M. A. dos. Avaliação como construção social: investigação apreciativa. Psicol. Soc., Florianópolis , v. 22, n. 3, p. 598-607, Dec. 2010

VYGOTSKY, Lev S. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-090

Refbacks

  • There are currently no refbacks.