Modelos de avaliação da aprendizagem utilizados em um mestrado profissional em saúde / Learning assessment models used in a professional masters in health

Tamires Maria Silveira Araújo, Maristela Inês Osawa Vasconcelos, Quiteria Larissa Teodoro Farias, Ana Suelen Pedroza Cavalcante, Rafaela Rodrigues Viana

Abstract


Visando analisar os modelos de avaliação de aprendizagem utilizados em um Mestrado Profissional em Saúde do interior do Ceará, foi realizado um estudo de caso de abordagem quanti-qualitativa sobre os modelos de avaliação utilizados por docentes de um Mestrado Profissional da área da saúde do Ceará. Através de um instrumento utilizado por Manuel (2016) e adaptado para atender os critérios da pesquisa, além da utilização de uma entrevista semi estruturada. Os modelos de avaliação da aprendizagem mais utilizados são portfólios, seminários, participação além de fatores inerentes aos discentes como a assiduidade e dedicação. A avaliação escrita foi um modelo antagonista aos discentes, no entanto esta não é utilizada no programa de Mestrado em questão. O ambiente do pós graduando oferece a adoção de métodos avaliativos variados que favorece o desenvolvimento crítico do aluno em sala de aula.

 


Keywords


Avaliação; Metodologias de ensino; Pós-graduação

References


AMORIM, V. C. S. Estatística descritiva: Breve histórico, conceitos e exemplos aplicáveis no ensino médio. Dissertação (Programa de Pós-graduação em Matemática), Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2014.

ANDRIOLA, W. B. Avaliação do aprendizado discente: estudo com professores de Escolas Públicas. Educar em Revista, n. 46, p. 141-158, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. 2011.

BELÉM, J. M et al. Avaliação da aprendizagem no estágio supervisionado de Enfermagem em saúde coletiva. Trab. Educ. Saúde, v. 16 n. 3, p. 849-867, 2018.

BISPO, M. S; COSTA, F. J. Artigos como avaliação discente em disciplinas de pósgraduação: Instrumento educativo ou subsistema de linha de montagem?.Cad. EB APE.BR,v .1 4,n º2 ,2016.

BLOOM, B.; HASTINGS, J. T.; MADAUS, G.F. Manual de Avaliação Formativa e Somativa do Aprendizado Escolar.1983

BRUGNERA, T. L. Adequações contemporâneas ao processo avaliativo tradicional no ensino superior: da tradição jesuítica à pluralidade metodológica. Revista Brasileira de Ensino Superior, v. 3, n. 3, p. 100-113, 2017.

CARMINATTI, S. S. H; BORGES, M, K. Perspectivas da avaliação da aprendizagem na contemporaneidade. Est. Aval. Educ., v. 23, n. 52, p. 160-178, 2012.

CAVALCANTE, L. P. F; MELO, M. A. Avaliação da aprendizagem no ensino de graduação em saúde: concepções, intencionalidades, reflexões. Avaliação, v. 20, n. 2, p. 423-442, 2015

CUNHA, F. M; CAMPOS, L. M. L. O discurso e a prática pedagógica de professores de ciências no ensino fundamental. Editora UNESP, São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

GATTI, B. A. O professor e a avalição em sala de aula. Estudos em Avaliação Educacional, n. 27, 2003.

MANUEL, K. B. Análise comparativa das metodologias de ensino adotadas pelos docentes de contabilidade de uma instituição de ensino superior do Brasil e de Angola. Mestrado em Contabilidade, Universidade Federal da Bahia, Salvador-BA, 2016.

NUHS, A. C; TOMIO, D. A prova escrita como instrumento de avaliação da aprendizagem do aluno de Ciências. Est. Aval. Educ, v. 22, n. 49, p. 259-284, 2011.

PRADO, C. et al. Seminários na perspectiva dialética: experiência na disciplina de Administração em Enfermagem. Acta Paul Enferm, n. 24, v. 4, pg. 582-5, 2011.

SANT’ANNA, Ilza Martins. Por que avaliar? como avaliar?: critérios e instrumentos. Petrópolis: Vozes, 1995.

SILVA, I. I. C; MACIEL, J. A. C. Uso do portfólio na avaliação para aprendizagem na disciplina de Didática do Ensino Superior. Atas CIAIQ, 2018.

PAIVA, M. R. F et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: Revisão integrativa. Sanare, v.15, n.2, p.145-153, 2016

ROMAN, C. et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem no processo de ensino em saúde no Brasil: uma revisão narrativa. Clinical & Biomedical Research, v.37, n.4, p.349-357, 2017.

BALDICERA, C. R et al. Uso do portfólio como metodologia ativa no mestrado profissional em saúde materno infantil. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, v. 18, n. 1, p. 197206, 2017.

VILARINHO, L. R. G et al. O Portfólio como Instrumento de Avaliação: uma análise de artigos inseridos na base de dados e-AVAL. Avaliação, v. 9, n. 26, p. 321-336, 2017.

CARVALHO,L. M. O; MARTINEZ, C. L. T. Avaliação formativa: a auto-avaliação do aluno e a autoformação de professores. Ciência & Educação, v. 11, n. 1, p. 133-144, 2005.

BELÉM, J. M et al. Avaliação da aprendizagem no estágio supervisionado de Enfermagem em saúde coletiva. Trab. Educ. Saúde, v. 16 n. 3, p. 849-867, 2018.

GUEDES-GRANZOTTI, R.B. et al. Metodologias Ativas e as Práticas de Ensino na Comunidade: sua importância na formação do Fonoaudiólogo. Distúrbios Comunicação, São Paulo, v.27, n.2, p.369-374, 2015.

CAVALCANTE, L. P. F; MELO, M. A. Avaliação da aprendizagem no ensino de graduação em saúde: concepções, intencionalidades, reflexões. Avaliação, v. 20, n. 2, p. 423-442, 2015

BLOOM, B.; HASTINGS, J. T.; MADAUS, G.F. Manual de Avaliação Formativa e Somativa do Aprendizado Escolar.1983

CARMINATTI, S. S. H; BORGES, M, K. Perspectivas da avaliação da aprendizagem na contemporaneidade. Est. Aval. Educ., v. 23, n. 52, p. 160-178, 2012.

BRASIL, Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9.394/96. Brasília:1996.

VITO, D. Z.; SZEZERBATZ, R. P. A avaliação no ensino superior: a importância da diversificação dos instrumentos no processo avaliativo. Revista da Educação, Umuarama, v. 17, n. 2, p. 221-236, jul./dez. 2017.

GALOCHA, C; POLETO, S. S; TAVARES, M. Avaliação no ensino superior: Paradoxos e desafios. Revista ambiente e educação, v.10, n.1, pg.25-35, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-075

Refbacks

  • There are currently no refbacks.