Aplicação de AIB em estacas caulinares de araçazeiro / Application of AIB in araçazeiro caulinary piles

Welma Faria Carvalho, Flavio Henrique Martins Ribeiro, Cleiton Mateus Sousa

Abstract


O araçá (Psidium guinnensis) é um fruto nativo do Cerrado brasileiro da família Myrtaceae. Importante fonte de vitamina C, o araçazeiro possui ampla disseminação, cuja propagação sexuada é predominante para a espécie. A propagação por estaquia é uma alternativa para propagação da espécie. Com isso objetivou-se avaliar a aplicação de ácido indolbutírico na formação de raízes adventícias em estacas caulinares de araçazeiro. Foram preparados dois tipos de estacas (com duas folhas e sem folha), padronizadas no tamanho de aproximadamente 10 cm de comprimento e no mínimo três gemas. Após o preparo das estacas, um terço da mesma foi imerso em solução de auxina nas concentrações de 0 e 4000 mg.L-1. Aplicação de AIB na concentração de 4000 mg.L-1 proporcionou melhores resultados para enraizamento, comprimento, volume, massa fresca e massa seca das raízes adventícias formadas.

 


Keywords


Psidium guinnensis. Propagação vegetativa. Estaquia. Auxina.

References


DAMIANI, C. Caracterização e agregação de valor aos frutos do Cerrado: valor aos frutos do Cerrado: Araçá (Psidium guineenses Sw.) e marolo (Annona crassiflora Mart.). Lavras:UFLA,2009,p.171.Disponívelem:http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/2800/1/TESE_Caracteriza%C3%A7%C3%A3o%20e%20agrega%C3%A7%C3%A3o%20de%20valor%20aos%20frutos%20do%20cerrado%20ara%C3%A7%C3%A1%20(Psidium%20guineensis%20Sw.)%20e%20marolo%20(Annona%20crassiflora%20Mart.).pdf. Acesso em: 23/07/2016.

SOUSA, C.M; SANTOS, M.P; CARVALHO, B.M. Enraizamento de estacas de maracujazeiro-doce (Passiflora alata Curtis). Científica, Jaboticabal, v.42, n.1, p.68-73, 2014.

SILVA, A. de S.; REGES, N. P. R.; MELO, J. K. de; SANTOS, M. P. dos; SOUSA, C. M. Enraizamento de estacas caulinares de ixora. Advances in ornamental horticulture and landscaping, v. 21, n. 2, p.201-208.

DIAS, P. C.; OLIVEIRA, L. S. de; XAVIER, A.; WENDLING, I. Estaca e miniestaca de espécies florestais lenhosas do Brasil. Pesq. Flor. Bras., Colombo, v. 32, n. 72, p. 453-462, out./dez.2012.Disponívelem:http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/388/289. Acesso em: 23/07/2016.

HARTMANN, H.T. et al. Plant propagation: principles and practices. 7.ed. New Jersey: Prentice-Hall, 2002. 880p.

YAMAMOTO, L.Y.; BORGES, R. de S.; SORACE, M.; RACHID, B. F.; RUAS, J. M. F.; SATO, O.; ASSIS, A. M. de; ROBERTO, S. R. Enraizamento de estacas de Psidium guajava L. ‘Século XXI’ tratadas com ácido indolbutírico veiculado em talco e álcool. Ciência Rural, SantaMaria,v.40,n.5,p.10371042,2010.Disponívelem:http://www.scielo.br/pdf/cr/v40n5/a585cr2325.pdf. Acesso em: 29/07/2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-025

Refbacks

  • There are currently no refbacks.