Desenvolvimento de uma Tecnologia Educacional: o Jogo Sério para o Ensino de Curativos / Development of an Educational Technology: The Serious Game for Teaching Dressings

Kátia Carola Santos Silva, Mariana Boulitreau Siqueira Campos Barros, Luiz Miguel Picelli Sanches, Joel Azevedo de M. Neto, Chardsongeicyca Maria Correia da Silva Melo, Antonio Jorge Ferreira Delgado Filho, Magaly Bushatsky, Sear-Jasube de Oliveira Alves

Abstract


O presente estudo busca descrever o desenvolvimento de um jogo sério, bem como sua aplicabilidade como ferramenta de ensino da semiotécnica relacionada à realização de curativos entre discentes do curso de enfermagem. Trata-se de um relato de experiência para o desenvolvimento de um Jogo Sério denominado de “Injury Care Simulator” em cinco etapas adaptadas do proposto por Roger (2014). Apresenta como cenário principal uma enfermaria em âmbito hospitalar, com ícones cujo objetivo é a correta seleção de materiais para a realização de curativos conforme cada fase e temas abordados. É constituído por casos clínicos de níveis crescentes de dificuldade composto por um layout simples contendo no canto superior da tela o Prontuário, o Leito, e a Seringa.


Keywords


Jogo, Educação em enfermagem, curativos

References


BARATIERI, T; SANGALETI, C.T; TRINCAUS, M.R. Conhecimento de acadêmicos de enfermagem sobre avaliação e tratamento de feridas. Rev Enferm Atenção Saúde [Online]. jan/jun 2015; 4(1):2-15.

BORDINI RA, et. al. Avaliação do Protótipo de um game educacional de Música. Nuevas Ideas en Informática Educativa. TISE, 2014.

CASTRO, T.C; GONÇALVES, L.S. Uso de gamificação para o ensino de informática em enfermagem. Rev. Bras. Enferm. vol.71 no.3 Brasília May/June 2018

DAMASCENO, E.F; NARDI, P.A; SILVA, A.K.A; FERNADO. L; LOPES, B; FERNANDES, A. M; A Serious Game as a Strategy for Health Promotion in Combating Drug Misuse. J Bras Tele. 2016;4(2):237-245

DEGUIRMENDJIAN, S.C; MIRANDA, F.M; ZEMMASCARENHAS, S.H; HELENA, S. Serious Game developed in health: Integrative Literature Review Juego Serio desarrollado en salud: Revisión Integradora de la Literatura. J. Health Inform. 2016 Julho-Setembro; 8(3):110-16

FRAGELLI, T. B. O.Gamificação como um processo de mudança no estilo de ensino aprendizagem no ensino superior: um relato de experiência. Rev. Inter. Educ. Sup. Campinas, SP v.4 n.1 p.221-233 jan./abr. 2017.

FERREIRA, A.M; BOGAMIL, D.D.D; TORMENA, P.C. O enfermeiro e o tratamento de feridas: em busca da autonomia do cuidado. Arq Ciênc Saúde 2008 jul-set;15(3):105-9.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 57. ed. Rio de Janeiro/são Paulo: Paz e Terra, 2018. 143 p.

GEOVANINI, T. Tratado de feridas e curativos: enfoque multiprofissional. São Paulo. Rideel,2014

GURGEL PC, FERNANDES MC. Jogos educacionais no ensino da enfermagem em saúde coletiva: relato de experiência. Rev enferm UFPE on line., Recife, 9(9):9320-3, set., 2015.

JANUSZEWSKI, Al; MOLENDA, Michael. Educational Technology: A Definition with Commentary. 2. ed. Philadelphia: Routledge, 2013. 384 p.

MARCHIORI, P. Z. Gamificação, elementos de jogos e estratégia: uma matriz de referência. InCID: R. Ci. Inf. e Doc., Ribeirão Preto, v. 6, n. 2, p. 44-65, set. 2015/fev. 2016.

MEC; CONSED; UNDIME. Base Nacional Comum Curricular (BNCC).: Educação é a Base. Brasília: Mec, 2017. 600 p. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

NIETSCHE, Elisabeta Albertina; TEIXEIRA, Elizabeth; MEDEIROS, Horácio Pires. Tecnologias Cuidativo-educacionais:uma possibilidade para o empoderamento do(a) enfermeiro(a). Porto Alegre: Moriá Editora, 2014. 208 p.

PAULO, v. 1, n. 48, p.1-20, jan. 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

ROCHA, R.V; PEDREO, L.Z; BITTENCURT, I.I; ISOTANI,S; ZEM-LOPES, A.M. Metodologia de Desenvolvimento de Jogos Sérios: especificação de ferramentas de apoio open source. Revista Brasileira de Informática na Educação, Volume 24, Número 3, 2016

ROGERS, Y.; SHARP, H. & PREECE, J. Design de Interação: além dea interação humano-computador. 3. ed. Porto Alegre, Brasi: Bookman, 2013.

RAMOS, Carlos Frank Viga et al. Education practices: research-action with nurses of Family Health Strategy. Revista Brasileira de Enfermagem, [s.l.], v. 71, n. 3, p.1144-1151, maio 2018. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0284.

SMANIOTTO, P.H.S; GALLI R; CARVALHO, V.F; FERREIRA, M.C. Tratamento clínico das feridas – curativos. Rev Med (São Paulo). 2010 jul.-dez.;89(3/4):137-41 .

SILVA, A.C.O; FILHO, E.S.D; SOUSA, G.R.S; SILVA, J. F. S; SILVA, A. L; ARAUJO, C. M. S. As principais coberturas utilizadas pelo enfermeiro. Rev. UNINGÁ. Vol.53, n. 2, pp.117-123(Jul-Set 2017).

SILVA, R.S; PAIXÃO, G.P.N; LINS, D.B; JESUS, R.A; PEREIRA. A Estudo de caso como uma estratégia de ensino na graduação: Percepção dos graduandos em enfermagem. Rev Cuid 2014; 5(1): 606-12 Paulo freire – A pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa/Paulo Freire – 57ª edição Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2018

SAHB, Warlley Ferreira; ALMEIDA, Fernando José de. TECNOLOGIA COMO DIREITO HUMANO: ACESSO, LIBERDADE, USOS E CRIAÇÃO. Interações, São

SOUSA, Leilane Barbosa de et al. PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO BRASIL: A ATUAÇÃO DA ENFERMAGEM. Revista de Enfermagem, Rio de Janeiro, v. 1, n. 18, p.55-60, jan. 2010.

WALLON, HENRI. A evolução psicológica da criança. Lisboa: Edições 70, 1995.




DOI: https://doi.org/10.38152/bjtv3n1-003

Refbacks

  • There are currently no refbacks.