Do lixo para a indústria: recuperação de enzimas colagenolíticas obtidas a partir de resíduos intestinais de peixes para aplicação industrial/ From waste to the industry: recovery of collagenolytic enzymes obtained from fish intestinal residues for industrial application

Jessica Costa da Silva, Julyanne Victória dos Santos Ferreira, Nilson Fernando Barbosa, Beatriz de Aquino Marques Costa, Quesia Jemima da Silva, Sabrina Roberta Santana da Silva, Vagne de Melo Oliveira, Ana Lúcia Figueiredo Porto

Abstract


O aumento da produção e consumo de peixes têm gerado uma grande quantidade de resíduos sólidos: ossos, pele, escamas e vísceras digestivas (intestino, fígado, estômago). Com o intuito de aproveitar esses subprodutos, são extraídas diversas biomoléculas, entre elas, a colagenase, enzima capaz de clivar o colágeno. O objetivo deste trabalho foi selecionar e extrair enzimas colagenolíticas a partir de resíduos de peixes como potencial para aplicação biotecnológica. O material biológico das espécies em estudo passou pelos processos de separação, maceração e homogeneização. O de robalo-flecha (Centropomus undecimalis) (102,41 ± 0,00 U/mg) foi a espécie que apresentou maior atividade colagenolítica dentre as demais espécies: anchova (Pomatomus saltatrix) (82,24 ± 0,00 U/mg), xixarro amarelo (Caranx bartholomaei (26,66 ± 0,00 U/mL), pampo (Trachinotus carolinus) (89,00 ± 0,07 U/mg), tambaqui (Colossoma macropomum) (78,23 ± 0,00 U/mg) e tilápia-do-Nilo Oreochromis niloticus (81,96 ± 0,01 U/mg). A partir desses resultados observou-se que o robalo-flecha (C. undecimalis) apresenta um possível potencial para aplicação biotecnológica, aumento do lucro das indústrias de pescados, além de reduzir o descarte inadequado ao meio ambiente.


Keywords


biotecnologia, enzima, peixes, subprodutos.

Full Text:

PDF

References


DABOOR, S.M., BUDGE, S.M., GHALY, A.E., BROOKS, M.S., DAVE, D. Isolation and activation of collagenase from fish processing waste. Advances in Bioscience and Biotechnology, v.3, p.191- 203, 2012.

FAO. 2020. The State of World Fisheries and Aquaculture 2020. Sustainability in action. Rome. https://doi.org/10.4060/ca9229en

LIMA-JUNIOR, E. M.; PICOLO, N.S.; MIRANDA, M. J.B.; RIBEIRO, W.L.C.; ALVES, A.P.N.N.; FERREIRA, G.E.; PARENTE, E.A.; MORAES-FILHO, M.O.; Uso da pele de tilápia (Oreochromis niloticus), como curativo biológico oclusivo, no tratamento de queimaduras. Revista Brasileira de Queimaduras, n.16, v. 1, p.10-17, 2017

OLIVEIRA, V.M.; CARNEIRO CUNHA, M.N.; NASCIMENTO, T.P.; ASSIS, C.R.D.; BEZERRA, R.S.; PORTO, A.L.F. Collagen: general characteristics and production of bioactivepeptides - a review withemphasisonbyproducts of fish. ActaFish, v.5, n.2, p.70-82, 2017a.

OLIVEIRA, V.M., CARNEIRO CUNHA, M.N., ASSIS, C.R.D., NASCIMENTO, T.P., HERCULANO, P. N., CAVALCANTI, M.T.H., PORTO, A. L. Colagenases de pescado e suas aplicações industriais. Pubvet, v.11, n.3, p.243-255, 2017b.

OLIVEIRA, V.M.; SILVA, J.C.; SILVA, Q.G.; PORTO, A.L.F. Purificação parcial de biomoléculas extraídas dos resíduos sólidos do pescado beneficiado em Petrolândia-PE. In: AGUIAR, A.C.; SILVA, K.A.; GIOVANETTIEL-DEIR, S. (Org.). Resíduos sólidos: impactos ambientais e inovações tecnológicas. 1ed. Recife: EDUFRPE, 2019, p.127-139.

PINTO, B.V.V.; BEZERRA, A.E.; AMORIM, E.; VALADÃO, R.C.; OLIVEIRA, G.M. O resíduo de pescado e o uso sustentável na elaboração de co-produtos. Revista Mundi Meio Ambiente e Agrárias, v.2, n.2, p. 1-26, 2017.

SILVA, G.C.O.; SILVA, S.S.; CARVALHO, J.W.P.; GUEDES, F.S.; LOSS, R.A. Obtenção e caracterização físico-química e microbiológica da gelatina de resíduos de matrinxã (Bryconamazonicus) e tambaqui (Colossoma macroponum). Acta of Fisheries and AquaticResources, v.6, n.1, p.74-84, 2018.

SMITH, P.K.; KROHN, R.I.; HERMANSON, G.T.; MALLIA, A.K.; GARTNER, F.H.; PROVENZANO, M.Z.; FUJIMOTO, E.K.; GOEKE, N.M.; OLSON, B.J.; KLENK, D.C. Measurement of proteinusingbicinchoninicacid. AnalitycalBiochemistry, v.150, n.1, p.76-85, 1985.




DOI: https://doi.org/10.38152/bjtv3n4-006

Refbacks

  • There are currently no refbacks.