Benefícios corporais e mentais em adultos através da prática da dança de salão / Body and mental benefits in adults through the practice of salon dance

Elisângela de Andrade Aoyama, Denes Júnio da Silva Carvalho, Sara Clemente Lemos, Laís Tamie Andrade Aoyama, Ludmila Rocha Lemos

Abstract


A dança de salão é caracterizada por empregar benefícios na vida social e pessoal dos indivíduos que a praticam, possibilitando sentimentos que se expressam através dos movimentos realizados. Assim, essas sensações são positivas em relação a mente e o corpo, adquirindo uma noção corporal e emocional, na intenção de favorecer a percepção corporal dos praticantes e introduzir a autorealização e satisfação corporal, levando essas contribuições para o meio social e pessoal. Com diferentes níveis de habilidade motora entre os indivíduos é possível a elaboração de estratégias que possibilitam a aprendizagem efetiva apropriadas para cada pessoa. O presente estudo buscou descrever os benefícios físicos, psicológicos e fisiológicos que a dança de salão promove. A pesquisa de campo foi aplicada para amostra de 30 alunos de dança de salão, na faixa etária de 18 a 47 anos, utilizando questionário com dez perguntas objetivas, com o intuito dos participantes se autoavaliarem e perceberem os reais benefícios da dança. Os dados obtidos evidenciaram o aumento da autoestima (93%) seguidos de 90% que afirmaram diminuir o estresse após praticar a dança e a melhoria na comunicação (83%). Mais de 90% afirmaram ainda sentir-se mais dispostos fisicamente, aumentaram o bem-estar psicológico e obtiveram algum benefício por meio da dança de salão. Desta forma, é possível afirmar que a pesquisa esclarece as dúvidas sobre os benefícios após a realização das atividades e também melhora, nas mais diferentes áreas, a vida de cada praticante.


Keywords


Bem-estar, corpo e dança de salão.

References


Rodrigues MB, Correia RW. Produção acadêmica sobre dança nos periódicos nacionais de Educação Física. Rev. Bras. Educ. Fís. Esporte. 2013

Teixeira FSS, Souza TM. A dança circular na resolução de situações-problema em alunos de Educação Física. Motriz: Rev. Educ. Fis. (Online). 2010;

Fonseca CC, Vecchi LR, Gama FE. A influência da dança de salão na percepção corporal. Motriz: Rev. Educ. Fís. 2012;

Brasileiro TL. Na dança tanto seu objeto quanto seu instrumento profissional é o próprio corpo. Rev. Bras. Ciên. Esporte.2013;

Reis MB, Liberman F, Carvalho RS. Das inquietações ao movimento: um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), a clínica e uma dança. Interface (Botucatu), ahead of print Epub. 2017.

Kleinubing DN, Saraiva CM, Franscischi GV. A dança no Ensino Médio: reflexões sobre estereótipos de gênero e movimento. Rev. Educ. Fis. UEM. 2013;

Liberman F, Lima AFME, Maximino SV, Carvalho MY. Práticas corporais e artísticas, aprendizagem inventiva e cuidado de si. Fractal, Rev. Psicol. 2017;

Ribeiro TR, Larangeira CL, Albuquerque VL, Gouvêa SRB, Chilinque LT. A dança como política do encontro com pessoas e lugares. Fractal, Rev. Psicol. 2017;

Machado TL. Dançaterapia no autismo: um estudo de caso. Fisioter. Pesqui. 2015;

Assumpção V, Macara A, Januário C, Wachowicz F. Estudo preliminar: Validação do questionário “CDC – Corpo, Dança e Comunidade” para adolescentes de 12-18 anos. Psicologia. 2016;

Guimarães ACA, Scotti VA, Soares A, Fernandes S, Machado Z. Percepção da qualidade de vida e da finitude de adultos de meia idade e idoso praticantes e não praticantes de atividade física. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. 2012;

Lancha J. Nutrição aplicada à atividade motora. Rev. Bras. Educ. Fís. Esporte. 2011;

Marcon F. O kuduro como expressão da juventude em Portugal: estilos de vida e processos de identificação. Soc. estado. 2013;

Guidarini SCF, Schenkel CI, Kessler CV, Benedetti BRT, Carvalho T. Dança de salão: respostas crônicas na pressão arterial de hipertensos medicados. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. 2013

.

Shibukawai MR, Guimarães ACA, Machado Z, Soares A. Motivos da prática de dança de salão nas aulas de educação física escolar. Rev.bras.educ.fís.esporte. 2011;


Refbacks

  • There are currently no refbacks.