Quitosana em queijo Minas frescal: ação antibacteriana sob cepa patogênica e nos atributos sensoriais / Chitosan in cheese Mines frescal: antibacterial action under pathogenic strain and in sensory attributes

Rosana Bezerra de Melo Pereira, Roberta Albuquerque Bento da Fonte, Dayane de Melo Barros, Erilane de Castro Lima Machado, Michelle Galindo de Oliveira, Danielle Feijó de Moura, Celiane Gomes Maia da Silva

Abstract


O queijo Minas frescal é um laticínio de ampla aceitação no mercado, entretanto, é bastante suscetível a contaminações por patógenos como Staphylococcus aureus, necessitando de atenção quanto à forma de conservação. Buscando prolongar a vida útil, mantendo a qualidade do alimento, o uso de antimicrobianos naturais como a quitosana, tem recebido grande enfoque. Diante disso, objetivou-se avaliar a ação antibacteriana da cobertura de quitosana em queijo minas frescal sob Staphylococcus aureus. A CBMe CIM foram determinadaspelo teste de macrodiluição em caldo queijo. Os ensaios de interferências da quitosana sobre a cinética de inibição bacteriana foi realizado através do método de contagem de células viáveis. As amostrasforam submetidas às analises físico-químicas e sensoriais. O comportamento da de S. aureus frente à quitosana foi comprovadoem todas as concentrações utilizadas (5mg/mL e 20mg/mL). As análises físico-químicas com quitosana demonstraram discretas diferenças comparadas a amostra controle. Sensorialmente, ambas as amostras com quitosana apresentaram bons resultados, com notas variando entre 6,30 a 8,35. Portanto, os resultados refletem uma boa perspectiva dautilização de quitosana para a conservação de queijo Minas frescal.

 


Keywords


laticínio, patógenos, conservação,qualidade, segurança.

References


ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR12994: Análise sensorial dos alimentos e bebidas. Rio de Janeiro, 1993.

ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR14141: Escalas utilizadas em análise sensorial dos alimentos e bebidas. Rio de Janeiro, 1998.

ALI, A.; MUHAMMD, M. T. M.; SIJAM, K.; SIDDIQUI, Y. Effect of chitosan coatings on the physicochemical characteristics of Eksotika II papaya (Carica papaya L.) fruit during cold storage. Food Chemistry, v. 124, p. 620-626, 2011.

ALTIERI, C., SCROCCO, C., SINIGAGLIA, M., DEL NOBILE, M.A, J. Use of Chitosan to Prolong Mozzarella Cheese Shelf Life.Journal of Dairy Science, v. 88, n. 8, p. 2683-2688, 2005.

AMARAL, L. A.; DIAS, L. T.; NADER FILHO, A.; ISA, H.; ROSSI JR, O. D. Avaliação da eficiência da desinfecção de teteiras e dos tetos no processo de ordenha mecânica de vacas. Pesquisa Veterinária Brasileira, Seropédica, v. 24, n. 4, p. 173-177, 2004.

ARRUDA, M. L. T.; NICOLAU, E. S.; REIS, A. P.; ARAÚJO, A. S; MESQUITA, A.J. Ocorrência de Staphylococcus coagulase positiva em queijos Minas tipos frescal e padrão comercializados nas feiras-livres de Goiânia-GO. Revista Instituto Adolfo Lutz, v. 66, n. 3, p. 292-298, 2007.

ASSIS, A. S. Produção e caracterização do biofilme de quitosana como envoltório protetor em morangos.89p.2009. Tese (Doutorado em nutrição). Universidade Federal de Pernambuco, CCS, Nutrição. Recife, Brasil. 2009.

ASSIS, O. B. G; ALVES, H. C. Metodologia mínima para a produção de filmes comestíveis de quitosana e avaliação preliminar de seu uso como revestimento protetor em maçãs cortadas. Instrumentação Agropecuária, São Carlos/SP. Comunicado Técnico - Embrapa. n. 49, 5p , 2002.

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - AOAC. Official methods of analysis of the association analytical chemists. v.1, 18.ed. Maryland: AOAC, 2005.

ASSUMPÇÃO, E. G.; PICCOLI-VALLE, R. H.; HIRSCH, D.; ABREU, L.R. Fontes de contaminação por Staphylococcus aureus na linha de processamento de queijo prato.Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v.55, n.3, 2003.

BENTO, R.A.; STAMFORD T.L.M.; STAMFORD, T.C.M.; ANDRADE, S.A.C.; SOUZA, E.L. Sensory evaluation and inhibition of Listeria monocytogenes in bovine pâté added of chitosan from Mucorrouxii. Food Science and Technology, v. 44, n.2, p. 588-591, 2011.

BESINELA JÚNIOR, E; MONARIM, M. M. S.; CAMARGO, M.; MAHL, C. R. A.; SIMÕES, M. R.; SILVA, C. F. Efeito de diferentes biopolímeros no revestimento de mamão (Carica Papaya L) minimamente processado. Varia Scientia Agrárias, v. 1, n. 1, p. 131-142, 2010.

Bligh, E.G.; Dyer, W.J. A rapid method of total lipid extraction and purification.

Canadian Journal of Biochemistry and Physiology, v.37, p.911. 1959.

BOTREL, D. A.; SOARES, N. F. F.; GERALDINE, R. M.; PEREIRA, R. M.;

FONTES, E. A. F. Qualidade de alho (Allium sativum) minimamente processado envolvido com revestimento comestível antimicrobiano. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.27, n. 1, p. 32-38, 2007.

BRASIL. Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal. DIPOA. Portaria nº 146 de 07 de março de 1996. Regulamentos técnicos de identidade e qualidade de produtos lácteos, 1996.

BRASIL. Resolução RDC ANVISA/MS nº12, de 02 de Janeiro de 2001. Regulamento Técnico sobre os Padrões Microbiológico para Alimentos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001. Seção 1, 2001.

BURT, S. Essencial Oils their antibacterial properties and potential aplication in foods a review. International Journal of food microbiology, v. 94, n. 03, p. 223-253, 2004.

CAMILI, E. C.; BENATO, E. A.; PASCHOLATI, S. F.; CIA, P. Avaliação de quitosana, aplicada em pós-colheita, na proteção de uva ‘Itália’ contra Botrytis cinérea. Summa Phytopathologica, v.33, p.3, p.215-221, 2007.

CARVALHO, J. D. G.; VIOTTO, W. H.; KUAYE, A. Y. The quality of Minas Frescal cheese produced by different technological processes. Food Control, n. 18, p. 262–267, 2007.

CHINELATE, G.C.B.Gelado comestível à base de leite de búfala com ingredients funcionais: aplicação de linhaça (linum usitatissunum l) e quitosana. Dissertação (Mestrado em ciência e tecnologia de alimentos, Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Federal do Ceará – UFC. Fortaleza, 2011.

CHI, S.; ZIVANOVIC, S; PENFIELD, M. P. Application of chitosan films with oregano essential oil on bologna- active compounds and sensory attributes. Food Science and Technology International, v. 12, n.2, p. 111-117, 2006.

DAMIAN, C. Efeito da quitosana na digestibilidade aparente da gordura e na qualidade de salsichas Frankfurt.154p.2005.Tese (Doutorado em Nutrição).Florianópolis, Brasil, 2005.

DOTTO, G. L.; GREVINELI, A. C.; OLIVEIRA, A.; PONS, G.; PINTO, L. A. A. USO de quitosana como filme microbiológico para o aumento da vida útil de mamões papaia. Anais do 17º Congresso de Iniciação Científica e 10º encontro de pós-graduação. Rio Grande, RS., 2008.

FAI, A. E. C.; STAMFORD, T. C. M.; STAMFORD, T. L. M. Potencial Biotecnológico de Quitosana em Sistemas de Conservação de Alimentos.Revista Iberoamericana de Polímeros, v. 9, n. 3, p. 435-451, 2008.

FAI, A. E. C.; STAMFORD, T. C. M.; STAMFORD, T. L. M. Potencial Biotecnológico de Quitosana em Sistemas de Conservação de Alimentos.Revista Iberoamericana de Polímeros, v. 9, n. 3, p. 435-451, 2008.

FERREIRA, B. G. Pesquisa de Staphylococcus aureus em queijo tipo Minas Frescal comercializado na região do triângulo mineiro. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 34, n. 3, p. 575-589, 2010.

GRECO F.A, CUBITTO M.A, RODRÍGUEZ M.S. Evaluación de la actividad antimicrobiana del quitosano sobre Candida Krusei en jugo de manzana. En Resumos do IV Simposio Íbero-americano de Quitina (IV SIAQ) 2007. Natal (Brasil): Sociedade Iberoamericana de Quitina, 2007.

HAN, C.; LEDERER, C.; MCDANIEL, M.; ZHAO, Y. Sensory evaluation of fresh strawberries (Fragaria ananassa) coated with chitosan-based edible coatings. Journal of Food Science, v.70, p.172-178, 2005.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA/ Estatística da Produção Pecuária 2012. Disponível em: acesso em abril de 2013.

JOLLES, P.; MUZZARELLI, R. A. A. Chitin and chitinases. Berlin:Birkhauser, 340 p., 1999.

KANATT, S.; CHANDER, R. SHAMA , A. Chitosan and mint mixture: a new perspective for meat and meat products. Food Chemical, v. 107, p. 845-852, 2008.

LI Y., CHEN X.G., LIU N., LIU C.S., LIU C.G., MENG X.H., YU L.J., KENEDY J.F., Physicochemical characterization and antibacterial property of chitosan acetates. Carbohydrate Polymer, v. 67, n. 2, p. 227-232, 2007.

LIFENG QI; et al., Preparation and antibacterial activity of chitosan nanoparticles. Carbohydrate Polymer, v. 339, p.2693-2700, 2004.

LOGUERCIO, A.P.; ALEIXO, J.A.G. Microbiologia de queijo tipo minas frescal produzido artesanalmente. Ciênc. Rural, Santa Maria, v.31, n.6, 2001.

MACHADO, E. C.; Características físico-químicas e sensoriais do queijo Minas artesanal produzido na região do Serro, Minas Gerais. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 24, n. 4, p. 516-521, 2010.

MANOLOPOULOU, E.; SARANTINOPOULOS, P.; ZOIDOU, E.; AKTYPIS, A.; MOSCHOPOULOU, E.; KANDARAKIS, I. G.; ANIFANTAKIS, E. M. Evolution of microbial populations during traditional Feta cheese manufacture and ripening. Int. J.Food Microbiol. v. 82, n. 2, p. 153-161, 2003.

MENDES, A. A.; OLIVEIRA, P. C.; CASTRO, H. F.; GIORDANO, R. L. C. Aplicação de quitosana como suporte para a imobilização de enzimas de interesse industrial.Quimica Nova, vol. 34, n. 5, p. 831-840, 2011.

MIRANDA, M. E. S. Caracterização físico-química, bioquímica, microscópica, e sensorial, da N-carboximetilquitosana em solução e filme.152p.2004. Tese (Doutorado em ciência e tecnologia de alimentos),Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Santa Catarina, Brasil, 2004.

MONTEIRO, A. A.; PIRES, A. C. S.; ARAÚJO, E. A. Tecnologia de Produção de Derivados de Leite. 81p. Viçosa: Editora UFV, 2007.

OLIVEIRA, J. S. Queijo: fundamentos tecnológicos. Editora Icone. São Paulo. 146p. 1986.

ORNELAS, E. A. Diagnóstico preliminar para caracterização do processo e das condições de fabricação do queijo artesanal da Serra da Canastra. 2005. 88f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária), Escola de Veterinária,Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

OUATTARA, B.; SIMARD, R. E.; HOLLEY, R. A.; PIETTE, G. J. P.; BEGIN, A. Inhibition of surface spoilage bacteria in processed meats by application of antimicrobial films prepared with chitosan.International Journal of Food Microbiology. v. 6, p. 2139–148, 2000.

PEREIRA, M. M. G.; LIMA, M. T.; SANTANA, M. de F. S. Queijo Minas Frescal.Comunicado Técnico,Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Piauí. n. 12, p. 1-4, 2006.

PORTER, W. L.; BLACK, E. D.; DROLET, A. M. Chitin and Chitosan as Novel Protective Food Ingredients .In: U.S Army Natick RD&E Center, Natick, MA, Marine Polymer Technologies, Danvers, MA, 2000.

RHODES, J., ROLLER, S. Antimicrobial actions of degraded and native chitosan against spoilage organisms in laboratory media and foods. App. Environ Microbiol, v.60, p. 80-86, 2000.

ROCHA, J. S.; BURITI, F. C. A.; SAAD, S. M. I. Condições de processamento e comercialização de queijo-de-minas frescal. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 58, n. 2, p. 263-272, 2006.

ROSA, V.P. Efeitos da atmosfera modificada e da irradiação sobre as características microbiológicas, físico-químicas e sensoriais do queijo Minas frescal.155p.2004. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, 2004.

SAGDIÇ, O. Sensitivity of four pathogenic bacteria to Turkish thyme and oregano hydrosols.LWT - Food Science and Technology,v. 36, n. 55, p. 467-473, 2003.

SANTOS, C. A. A.; CASTRO, J. V.; PICOLI, A. A.; ROLIM, G. S. Uso de quitosana e embalagem plástica na conservação pós-colheita de pêssegos ‘Douradão’. Revista Brasileira de Fruticultura, v.30, p.88-93, 2008.

SOARES FILHO, J. M. ; COUTINHO, E. P. ; MOREIRA, R. T. ; SANTOS, E. P. ; HOLANDA, H. D. ; SOUZA, S. ; MENDONCA, S. L. R. . Análise da aceitação de queijos coalhos condimentados com diferentes concentrações de óleo essencial de erva-doce.In: I Jornada Nacional da Agroindústria, 2006, Bananeiras-PB. Anais da I Jornada Nacional da Agroindústria, 2006.

SOUZA, N.B. Ação antimicrobiana de bacteriocina produzida por Lactobacillus sakei: uma análise de resistência e aplicação em queijo minas frescal. 93p.2017. TCC (Engenharia de Alimentos). Universidade Federal do Pampa, Bagé, 2017.

STAMFORD, T. C. M.; MONTENEGRO, T.; CAVALCANTE, H. M. DE M.; OLIVEIRA, R.; CAMPOS-TAKAKI, G. M. Microbiological Chitosan: Potential Application as Anticariogenic Agent. In: Adriano O. Andrade; Adriano Alves Pereira; Eduardo L. M. Naves; Alcimar B. Soares. (Org.). Microbiological Chitosan: Potential Application as Anticariogenic Agent. 1ed.Rijeka: InTech, v. , p. 229-244. 2013.

STATSOFT. Statistic for Windows 5.1. CD ROM. Tulsa, StatSoft Inc,1997.

VIEIRA, S.M. Biscoito tipo cookie com adição de quitosana. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos),Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2001.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.