Avaliação microbiológica das bancas do mercado central em São Luís-MA / Microbiological evaluation of central market banks in São Luís-MA

Pedro da Silva Gerônimo Neto, Margareth Santos Costa Penha, José Lima Pereira Filho, João Marcelo Saraiva Ferreira, Pablo de Matos Monteiro, Ananda Maria Lira Lima, Ana Zélia Silva

Abstract


A feira é um espaço que se firma um importante fator econômico e meio de sobrevivência para as populações de diferentes localidades. Diversos estudos realizados comprovam e demonstram condições precárias de higiene nesses espaços e, somado a isso, o mínimo conhecimento dos feirantes sobre as boas práticas de manipulação e comercialização. O presente trabalho teve como objetivo principal a avaliação microbiológica das bancas do mercado central da cidade em São Luís - Maranhão. Os experimentos foram realizados no Laboratório Microbiologia de Alimentos do curso de Farmácia da Universidade Federal do Maranhão, no qual os procedimentos foram: a utilização da técnica de isolamento pelo método de esgotamento, o cultivo em placas de ágar seletivos (MacConkey, Sabouraud e Batata) e não seletivos (Nutriente) para o crescimento de colônias de bactérias, fungos filamentosos e leveduras. Verificou-se que todas as bancas analisadas obtiveram crescimento de microrganismos, no qual atestam a contaminação das mesmas. A banca onde se comercializava remédios naturais, obteve resultado negativo para o ágar MacConkey (bactérias Gram-negativas) e positivos para os demais. As outras bancas analisadas, frutas e legumes, pescados, condimentos e açougue, obtiveram crescimento de colônias de bactérias, fungos filamentosos e leveduras. Portanto, é importante frisar que as feiras, embora seja uma fonte de trabalho para muitos, se mostram inadequadas por servirem de veículo para microrganismos deteriorantes e patogênicos, mostrando uma higienização deficiente para a comercialização dos produtos. Os resultados obtidos apontam para necessidade de um trabalho, por parte dos órgãos competentes, no sentido de esclarecer e treinar os feirantes para que se obtenha mais higiene e qualidade nos produtos a serem vendidos.


Keywords


avaliação microbiológica; mercado central; bancas; alimentos.

References


: FREITAS, Maria Karoliny Vieira; BARBOSA, Talles Henrique Pereira; COUTO, Emanuel Pereira. Análise Microbiológica de carne suína in natura comercializada em feira livre da cidade de Luziânia – GO, Brasil. 2018.

: ALMEIDA, Mirella Dias; PENA, Paulo Gilvane Lopes. Feira livre e risco de contaminação alimentar: estudo de abordagem etnográfica em Santo Amaro, Bahia. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 35, n. 1, p. 110, 2014.

: COUTINHO, Edilma P. et al. Condições de higiene das feiras livres dos municípios de Bananeiras, Solânea e Guarabira. X Encontro de Extensão, p. 1-9, 2006.

: FURLANETO, Luciana; MENDES, Soraya. Análise microbiológica de especiarias comercializadas em feira livre e em hipermercados. Alimentos e Nutrição Araraquara, v. 15, n. 2, p. 87-91, 2008.

: SOUZA, Clesio Morgado. Análise microbiológica da carne suína in natura comercializada em feiras livres da Microrregião do Brejo Paraibano, 2014.

FRITZEN et al. Análise microbiológica de carne moída de açougues pertencentes a 09 regional de saúde do Paraná. Higiene Alimentar. v. 20, n. 144, set. 2006.

PINHEIRO, R.; SÁ, J. S. O processo de comercialização dos produtos da agricultura familiar nas feiras livres de São Luís. Disponível em: . Acesso em: 23 de dezembro de 2019.

Lima CPS, Serrano NFG, Lima AWO, Sousa CP. Presença de Microrganismos Indicadores de Qualidade em Farinha e Goma de Mandioca (Manihot esculenta, Crantz). Ver APS. 2007 jan-jun; 10(1):14-19.

HANGUI, S. A. R.; FERREIRA, A. F.; DOURADO, A. T. S.; MARTINS, J. D.; VARGEM, D. S.; SILVA, J. R. Análise microbiológica da carne bovina moída comercializada na cidade de Anápolis, Goiás, Brasil. Revista Eletrônica de Farmácia, v. 12, n. 2, p. 30-38, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n6-118

Refbacks

  • There are currently no refbacks.