Pesquisa de protozoários pelo método de faust em alface (Lactuca sativa) comercializado em uma feira livre e um supermercado na região metropolitana de Belém-PA/ Survey of protozoa by the faust method on lettuce (Lactuca sativa) marketed in a free fair and a supermarket in the metropolitan region of Belém-PA

Lucas Araujo Ferreira, Weilla Patricia Cordeiro Silva, Mylena Correa Silva, Saulo Braga Estumano, Rafaela Marques Ribeiro, Normara Yane Mar da Costa

Abstract


A alface ( Lactuca sativa) é a hortaliça de maior consumo no país, faz parte do hábito alimentar do brasileiro. Nesse contexto é importante uma análise parasitológica dessa hortaliça, uma vez que os protozoários são os mais negligenciados, devido à dificuldade de visualização. Assim, o presente estudo buscou verificar as ocorrências de protozoários pela técnica de Faust ou centrifugo-flutuação em de alface comercializados em uma feira livre (FL) e um supermercado (S) de Belém-PA. Para isso foram coletados de Alface de uma feira livre e um supermercado da região Metropolitana de Belém-PA, os quais foram levados para o Laboratório de Parasitologia da Faculdade Integrada Brasil Amazônia (FIBRA). Foram processadas pela técnica de Faust. De cada amostra foram preparados 13 tubos contendo o material processado, disponível em 3 lâminas de cada,Entamobea spp. Apesar da baixa presença de estruturas parasitárias a visualização delas pela Técnica de Faust confirma a contaminação por protozoários, visto que a sensibilidade é alta para a técnica utilizada. Pode-se exigir que a ocorrência de parasitos nas de alface vem alertar sobre o risco de infecção pela população humana, bem como a necessidade de mais estudos quanto à presença de ovos de helmintos e cistos de protozoários, visto que este último pode não ser percebido em exames de rotina, devido aos números fatores.


Keywords


Parasitologia, Segurança alimentar, Contaminação.

References


DIAS, B.C.O.; GAZZINELLI, S.E.P. Verificação e identificação de formas parasitárias em culturas de alface (Lactuca sativa) na Estância Turística de São Roque. Scientia vitae. v.1, n.3, p.27-34, 2014.

FERNANDES, N. S. et al. Avaliação Parasitológica de Hortaliças: da Horta ao Consumidor Final. Revista Saúde e Pesquisa, v. 8, n. 2, p. 255-265, maio/ago. 2015.

MOURA, L. R.; SANTOS, T. E VIEGAS, A. A. PESQUISA DE PARASITOS EM ALFACE E COUVE PROVENIENTES DE FEIRAS DA REGIÃO CENTRAL E SUAS MEDIAÇÕES NA CIDADE DE ANÁPOLIS-GO. RESU – Revista Educação em Saúde: v. 3, n. 2, 2015.

PINTO, R. P. et al. ANÁLISE PARASITOLÓGICA DE ALFACES (Lactuca sativa L.)

COMERCIALIZADAS EM FEIRAS DE MUNICÍPIOS DO INTERIOR DO ESTADO

DO MARANHÃO. Centro Científico Conhecer - Goiânia, v. 15, n.28, p. 95 2018.

QUADROS, R. M. et al. Parasitos em alfaces (Lactuca sativa) de mercados e feiras livres de Lages - Santa Catarina. Revista Ciência & Saúde, Porto Alegre, v. 1, n. 2, p. 78-84, jul./dez. 2008.

RIBEIRO, G. M. R. et al. Avaliação parasitológica de alfaces (Lactuca sativa) comercializadas em feira livre e supermercados na cidade de Muriaé (MG). REVISTA CIENTÍFICA DA FAMINAS. v. 11, n. 2, maio-ago. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n6-110

Refbacks

  • There are currently no refbacks.