Polineuropatia periférica pós bypass gástrico: um relato de caso/ Gastric post-bypass peripheral polyneuropathy: a case report

Ana Cecilia Alves Silva Marques, Bruno Faria Coury, Alessandro Reis, Stael Machado Porto, Franco Fernandes Neto, Diego Carvalho Gomes de Moraes, Edson Antonacci Junior

Abstract


A obesidade é uma doença caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal em um nível que compromete a saúde dos indivíduos.O tratamento clínico e nutricional, dietas e reeducação alimentar, em adultos gravemente obesos, não apresentam resultado significativo em longo prazo, assim a cirurgia bariátrica é, atualmente, a ferramenta mais eficaz no controle e tratamento da obesidade mórbida.Dentre as complicações mais frequentes destacam-se os distúrbios nutricionais, porém as complicações neurológicas(CN) são as mais incapacitantes e com maior potencial de sequelas. JLAC, paciente do sexo masculino, 55 anos, submetido à cirurgia bariátrica(by-pass gástrico em Y-de-Roux)em julho de 2018,com índice de massa corporal(IMC) pré-cirúrgico de 51,78 kg.m2(155kg),foi admitido após três meses(IMC 41,76 kg.m2 -25kg)em Pronto Socorro queixando-se de astenia, falta de equilíbrio, dispneia aos pequenos esforços e diplopia.Iniciou há dez dias com dor em membros inferiores e fraqueza distal sendo que nos últimos três dias já não conseguia deambular sem ajuda.Estava em uso de suplementação oral desde a cirurgia e seguia a dieta prescrita pela nutricionista. Entretanto há quinze dias o paciente apresentara cólica renal com vômitos contínuos,sendo submetido a implante de cateter duplo J pela urologia, desde então sem dor, porém não voltara a tomar seus suplementos.Ao exame físico o paciente apresentava-se atáxico,com diminuição dos reflexos profundos e diplopia.Foi internado para realização de exames que apresentaram discreta anemia normocrômica e normocítica, insuficiência renal e à eletroneuromiografia evidenciou polineuropatia periférica predominantemente motora axonal.Realizou-se hidratação venosa com 1 ampola de complexo B e tiamina 500mg IV 8/8h por 3 dias, seguida de 250mg IV 8/8h até a alta.Evoluiu com melhora da dispneia em 24 h e recuperação parcial da força da musculatura respiratória Houve melhora progressiva da ataxia,força muscular em membros inferiores e da diplopia. Foi prescrito para casa suplementação oral e para o tratamento sintomático foi prescrito Tramadol e Pregabalina com controle da dor.Após a alta o paciente se recuperou bem,deambula com auxílio de andador,tem seguido a dieta e a suplementação prescrita e faz acompanhemento ambulatorial.O diagnóstico final nas NP é dado pela eletroneuromiografia que apresentam na maioria um padrão axonal em casos de deficiência vitamínica sendo a reposição destes elementos o principal tratamento específico.


Keywords


Polineuropatias , Cirurgia Bariátrica, Bypass Gástrico

References


World Health Organization. Obesity: Preventing and managing the global epidemic. Report of a WHO Consultation on Obesity. Geneva: WHO; 1998.

Monteiro CA, Conde WL. A tendência secular da obesidade segundo estratos sociais: nordeste e sudeste do Brasil, 1975-1989-1997. Arq. Bras. Endocrinol Metabol 1999; 43(3):186-194.

Pereira LO, Francischi RP, Lancha-Junior HA. Obesidade: hábitos nutricionais, sedentarismo e resistência à insulina. Arq Bras Endocrinol Metabol [periódico na Internet] 2003 [acessado 2007 jan 19]; 47(2):[cerca de 17 p.]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abem/v47n2/a03v47n2.pdf

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME (BR). CÂMARA INTERMINISTERIAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. Estratégia Intersetorial de Prevenção e Controle da Obesidade: recomendações para estados e municípios. 2014.

American Society for Bariatric Surgery. Story for Surgery for Obesity.

Buchwald H. Consensus Conference Statement Bariatric surgery for morbid obesity: Health implications for patients, health professionals, and third-party payers. Surg Obes Related Dis 2005;1:371-81.

Manual de diretrizes para o enfrentamento da obesidade na saúde suplementar brasileira, Agencia Nacional de Saúde Suplementar, 2017.

Bloomberg RD, Fleishman A, Nalle JE, Herron DM, Kini S. Nutritional Deficiencies Following bariatric Surgery: What Have We Learned?. Obes Surg 2005;15:145-54.

Alvarez-Leite JI. Nutrient deficiencies secondary to bariatric surgery. Curr Opin Clin Nutretab Care; 2004;7(5):569-75.

MENEZES, Miriam Seligman; HARADA, Kelly O.; ALVAREZ, Glauco. Polineuropatia periférica dolorosa após cirurgia bariátrica. Relato de casos. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 58, n. 3, p. 252-259, 2008.

Thaisetthawatkul P, Collazo-Clavell ML, Sarr MG et al. — A controlled study of peripheral neuropathy after bariatric surgery. Neurology, 2004;63:1462-1470.

MENEZES, Miriam Seligman; HARADA, Kelly O.; ALVAREZ, Glauco. Polineuropatia periférica dolorosa após cirurgia bariátrica. Relato de casos. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 58, n. 3, p. 252-259, 2008.

GOODMAN, Jerry Clay. Neurological complications of bariatric surgery. Current neurology and neuroscience reports, v. 15, n. 12, p. 79, 2015.

BECKER, Danielle A.; BALCER, Laura J.; GALETTA, Steven L. The neurological complications of nutritional deficiency following bariatric surgery. Journal of obesity, v. 2012, 2012.

LIN, I.-Ching; LIN, Ying-Li. Peripheral polyneuropathy after bariatric surgery for morbid obesity. Journal of Family and Community Medicine, v. 18, n. 3, p. 162, 2011.

THAISETTHAWATKUL, Pariwat et al. Good nutritional control may prevent polyneuropathy after bariatric surgery. Muscle & nerve, v. 42, n. 5, p. 709-714, 2010.

KUMAR, Neeraj. Neurologic complications of bariatric surgery. Continuum: Lifelong Learning in Neurology, v. 20, n. 3, Neurology of Systemic Disease, p. 580-597, 2014.

MURARA, Josilene Rubia; DE MACEDO, Larissa Linhares Borges; LIBERALI, Rafaela. Análise da eficácia da cirurgia bariátrica na redução de peso corporal e no combate à obesidade mórbida. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 2, n. 7, 2012.

ALVES, Lilian FA et al. Beribéri pós bypass gástrico: uma complicação não tão rara. Relato de dois casos e revisão da literatura. Arq Bras Endocrinol Metabol, v. 50, n. 3, p. 564-568, 2006.

KUMAR, Neeraj. Obesity surgery: a word of neurologic caution. Neurology, v. 68, n. 21, p. E36-E38, 2007.

BOYCE, Stephen G. et al. Can composite nutritional supplement based on the current guidelines prevent vitamin and mineral deficiency after weight loss surgery?. Obesity surgery, v. 26, n. 5, p. 966-971, 2016.

JUHASZ-POCSINE, Katalin et al. Neurologic complications of gastric bypass surgery for morbid obesity. Neurology, v. 68, n. 21, p. 1843-1850, 2007.

RUDNICKI, Stacy A. Prevention and treatment of peripheral neuropathy after bariatric surgery. Current treatment options in neurology, v. 12, n. 1, p. 29-36, 2010.

ATTAL, Nadine et al. EFNS guidelines on pharmacological treatment of neuropathic pain. European journal of neurology, v. 13, n. 11, p. 1153-1169, 2006.

CHANG, Craig G.; ADAMS-HUET, Beverley; PROVOST, David A. Acute post-gastric reduction surgery (APGARS) neuropathy. Obesity surgery, v. 14, n. 2, p. 182-189, 2004.

CHAVES, Luiz Claudio Lopes et al. A cluster of polyneuropathy and Wernicke-Korsakoff syndrome in a bariatric unit. Obesity surgery, v. 12, n. 3, p. 328-334, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n6-044

Refbacks

  • There are currently no refbacks.