Dificuldades enfrentadas para a implementação da política nacional de saúde integral LGBT / Difficulties covered for the implementation of the nacional LGBT integral health policy

Suellen Daves Cardona Fernades Farias, Raiza Raiane Silva Ribeiro, Iris Camilla Bezerra de Lima Vasconcelos, Sheila Juliana Leite Lima, Janaina Yara Do Nascimento Prestes, Jessica Ferreira Leite, Camila Caroline da Silva, Marcos André Araújo Duque

Abstract


A comunidade LGBT, sofre pelo preconceito descabido da sociedade e na área da saúde com grandes evidências não é diferente. O acesso aos serviços de saúde a essa comunidade é marcado, e os principais motivos da exclusão da população em questão, nos serviços de saúde são; a homofobia (aversão a homossexuais), a discriminação e a heteronormatividade institucional. A presente pesquisa foi realizada com a finalidade de avaliar as dificuldades enfrentadas para implementação da Política Nacional de Saúde Integral LGBT, nas unidades básicas de saúde da família, do município de Caruaru-PE e constatar que as unidades não dispõem de atendimento e acolhimento adequado para essa comunidade.


Keywords


Política LGBT, Saúde e Dificuldades.

References


ALENCAR,G.A. et al. Assistência a Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais vítimas de violência nos serviços de saúde. Saúde e transformação social, Florianópolis, v.7, n.3, p.36-48, 2016.

BRASIL.Portal da Saúde SUS. Política LGBT. Brasília, 2015. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/1174-sgep- raiz/lgbt/19323-politica-nacional-de-saude-lgbt.

BRASIL, UNA-SUS-Universidade Aberta do SUS, Política Nacional de Saúde Integral LGBT, 2015. Disponível em: www.unasus.gov.br

BRASIL,M.L.et al. Política Nacional de Saúde Integral LGBT: Um estudo reflexivo sob a perspectiva dos Princípios doutrinários do SUS. Rev. Rede de cuidados em saúde.

Universidade Unigranrio, v.11, n.1, Brasil,2017.

CAMPOS, J.L, ALVES,J.L.S. A invisibilidade da saúde da população LGBT: uma reflexão acerca da homofobia presente nos espaços institucionais de saúde. Universidade estadual do Ceará, Ceará, 2015.

CARVALHO, L.S; PHILIPPI,M.M. Percepção de Lésbicas, gays, bissexuais, em relação aos serviços de saúde. Rev. Universitas, Ciências da saúde,v.11, n.2, Brasília,2013.

CAVALCANTI, A.C, et al. Acolhimento nos Serviços de Saúde à População LGBT: Uma Revisão Integrativa. Revista do Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde. Campina Grande Vol. 01, nº 01, P 01- 09, 2016.

FREITAS, F. R. N. N. Saúde da população LGBT: Da formação Médica à atuação profissional, Programa de Mestrado em ciência e saúde, Universidade Federal do Piauí-UFPI, Teresina,2016.

GARCIA, F.G, et al. A política nacional de saúde integral LGBT no Sistema único de Saúde (SUS), BRASIL. Revista científica do instituto ideia. RJ, n.01,p.117-132, abr/set,2016.

GUERRERO, P.et al. O acolhimento como boa prática na atenção básica à saúde. Texto e contexto-Enfermagem, Florianópolis-SC, v.22, n.1, jan/mar,2013.

HENRIQUE, L.M.S. Representações sociais e integralidade na assistência a saúde da população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, transexuais. Graduação em Enfermagem- Faculdade de ciências da saúde do Trairí, Santa Cruz,2015.

LIMA, M.D.A. et al. Os desafios a garantia de direitos da população LGBT no sistema único de saúde (SUS). Revista Interfaces, v.3, n.11, 2016.

MARINHO, M.M.A. Análise da qualificação dos profissionais de saúde no âmbito da formação acadêmica dos estudantes de medicina de Brasília para o atendimento da população LGBT no sus. Curso de especialização, Brasília, 2014.

MARTINS, D.A.B; PREUSS,L.T. Os avanços e desafios de políticas públicas na área da saúde para a comunidade LGBT. II congresso Internacional de política social e serviço social; desafios contemporâneos. Londrina-PR, Julho,2017.

MELLO, L. et al. Políticas de saúde para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais no Brasil: em busca de universalidade, integralidade e equidade. Revista latinoamericana, Rio de Janeiro, n. 9, p. 7-28, Dec. 2011. www.sexualidadedsaludysociedad.org

OLIVEIRA, I.V.P.B. Agentes comunitários de saúde: O elo entre os estigmatizados e o acesso a saúde. Dissertação (mestrado). Faculdade de ciências e letras Unesp/Araraquara, Araraquara- SP, 2017.

PEREIRA, E.O. Acesso e qualidade da atenção a saúde para população LGBT: A visão dos médicos de uma capital do nordeste brasileiro. Programa de pós- graduação, Faculdade de ciências da saúde-Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

ROLIM, A. G. F; et al. A Realidade de um Serviço de Média Complexidade Para o Público LGBT, voltado para Atenção á Saúde Sexual e Reprodutiva da População : Do Ideal ao Real. Petrolina-PE, Revista de Extensão da Univasf, Vol. 04, nº 02, P 01- 09 2016.

GIMARÃES, R.C.P. et al. Assistência a saúde da população LGBT em uma capital brasileira: o que dizem os agentes comunitários de saúde?, Brasília, março, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18569/tempus.v11i1.2327




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv2n6-021

Refbacks

  • There are currently no refbacks.