Análise da prevalência do aleitamento materno exclusivo na área de abrangência da UBS várzea - patos de Minas, MG / analysis of the prevalence of exclusive breastfeeding in the coverage area of the UBS várzea – patos de minas, MG

Henrique Takeshi Pinto Emi, Adriano Pereira Daniel, Antônio Régis Coelho Guimarães, Daniela Arbache Paulino, Virgínia Fernandes Fiúza, Jaqueline Moreira Teles, Marisa Costa e Peixoto, Milla Cristie Rodrigues Costa

Abstract


RESUMO

O leite materno atende plenamente aos aspectos nutricionais, imunológicos, psicológicos e ao crescimento e desenvolvimento adequado de uma criança no primeiro ano de vida, período de grande vulnerabilidade para saúde da criança. Diante disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam aleitamento materno exclusivo (AME) por seis meses e complementado até os dois anos ou mais. Objetivando verificar a prevalência atual do aleitamento materno exclusivo até os seis meses na população de abrangência da Unidade de Atenção Primária à Saúde Várzea, na cidade de Patos de Minas – MG, o presente estudo foi realizado no período de agosto a novembro de 2017. Foram entrevistadas por meio de um questionário individual semiestruturado com perguntas fechadas 28 mães que frequentam esta unidade de saúde. A partir da análise dos dados obtidos, das 28 crianças analisadas, 13 (46%) receberam aleitamento exclusivo até os seis meses, enquanto 15 (54%) introduziram algum outro tipo de leite, água ou chás antes dessa idade.  Entretanto, observou-se que grande parte dos motivos de desmame precoce relatados são modificáveis. Conclui-se que há necessidade de realização de projeto de intervenção direcionado à promoção do aleitamento materno na comunidade estudada.

 

 


Keywords


Aleitamento materno, Desmame, Promoção da saúde.

References


ALBERNAZ, E. P.; MENEZES, A. M.; CESAR, J. A. Fatores de risco associados à hospitalização por bronquiolite aguda no período pós-natal. Rev. Saúde Pública, [S.l.], v. 37, p. 37, 2003.

BARBOSA, T.C; SCHNONBERGER, M.B.. Importância do aleitamento materno no desenvolvimento oral. Tópicos em fonoaudiologia. São Paulo : Lovise, 1996.

BRASIL. Ministério da Saúde. Aleitamento Materno, Distribuição de Leites e Fórmulas Infantis em Estabelecimentos de Saúde e a Legislação. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/aleitamento_materno_distribuicao_leite.pdf

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia alimentar para crianças menores de dois anos. Brasília: Ministério da Saúde; Organização Pan-Americana de Saúde, 2002b.

BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da criança: nutrição infantil: aleitamento materno e alimentação complementar. (Cadernos de Atenção Básica, n. 23).

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Atenção à Saúde do Recém-Nascido. Guia para os Profissionais de Saúde. Volume 1. Brasília, DF, 2011.

HAISMA, H et al. Complentary Feeding With Cow’s Milk Alters Sleeping Metabolic Rate in Breast-Fed Infantis. Journal of Nutrition. v. 135, p.1889-1895, 2005.

MONTEIRO, C. A.; CONDE, W. L. Tendência secular a desnutrição e da obesidade na infância na cidade de São Paulo (1974-1996). Revista de Saúde Pública, [S.l.], v. 34, n. 6, p. 52S-61S, 2000b.

RICCO, R.G.; SANTORO, J.R.; ALMEIDA, C.A; DEL CIAMPO, L.A. Atenção à saúde da criança e puericultura. São Paulo: Atheneu; 2011. p. 1-4.

SANTOS, A. P.; CORDEIRO, E. L.; SILVA, J. M.; SILVA, L. S. R.; SANTIAGO, S. R. V. Cuidados maternos com recém-nascidos no âmbito domiciliar: revisão de literatura. Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO/Campus Recife, Pernambuco (PE), Brasil.

TOMA, T.S.; REA, M.F. Benefícios da amamentação para a saúde da mulher e da criança: um ensaio sobre as evidências. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, volume 24, nº 2. p. 235-246, 2008




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-220

Refbacks

  • There are currently no refbacks.