Assistência à saúde mental de cuidadores em um centro de atenção à saúde da mulher e da criança em Belém/Pa: Um relato de experiência / Mental health care for caregivers in a women's and children's health care center in Belém/Pa: An experience report

Helena Carollyne da Silva Souza, José Augusto Lopes da Silva, Ronilda Bordó de Freitas Garcia

Abstract


A chegada de uma filha (o) em muitos casos representa um processo de felicidade. No entanto, a partir do momento em que os pais percebem que seus projetos e sonhos em relação aos seus filhos não são seguidos, ocorre uma quebra de ideais que podem resultar em conflitos, dependendo dos recursos emocionais que esta família possui. O objetivo deste trabalho é relatar a experiência em participar do projeto intitulado, Rodas de Conversa apoio aos cuidadores de crianças com desenvolvimento atípico no centro de atenção à saúde da mulher e da criança, a partir do compartilhamento dos temas presentes nos relatos e as vivências dos cuidadores. O método deste trabalho caracteriza-se como um relato de experiência, sendo um estudo descritivo. Nos resultados, observa-se que as redes de apoio representam um acolhimento essencial para a saúde mental dos familiares e cuidadores, visto que, foram identificadas dificuldades em aceitar diagnósticos, preconceitos na comunidade dos sujeitos, medo em relação ao futuro da criança, mas também foram identificados acolhimentos e resiliência nos cuidadores. Com base nos temas recorrentes nas rodas de conversa, conclui-se que as mesmas são importantes tanto para um acolhimento inicial como também para contribuir ao processo de retirada de preconceitos, relacionados aos diagnósticos da criança, ou contribuir para uma relação mais saudável entre a criança e o cuidador. A partir do acolhimento, os cuidadores passam a ter uma nova perspectiva sobre a criança, vendo que existem diversas possibilidades para que tenham um desenvolvimento saudável.

Keywords


Cuidadores, saúde mental, Transtornos do Neurodesenvolvimento.

References


Organização Mundial da Saúde. Constituição da Organização Mundial da Saúde (OMS/WHO) – 1946. 2017 [cited Mar 21 2017]. Available from: http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/OMS-Organiza%C3%A7%C3%A3o-Mundial-daSa%C3%BAde/constituicao-da-organizacao-mundialda-saude-omswho.html.

World Health Organization. Mental health: a state of well-being. [Internet]. 2014 Aug. [cited 2018 Aug 28]. Available from: https://www.who.int/news-room/facts-in-pictures/detail/mental-health.

World Health Organization. Mental health: strengthening our response. Fact sheet 220; 2014 [cited 2014 Mar 25]. Available from: https://www.who.int/mediacentre/factsheets/%20fs220/en/

ZAIDMAN-ZAIT, A.; MIRENDA, P.; DUKU, E.; VAILLANCOURT, T.; SMITH, I. M.; SZATMARI, P.; BRYSON, S.; FOMBONNE, E.; VOLDEN, J.; WADDELL, C.; ZWAIGENBAUM, L.; GEORGIADES, S.; BENNETT, T.; ELSABAGGH, M.; THOMPSON, A. (2016). Impact of personal and social resources on parenting stress in mothers of children with autism spectrum disorder, Autism, Apr 18. Disponivel em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27091948.

MOURA, A. F., & LIMA, M. G. (2014). A Reinvenção da Roda: Roda de Conversa, um instrumento metodológico possível. Revista Temas em Educação, 23(1), 95-103.

LEPRE, R. M. (2008). Desenvolvimento humano e educação: diversidade e inclusão. Bauru: MEC/FC/SEE.

MANDRÁ, P. P.; SILVEIRA, F. D. F. (2013). Satisfação de usuários com um programa de Roda de Conversa em sala de espera. ACR. 18(3), 186-193. Audiology - Communication Research On-line version ISSN 2317-6431. São Paulo. http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312013000300008.

FREITAS, G. L. de; SENA, R. R. de; SILVA, J. C. F.; CASTRO, F. F. S. (2016). Reabilitação de crianças e adolescentes com mielomeningocele: o cotidiano de mães cuidadoras. Revista Gaúcha de Enfermagem, 37(4), e60310. Epub February 09. https://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2016.04.60310

BRONFENBRENNER, U. (1986). Ecology of the family as a context for human development. Developmental Psychology, 22 (6), 723-742. instrumento metodológico possível. Revista Temas em Educação, 23(1), 95-103.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Esta Resolução dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana, na forma definida nesta Resolução [Internet]. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. 2016 mai 24 [acesso 2021 Mar 20]; Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2016/res0510_07_04_2016.html

Conselho Nacional de Saúde. (2016). Resolução nº 510/2016. Recuperado em 31 de outubro de 2017. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.

WIJESINGHE, J.; CUNNINGHAM, N.; FONSEKA, P. (2015). Factors Associated with Caregiver Burden among Caregivers of Children with Cerebral Palsy in Sri Lanka. Asia-Pacific Journal of Public Health 27 (1): 85–95. https://doi.org/10.1177/1010539514548756.

MCGREW, J. H.; KEYES, M. L. (2014). Caregiver Stress during the First Year after Diagnosis of an Autism Spectrum Disorder. Research in Autism Spectrum Disorders 8 (10): 1373–85. https://doi.org/10.1016/J.RASD.2014.07.011.

CADMAN, T.; EKLUND, H.; HOWLEY, D.; HAYWARD, H.; CLARKE, H; FINDON, J.; XENITIDIS, K.; MURPHY, D.; ASHERSON, P.; GLASER, K. (2012). Caregiver Burden as People With Autism Spectrum Disorder and Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder Transition into Adolescence and Adulthood in the United Kingdom. Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry 51 (9): 879–88. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0890856712004935.

FIRTH, I.; DRYER, R.; (2013). The Predictors of Distress in Parents of Children with Autism Spectrum Disorder. Journal of Intellectual and Developmental Disability 38 (2): 163–71. https://doi.org/10.3109/13668250.2013.773964

TAVARES, J. J de; FIGUEIREDO, S. N.; VILLAR, A. G. L de; OLIVEIRA, M. B. (2020). Filhos autistas e os fatores de insegurança da mãe quanto ao seu futuro. Revista Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 3, n. 5, p. 12736-12753, set./out. 2020. https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-112.

DIAS, C. C. V. (2017). Mães de crianças autistas: sobrecarga do cuidador e representações sociais sobre o autismo. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/9081?locale=pt_BR. Acesso em: 01 dez. 2019.

KHANNA, A. K.; PRABHAKARAN, A.; PATEL, P.; GANJIWALE, J. D.; NIMBALKAR, S. M. (2015). Social, Psychological and Financial Burden on Caregivers of Children with Chronic Illness: A Cross-Sectional Study. The Indian Journal of Pediatrics 82 (11): 1006–11. https://doi.org/10.1007/s12098-015-1762-y.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-198

Refbacks

  • There are currently no refbacks.