Papel do enfermeiro na abordagem da doença renal crônica: Revisão da literatura / Role of the nurses in the approach of chronic kidney disease: Literature review

Vitória Wanderley da Silva, Jéssika Ellen Cavalcanti Oliveira, Juliana do Carmo Ribeiro de Oliveira, Victor Manoel Pereira da Silva, Thaynná Kawanny de Souza Passos, Maria Paula Gomes da Silva, Iasmim Maria Rocha da Silva, Ana Ravely da Silva Candéas

Abstract


A Doença Renal Crônica (DRC) é caracterizada pela lesão do parênquima renal e/ou redução progressiva da função renal por um período igual ou superior a 3 meses. Com o progresso da doença, são utilizadas modalidades de terapia renal substitutiva Objetivo: Analisar na literatura as condutas dos profissionais de enfermagem em relação a prevenção e progressão  em pacientes portadores de DRC. Metodologia: Pesquisa bibliográfica, realizada nas bases de dados eletrônicos LILACS, SCIELO, SOBEN e pela Revista Brasileira. Após leitura extensiva, foram selecionados 7 artigos completos de Abril de 2013 a outubro de 2018.Resultados: A educação em saúde é um dos principais componentes da promoção da saúde. Em primeira instância, é preciso que enfermeiros aproveitem o tempo durante o cuidado, por mais curto que seja, para se envolverem com a educação de modo a criar um espaço de interação entre os profissionais e os pacientes, No paradigma da promoção da saúde, educar implica na busca de uma formação teórica e prática dos profissionais da saúde, que possibilite a compreensão da realidade cotidiana dos pacientes. Conclusão: Podemos concluir que pacientes com DRC em tratamento hemodialítico possuem importantes alterações da doença refletindo na sua vida diária em vários aspectos. Fatores estes que não afetam em grandes proporções a qualidade de vida do paciente. Podemos conclui que a enfermagem deve trabalhar com a prevenção da DRC educando os pacientes em geral, mas focando principalmente nos que fazem parte dos grupos de risco, orientando sobre seus hábitos de vida e observando seus sinais e sintomas.


Keywords


Doença Renal, Enfermagem, Pacientes

References


-ONUIGBO, M. A. C. et al. Chronic kidney disease prediction is an inexact science: The concept of “progressors” and “nonprogressors” World Journal of Nephrology. v. 3, n. 3, p.31-49, 2014;

-Passigatti CP, Molina MDC, Cade NV. Change in glomerular filtration rate in hypertensive patients in Vitória-ES. Rev Bras Enferm. 2014 jul-ago;67(4):543-9. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2014670407 PMid:25271577.

» http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2014670407

-Grill AK, Brimble S. Approach to the detection and management of chronic kidney disease: what primary careproviders need to know. Can Fam Physician. 2018 out;64(10):728-35. PMid:30315015.

-CAVALCANTE, MCV, LAMY, ZC, LAMY FILHO, F, FRANÇA, AKTC, SANTOS, AM, THOMAZ, EBAF, SILVA, AAM, SALGADO FILHO, N. Fatores associados à qualidade de vida em adultos do nordeste brasileiro. J Bras Nefrol 2013;35(2):79-86;

-CHILOF CLM, CERQUEIRA ATAR, BALBI AL.Qualidade de vida no tratamento da doença renal crônica: um desafio. Braz. J. Nephrol. (J. Bras. Nefrol.) 2017;

-Ministério da Educação (Br). Resolução CEB no 4, de 8 de dezembro de 1999. [citado em 31 out 2014] Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rceb04_99.pdf.

-Paula EA, Costa MB, Colugnati FA, Bastos RM, Vanelli CP, Leite CC et al. Strengths of primary healthcare regarding care provided for chronic kidney disease. Rev Lat Am Enfermagem. 2016set;24(0):e2801. http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.1234.2801 PMid:27627122.

» http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.1234.2801

-Darker CD, Nicolson GH, Carroll A, Barry JM. The barriers and facilitators to the implementation of National Clinical Programmes in Ireland: using the MRC framework for process evaluations. BMC Health Serv Res. 2018 set;18(1):733. http://dx.doi.org/10.1186/s12913-018-3543-6 PMid:30249262.» http://dx.doi.org/10.1186/s12913-018-3543-6




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-179

Refbacks

  • There are currently no refbacks.