Insuficiência adrenal por suspensão abrupta do uso de corticoide tópico: relato de caso / Adrenal insufficiency due to abrupt discontinuation of topical corticosteroid use: case report

João Paulo Pereira Martins, Juliana Aguiar Cavalcante Diniz, Juliana de Assis Pires, Maria Carolina Gonçalves Lana, Nádya Ribeiro Corrêa, Natália Andrade Lanna, Tatiana Borges Quadros

Abstract


A insuficiência adrenal (IA) é uma condição clínica caracterizada pela produção deficiente de glicocorticoides pelas glândulas adrenais, interferindo diretamente na execução de processos vitais que ocorrem no organismo. A produção desse hormônio é controlada pelo eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, podendo-se classificar a IA em primária, secundária ou terciária de acordo com o componente do eixo acometido. Essa condição costuma se manifestar de forma insidiosa, com sinais e sintomas inespecíficos, a depender da extensão de perda da função da glândula. Algumas manifestações são fadiga, hiperpigmentação cutâneo-mucosa, perda ponderal, anorexia, náuseas e vômitos, hipotensão e dor abdominal. Diante da suspeita clínica, a confirmação diagnóstica é realizada com a identificação de hipocortisolismo em testes específicos, além da investigação da dependência ou não de deficiência por hormônio adrenocorticotrópico (ACTH). Uma causa bastante comum de IA é a suspensão abrupta do uso de glicocorticoide exógeno, geralmente crônico e em dose suprafisiológica, para tratamento de determinada condição subjacente. Os glicocorticoides mais comumente envolvidos nestas situações são administrados por via parenteral ou oral, com ação sistêmica. O presente estudo se trata de um relato de caso de IA por suspensão abrupta do uso de clobetasol creme, um glicocorticoide tópico utilizado inadequadamente de forma crônica, excessiva e sem acompanhamento médico para tratamento de psoríase. O paciente foi admitido em hospital de grande porte com quadro gastrointestinal inespecífico e hiponatremia grave, refratária ao tratamento com solução salina hipertônica. Após suspeita clínica e investigação diagnóstica complementar, foi confirmado o quadro de IA. Com medidas terapêuticas apropriadas, o paciente obteve melhora dos sinais e sintomas, além de recuperação dos níveis séricos de sódio. Ademais, o paciente foi orientado a descontinuar a aplicação prejudicial de glicocorticoide tópico.

 


Keywords


Insuficiência Adrenal, Hipocortisolismo, Glicocorticoide Tópico.

References


CHABRE, O.; GOICHOT, B.; ZENATY, D.; BERTHERAT, J. Group 1: Epidemiology of primary and secondary adrenal insufficiency: Prevalence and incidence, acute adrenal insufficiency, long-term morbidity and mortality. Ann Endocrinol, v. 78, n. 6, p. 490-494, 2017.

BANCOS, I.; HAHNER, S.; TOMLINSON, J.; ARLT, W. Diagnosis and manegement of adrenal insufficiency. Lancet Diabetes Endocrinol, v. 3, n. 3, p. 216-226, 2015.

HAHNER, S.; LOEFFLER, M.; BLEICKEN, B.; DRECHSLER, C.; MILOVANOVIC, D.; FASSNACHT, M.; VENTZ, M.; QUINKLER, M.; ALLOLIO, B. Epidemiology of adrenal crisis in chronic adrenal insufficiency: the need for new prevention strategies. Eur J Endocrinol, v. 162, n. 3, p. 597-602, 2010.

OELKERS, W. Adrenal insufficiency. N Engl J Med, v. 335, n. 16, p. 1206-1212, 1996.

FISHER, D. A. Adverse effects of topical corticosteroid use. West J Med, v. 162, n. 2, p. 123-126, 1995.

GROSSMAN, A. B.; Clinical Review#: The diagnosis and manegement of central hypoadrenalism. J Clin Endocrinol Metab, v. 95, n. 11, p. 4855-4863, 2010.

CROWLEY, R. K.; ARGESE, N.; TOMLINSON, J. W.; STEWART, P. M. Central hypoadrenalism. J Clin Endocrinol Metab, v. 99, n. 11, p. 4027-4036, 2014.

CHARMANDARI, E.; NICOLAIDES, N. C.; CHROUSOS, G. P. Adrenal insufficiency. Lancet, v. 383, n. 9935, p. 2152-2167, 2014.

BECKER, D. E. Basic and clinical pharmacology of glucocorticosteroids. Anesth Prog, v. 60, n. 1, p. 25-31, 2013.

Creme emoliente de propionato de clobetasol [informações de prescrição]. Fougera Pharmaceuticals Inc, 2018.

DA CÂMARA, Felipe Alves et al. Correlação do uso de glicocorticoides com manifestações adversas neuropsíquicas e metabólicas. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 1, p. 1811-1828, 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-164

Refbacks

  • There are currently no refbacks.