Doença de Chagas em livros didáticos adotados no Brasil: análise de conceitos e fundamentos / Chagas disease in textbooks adopted in Brazil: analysis of concepts and fundamentals

Larissa Barros Matos, Elizabeth Moreira Rodrigues, Breno Quaresma Franco Ramos, Ítalo Ferreira de Leon, Marcos Marreiro Villela

Abstract


Objetivo: Realizar um levantamento dos livros didáticos de ciências inclusos no PNLD (Plano Nacional do Livro Didático), para ambos os ensinos (fundamental e médio), com fins de análise das informações referentes à doença de Chagas (DC) presente nesses materiais. Método: Foi realizada uma busca minuciosa em 30 livros didáticos, nos quais foi verificado a presença ou ausência de dados alusivos ao histórico da DC, informações sobre Carlos Chagas, ilustrações do ciclo de vida do parasito, imagens do parasito e dos vetores, menção a diferentes vetores, menção às 4 principais formas de infecção, diferenciação das 2 fases da doença, informações sobre a epidemiologia da moléstia e a presença de erros conceituais nos livros.
Resultados: Foram verificados equívocos, defasagem ou ausência de informações dos fatores analisados em todos os livros pesquisados. Conclusão: Evidencia-se, portanto, a necessidade de um maior cuidado na elaboração de livros didáticos, a fim de que as informações contidas nesses materiais sejam mais verossímeis com a realidade. O livro didático é o recurso mais comum em salas de aula por todo o país e possibilita a disseminação de informações para todas as classes sociais, contribuindo para a educação referente a atitudes que podem reduzir as chances de contração da DC e acurar a construção do pensamento científico nos estudantes brasileiros.

 


Keywords


doença de Chagas, livros didáticos, educação em saúde.

References


AMATO NETO, V.; PASTERNAK, J. Centenário da doença de Chagas. Rev. Saúde Pública, São Paulo , v. 43, n. 2, p. 381-382, Apr. 2009 . Available from . access on 22 Mar. 2021. https://doi.org/10.1590/S0034-89102009000200022.

ARAUJO, R. F. et al . Description of a newly discovered Triatoma infestans (Hemiptera: Reduviidae) Foci in Ibipeba, State of Bahia, Brazil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba , v. 47, n. 4, p. 513-516, Aug. 2014 . Available from . access on 22 Apr. 2021. https://doi.org/10.1590/0037-8682-0219-2013.

BARBOSA-SILVA, A. N.; SOUZA, R.C.M.; DIOTAIUTI, L. et al. Synanthropic triatomines (Hemiptera: Reduviidae): infestation, colonization, and natural infection by trypanosomatids in the State of Rio Grande do Norte, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 52, 2019. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

BASTOS, C.J.C.; ARAS, R.; MOTA, G. et al. Clinical Outcomes of Thirteen Patients with Acute Chagas Disease Acquired through Oral Transmission from Two Urban Outbreaks in Northeastern Brazil. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 4, n. 6, p. e711, 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

BEDIN, C. et al . Residual foci of Triatoma infestans infestation: Surveillance and control in Rio Grande do Sul, Brazil, 2001-2018. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba , v. 54, e0530-2020, 2021 . Available from . access on 22 Apr. 2021. Epub Mar 08, 2021. https://doi.org/10.1590/0037-8682-0530-2020.

BEZERRA, C.M.; BARBOSA, S. E.; SOUZA, R.C.M. et al. Triatoma brasiliensis Neiva, 1911: food sources and diversity of Trypanosoma cruzi in wild and artificial environments of the semiarid region of Ceará, northeastern Brazil. Parasites & Vectors, v. 11, n. 1, 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

BIANCHI, T.F.; SANTOS, C.V.; JESKE, S. et al. HEALTH EDUCATION IN CHAGAS DISEASE CONTROL: MAKING AN EDUCATIONAL VIDEO. Revista de Patologia Tropical / Journal of Tropical Pathology, v. 47, n. 2, p. 116, 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

DE SOUZA, C.B.; GRALA, A.P.; VILLELA, M.M. Óbitos por moléstias parasitárias negligenciadas no Brasil: doença de Chagas, esquistossomose, leishmaniose e dengue. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 1, p. 7718-7733, 2021. Disponível em : < https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/23501> Acesso em : 27 May, 2021.

DIAS, J.C.P.; MACHADO, E.M.M.; FERNANDES, A.L. et al. Esboço geral e perspectivas da doença de Chagas no Nordeste do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 16, n. suppl 2, p. S13–S34, 2000. Disponível em: . Acesso em:

Apr. 2021.

DIAS, J.C.P; NETO, V.A.; LUNA, E.J.A. Mecanismos alternativos de transmissão do Trypanosoma cruzi no Brasil e sugestões para sua prevenção. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 44, n. 3, p. 375–379, 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

DIAS, J.C.P. et al. II Consenso Brasileiro em Doença de Chagas, 2015**Projeto financiado pela Unidade Técnica de Vigilância das Doenças de Transmissão Vetorial, Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde do Brasil, Brasília-DF.. Epidemiologia e Serviços de Saúde [online]. 2016, v. 25, n. spe. [Acessado 25 Abril 2021] , pp. 7-86. Disponível em: . ISSN 2237-9622.

DIAS, J.P.; BASTOS, C.; ARAÚJO, E. et al. Acute Chagas disease outbreak associated with oral transmission. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 41, n. 3, p. 296–300, 2008. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

DIAS, J.V.L.; QUEIROZ, D.R.M.; DIOTAIUTI, L. et al. Conhecimentos sobre triatomíneos e sobre a doença de Chagas em localidades com diferentes níveis de infestação vetorial. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n. 7, p. 2293–2304, 2016. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

DOS SANTOS, F. D. S.; RAMOS, K.S.; BRUM, G. G. G.; GAIA, I. A.; PEREIRA, S. S. P.; VIEIRA, A.L. Doença de chagas e sua transmissão pelo açaí: Uma revisão bibliográfica. Brazilian Journal of Health Review, v.2, n.3, p. 2128-2144, 2019. Disponível em< https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/1595/1470> Acesso em 20 Aug 2021.

ESPER, H. R. et al. Fatal evolution of acute Chagas disease in a child from Northern Brazil: factors that determine poor prognosis. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, v. 61, 2019. Disponível em : Acesso em 25 Jul. 2021.

LUQUETTI, A.O.; PASSOS, A.D.; SILVEIRA, A.C.; FERREIRA, A.W.; MACEDO, V.; PRATA, A.R. The national survey of seroprevalence for evaluation of the control of Chagas disease in Brazil (2001-2008). Rev Soc Bras Med Trop 44 (Suppl. 2): 108-121. 2011.

MAEDA, M. H.; GURGEL-GONÇALVES, R. Conhecimentos e práticas de moradores do Distrito Federal, Brasil, em relação à doença de Chagas e seus vetores. Revista de Patologia Tropical, v. 41, n. 1, 2012. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

MAGALHÃES-SANTOS, I.F. Transmissão oral da Doença de Chagas: breve revisão. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, v. 13, n. 2, p. 226–235, 2014. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

MARTINS, I.; GOUVEA, G.; PICCININI, C. Aprendendo com imagens. Cienc. Cult., São Paulo , v. 57, n. 4, p. 38-40, Dec. 2005 . Available from . access on 22 Mar. 2021.

MARTINS-MELO, F.R.; RAMOS JÚNIOR A.N.; ALENCAR, C.H.; HEUKELBACH, J. Prevalence of Chagas disease in Brazil: a systematic review and meta-analysis. Acta Trop. 2014 Feb;130:167-74. Disponível em: Acesso em 28 Jul 2021.

MEGID NETO, J.; FRACALANZA, H. O livro didático de ciências: problemas e soluções. Ciênc. educ. (Bauru), Bauru , v. 9, n. 2, p. 147-157, 2003 . Available from . access on 25 Apr. 2021. https://doi.org/10.1590/S1516-73132003000200001.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Doença de Chagas aguda no Brasil: série histórica de 2000 a 2013. Bol Epidemiol. 2015. p. 1-9.

MINUZZI-SOUZA, T.T.C.; NITZ, N.; CUBA, C.A. CUBA et al. Synanthropic triatomines as potential vectors of Trypanosoma cruzi in Central Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 50, n. 6, p. 824–828, 2017. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

NOBRE, T.F. Mulheres gestantes em pré-natal no Distrito Federal–Brasil: estudo do binômio mãe-filho para a frequência de infecção por Trypanosoma cruzi. 2018. Disponível em: < https://repositorio.unb.br/handle/10482/34396> Acesso em: 29 Jul 21.

PAMPLONA, L.; ROLIM, D.B.; PIRES, R.J.; et al. Microepidemia de doença de Chagas aguda por transmissão oral no Ceará. Cad. saúde colet., (Rio J.), p. -, 2009.. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

PITTELLA, J.E.H. O processo de avaliação em ciência e a indicação de Carlos Chagas ao prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba , v. 42, n. 1, p. 67-72, Feb. 2009 . Available from . access on 22 Apr. 2021. http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822009000100014.

ROSENTHAL, L.A.; VIEIRA, J.N.; VILLELA, M.M. et al. Conhecimentos sobre a doença de Chagas e seus vetores em habitantes de área endêmica do Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva, v. 28, n. 3, p. 345–352, 2020. Disponível em . Acesso em: 27 May 2021.

SANTOS, C. V.; BEDIN, C.; WILHELMS, T.S.; et al. Assessment of the Housing Improvement Program for Chagas Disease Control in the Northwestern municipalities of Rio Grande do Sul, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 49, n. 5, p. 572–578, 2016. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

SHIKANAI-YASUDA, M.A;. CARVALHO, N.B.. “Oral Transmission of Chagas Disease.” Clinical Infectious Diseases. v. 54, n. 6, 11 Jan. 2012, pp. 845–852, academic.oup.com/cid/article/54/6/845/290317?login=true, 10.1093/cid/cir956. Accessed 25 Apr. 2021.

SILVA, T.R.M.; BARROS, G.M.M.R.; LIMA, T.A.R.F. et al. Spatial distribution of triatomine bugs in a Chagas disease endemic region in Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 52, 2019. Disponível em: . Acesso em: 27 May 2021.

SILVEIRA, A.C.; DIAS, J.C.P. O controle da transmissão vetorial. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 44, n. suppl 2, p. 52–63, 2011. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

VILLELA, M.M. et al . Avaliação do Programa de Controle da Doença de Chagas em relação à presença de Panstrongylus megistus na região centro-oeste do Estado de Minas Gerais, Brasil. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro , v. 25, n. 4, p. 907-917, Apr. 2009 . Available from . access on 22 Apr. 2021. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2009000400022.

VILLELA, M.M.; PIMENTA, D.N.; LAMOUNIER, P.A. et al. Avaliação de conhecimentos e práticas que adultos e crianças têm acerca da doença de Chagas e seus vetores em região endêmica de Minas Gerais, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 25, n. 8, p. 1701–1710, 2009. Disponível em: . Acesso em: 25 Apr. 2021.

VILLELA, M.M. et al . Análise da fonte alimentar de Panstrongylus megistus (Hemiptera, Reduviidae, Triatominae) e sua atual importância como vetor do Trypanosoma cruzi, no Estado de Minas Gerais. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba , v. 43, n. 2, p. 125-128, Apr. 2010 . Available from . access on 22 Apr. 2021. https://doi.org/10.1590/S0037-86822010000200004.

WESTPHALEN, E.V.N.; BISUGO, M.C.; ARAÚJO, M.F.L.. Aspectos epidemiológicos e históricos do controle da doença de Chagas no Continente Americano. BEPA. Boletim Epidemiológico Paulista (Online), 2012, 9. 105: 18-35.. 25 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-153

Refbacks

  • There are currently no refbacks.