Divulgação científica na área da saúde: a coluna do Rico Vasconcelos e suas discussões sobre HIV, AIDS e temas correlatos / Scientific diffusion in the health area: the column of Rico Vasconcelos and its discussions on HIV, AIDS and related topics

Pablo de Oliveira Lopes

Abstract


O presente trabalho, fruto de uma pesquisa qualitativa, bibliográfica e documental, discute como são construídos os textos da coluna do médico e pesquisador Rico Vasconcelos, especialista em profilaxia pré-exposição para a infecção pelo HIV, e como sua produção discursiva sobre temas como HIV e AIDS chega ao público não especializado. Analisaremos quatorze artigos publicados e, para tanto, a saúde coletiva servirá de campo de análise: discutiremos se as postagens são elaboradas a partir de um modelo médico hegemônico ou se os escritos têm um viés interdisciplinar, que permite ao leitor compreender as questões relacionadas ao processo saúde-doença extrapolando os limites definidos pela medicina.

 

 


Keywords


Saúde Coletiva, Processo saúde-doença, Divulgação científica.

References


ALMEIDA, M. A. 2006. Prefácio. In: O. C. LUIZ (ed.), Ciência e risco à saúde nos jornais diários. São Paulo: Annablume; São Bernardo do Campo: Cesco, p. 11-16.

ANTUNES, R. F. et al. 2020. Braz. J. Hea. Rev., v. 3, n. 2, p. 1990-1999. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/7769/6743. Acesso em: 08/09/2021.

BICUDO, M. A. V. 2008. A pesquisa interdisciplinar: uma possibilidade de construção do trabalho científico/acadêmico. Educ. Mat. Pesqui., v. 10, n. 1, p. 137-150. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/emp/article/view/1647. Acesso em: 21/11/2020.

BIRMAN, J. 2005. A Physis da Saúde Coletiva. PHYSIS: Rev. Saúde Coletiva, v. 15, supl., p. 11-16. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/physis/v15s0/v15s0a02.pdf. Acesso em: 20/08/2020.

BUENO, W. C. 2010. Comunicação científica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Inf. Inf., v. 15, n. esp, p. 1 - 12. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/viewFile/6585/6761. Acesso em: 20/08/2020.

CALDAS, G. 2010. Divulgação científica e relações de poder. Inf. Inf., v. 15, n. esp, p. 31 - 42. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/5583/6763. Acesso em: 17/08/2020.

CAMPOS, G. W. S. 2000. Saúde pública e saúde coletiva: campo e núcleo de saberes e práticas. Ciência e Saúde Coletiva, v. 5, n. 2, p. 219-230. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232000000200002&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 20/08/2020.

CUNHA, M. B. Concepções de ciência no jornalismo: uma análise da divulgação científica em jornais. Disponível em: https://www5.unioeste.br/portalunioeste/images/files/Administrator/PlanetaPlutao.pdf. Acesso em: 21/08/2020.

DALMASO, S. C.; MIELNICZUK, L. P. 2012. Hipertexto e linkagem: apontamentos sobre aspectos constituintes de uma linguagem digital. In: A. PERUZZOLO; F. MAGGIONE; L. WOTTRICH; P. PERSIGO (org.), Práticas e discursos midiáticos: representação, sociedade e tecnologia. 1ed. Santa Maria: FACOS, v. 1, p. 237-258. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/Ciencias.Linguagem/LII_Luciana.pdf. Acesso em: 21/08/2020.

KUCINSKI, B. 2002. Jornalismo e saúde na era neoliberal. Saude Soc., v. 11, n. 1, p. 95-103. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-12902002000100010&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 18/08/2020.

LOPES, P. O. 2021. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 5, p. 50122-50134. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/30028/23651. Acesso em: 06/09/2021.

LUZ, M. T. 2009. Complexidade do Campo da Saúde Coletiva: multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade de saberes e práticas – análise sócio-histórica de uma trajetória paradigmática. Saúde Soc., v.18, n.2, p.304-311.

MIELNICZUK, L. 2003. Jornalismo na web uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual. Salvador, BA. Tese de doutorado. Universidade Federal da Bahia, 246 p. Disponível em: http://poscom.tempsite.ws/wp-content/uploads/2011/05/Luciana-Mielniczuk.pdf. Acesso em: 21/08/2020.

MORIN, E. 2003. A necessidade de um pensamento complexo. Representação e complexidade. Rio de Janeiro: Garamond, p. 69-77.

MOTA, A.; MARQUES, M. C. C. 2018. História do Tempo Presente, a Democracia Oligárquica e a Crise da Saúde no Brasil. In: A. MOTA; M.C. C. MARQUES (ed.), História, Saúde Coletiva e Medicina. São Paulo: Hucitec.

NUNES, E. D. 1994. Saúde Coletiva: História de uma Ideia e de um Conceito. Saúde e Sociedade, v. 3, n. 2, p. 5-21, 1994. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010412901994000200002&script=sci_abstract. Acesso em: 20/08/2020.

NUNES, E. D. 1998. Saúde Coletiva: História e Paradigmas. Interface (Botucatu), v. 2, n.3, p. 107-116. 1998. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32831998000200008. Acesso em: 20/08/2020.

PORTO, C. 2012. Internet e comunicação científica no Brasil: Quais impactos? Quais mudanças? Salvador: EDUFBA.

RECUERO, R. C. Weblogs, webrings e comunidades virtuais. Disponível em: http://www.raquelrecuero.com/webrings.pdf. Acesso em: 20/08/2020.

SILVEIRA, M. C.; SANDRINI, R. 2014. Divulgação científica por meio de blogs: desafios e possibilidades para jornalistas e cientistas. Intexto, n. 31, p. 112-124. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/intexto/article/view/41728/32202. Acesso em: 17/08/2020.

TAYLOR, K. Y. 2018. O surgimento do movimento #blacklivesmatter [vidas negras importam]. Disponível em: revistas.pucsp.br › article › download. Acesso em: 21/08/2020.

VOGT, C. A. et al. 2006. SAPO (Science Authomatic Press Observer): construindo um barômetro da ciência e tecnologia na mídia. In: C. A. VOGT (org.), Cultura Científica: desafios. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, p. 84-130.

VASCONCELOS, R. 2019. Afinal, o uso da PrEP causa ou não o aumento das outras ISTs? Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2019/10/25/afinal-o-uso-da-prep-causa-ou-nao-o-aumento-das-outras-ists/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2020. As vidas negras que vivem e morrem com HIV/Aids. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2020/06/05/as-vidas-negras-que-vivem-e-morrem-com-hivaids/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2020. Como anda a epidemia de sífilis no Brasil?. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/rico-vasconcelos/2020/12/11/como-anda-a-epidemia-de-sifilis-no-brasil.htm. Acesso em: 13/01/2021.

VASCONCELOS, R. 2018. Estudo mostra que com a PrEP as pessoas transam mais sem camisinha. E daí?. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2018/06/15/estudo-mostra-que-com-a-prep-as-pessoas-transam-mais-sem-camisinha-e-dai/. Acesso em 20/08/2020.

VASCONCELOS, Rico. 2020. ISTs assintomáticas são questão central e negligenciada de saúde pública. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/rico-vasconcelos/2020/12/18/ists-assintomaticas-sao-questao-central-e-negligenciada-de-saude-publica.htm. Acesso em: 13/01/2021.

VASCONCELOS, R. 2019. Ninguém é obrigado a revelar sua sorologia de HIV. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2019/12/13/ninguem-e-obrigado-a-revelar-sua-sorologia-de-hiv/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2018. O que leva uma pessoa a ser contra a PrEP? Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2018/11/09/o-que-leva-uma-pessoa-a-ser-contra-a-prep/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2019. O que você está fazendo na luta contra o HIV? Disponível: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2019/11/29/o-que-voce-esta-fazendo-na-luta-contra-o-hiv/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2021. Pessoas que vivem com HIV podem e devem tomara a vacina contra covid-19. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/rico-vasconcelos/2021/01/08/pessoas-que-vivem-com-hiv-podem-e-devem-tomar-a-vacina-contra-covid-19.htm. Acesso em: 13/01/2021.

VASCONCELOS, R. 2020. Por que devemos para de usar o termo grupos de risco para o coronavírus. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2020/04/17/por-que-devemos-parar-de-usar-o-termo-grupos-de-risco-para-o-coronavirus/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2020. PrEP faz novos casos de HIV de SP diminuírem 25% em apenas 2 anos. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/rico-vasconcelos/2020/12/04/prep-faz-novos-casos-de-hiv-de-sp-diminuirem-25-em-apenas-2-anos.htm. Acesso em: 13/01/2021.

VASCONCELOS, R. 2018. Prevenção não é sinônimo de camisinha. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2018/05/25/prevencao-nao-e-sinonimo-de-camisinha/. Acesso em: 20/08/2020.

VASCONCELOS, R. 2020. Proibir a doeação de sangue por homens gays é uma forma de discriminação?. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2020/05/01/proibir-a-doacao-de-sangue-por-homens-gays-e-uma-forma-de-discriminacao/. Acesso em: 20/08/ 2020.

VASCONCELOS, R. 2020. Saúde integral da população LGBT é muito mais que prevenção de ISTs. Disponível em: https://ricovasconcelos.blogosfera.uol.com.br/2020/06/26/saude-integral-da-populacao-lgbt-e-muito-mais-que-prevencao-de-ists/. Acesso em: 20/08/2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-142

Refbacks

  • There are currently no refbacks.