A experiência de pacientes psiquiátricos em uma unidade de leitos integrais / The patient’s experience in specialized hospital beds for psychiatric disorders in a medical clinic ward

Amanda França Cruz Ximenes, Caio Calado Macêdo, Luise Paloma Souza Silva, Luã Rodrigues Leite, Maria Eduarda Calado Macêdo, Marcus Túlio Caldas, Suzana França Cruz Ximenes, Vivian Letícia Rudnick Ueta

Abstract


O Programa de Leitos Integrais propõe que a enfermaria de clinica médica conte com uma equipe especializada e multidisciplinar, responsável pelo tratamento do paciente psiquiátrico de forma integral. Assim, o projeto consistiu em pesquisar a experiência dos pacientes com transtornos psiquiátricos em internamento nos Leitos Integrais, com objetivo de compreender como tratamento é vivenciado por eles, investigar como a experiência pode sensibilizar para outras propostas terapêuticas e quais as dificuldades mais prevalentes. A metodologia foi de natureza qualitativa de cunho fenomenológico com amostra intencional. As entrevistas narrativas foram realizadas com 10 pacientes, com duração média de 10 minutos, a partir do questionamento “Como vem sendo sua experiência com os Leitos Integrais do IMIP?”. A análise dos resultados se deu a partir das Unidades de Significado propostas por Amedeo Giorgi. Elaboramos comentários acerca dos resultados com trechos do Diário de Campo por nós confeccionado durante as visitas ao Hospital.O Programa é visto pela clientela como eficiente e de enorme importância para o tratamento, embora ainda haja queixas pontuais. Concluímos pela importância dos Leitos Integrais, com uma clientela bastante satisfeita.


Keywords


Leitos Integrais, Programa de Saúde, Transtornos Psiquiátricos, Hospitalização.

References


BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de atenção à saúde. Departamento de ações programáticas estratégicas. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria n° 148 de 31 de janeiro de 2012. Diário Oficial da União. Brasília, DF.

GADAMER, H.G. Hegel, Husserl e Heidegger. Tradução de Marco Antônio Casanova. Petrópolis: Vozes, 2012

GADAMER, HG. Verdade e Método. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1997.

GIORGI, A.; SOUSA, D. Método fenomenológico de investigação em psicologia. Lisboa: Fim de século, 2012.

LAPORTE, A.M.A.; VOLPE, N. Existencialismo: uma reflexão antropológica e política a partir de Heidegger e Sartre. Curitiba: Juruá, 2009.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MINAYO, M. C. S. O Desafio do Conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Rio de Janeiro: Hucitec-Abrasco, 1996.

RICHARSON, R.J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

UWE, F. Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-136

Refbacks

  • There are currently no refbacks.