Doença de still do adulto: relato de caso / Still's disease of the adult: a case report

Bárbara Queiroz de Figueiredo, Rúbia Carla Oliveira

Abstract


A doença de Still do adulto (AOSD) consiste em um raro distúrbio inflamatório sistêmico, que se caracteriza por febre alta, erupções cutâneas e dores articulares, que, em longo prazo, pode resultar em artrite crônica. Elucidar caso clínico de paciente diagnosticado com doença de Still. Trata-se de um estudo de caso clínico com perspectiva qualitativa e descritiva, que consiste em pesquisa que, em geral, ocorre com coleta direta de dados, cujo pesquisador é o instrumento indispensável. Trata-se de paciente do sexo masculino, 27 anos, com diagnóstico recente de doença de Still do adulto. Há dois meses, foi admitido no hospital com quadro de febre persistente, episódios frequentes de mialgia, em que a mobilidade dos membros inferiores ficava debilitada, seguido de lesões exantemáticas na pele. Além disso, apresentava faringoamigdalite, linfadenopatia, pleurite e dor abdominal. Aos achados laboratoriais, notou-se um alto nível de ferritina sérica, um indicador de ativação de macrófagos, bem como dosagem elevada de triglicerídeos séricos, leucopenia, trombocitopenia e creatinina elevada. Resultados posteriores de urinocultura e hemocultura negativos, e biópsia de medula óssea sugestiva de doença de Still do adulto. A AOSD é uma doença muito polimórfica que desafia os médicos de várias maneiras: primeiro, para evocar o diagnóstico em um contexto de emergência para pacientes graves; segundo, para excluir todos os outros diagnósticos potenciais, especialmente aqueles para os quais os tratamentos com AOSD podem ser deletérios; e, por fim, escolher a estratégia ideal para alcançar a remissão com nenhum ou mínimo efeito colateral.


Keywords


Reumatologia, Doença de Still do Adulto, Inflamação.

References


ARLET, J. B., et al. Current concepts on the physiopathology of adult-onset Still's disease. Rev Med Interne, v. 26, n. 7, p. 549-556, 2005.

DHOTE, R., et al. Reactive hemofagocytic syndrome in adult systemic disease: report of twenty-six cases and literature review. Arthritis & Rheumatism, v. 49, n. 5, p. 633-639, 2003

EFTHIMIOU, P., et al. Diagnosis and management of adult onset Still’s disease. Annals of the Rheumatic Diseases, v. 65, n. 5, p. 564-572, 2006.

FAUTREL, B. Doença de Still do adulto. Best Practice & Research Clinical Rheumatology, v. 22, n. 8, 2008.

FAUTREL, B., et al. Diagnostic value of ferritin and glycosylated ferritin in adult onset Still’s disease. Journal of Rheumatology, v. 28, n. 1, p. 322-239, 2001.

FRANCHINI, S., et al. Efficacy of traditional and biologic agents in different clinical phenotypes of adult-onset Still’s disease. Arthritis Rheum., v. 62, n. 8, p. 2530-2535, 2010.

GERFAUD-VALENTIN, M., et al. Adult-onset Still disease: manifestations, treatments, outcome, and prognostic factors in 57 patients. Medicine (Baltimore), v. 93, n. 2, p. 91-99, 2014.

HARAOUI, B., et al. Anakinra in the treatment of adult onset Still’s disease. Ann Rheum Dis., v. 63, n. 3, p. 293-294, 2004.

IWAMOTO, M., et al. Humanized monoclonal anti-interleukin-6 receptor antibody for treatment of intractable adult-onset Still’s disease. Arthritis Rheum., v. 46, n. 1, p. 3388-3389, 2002.

LOSS, F. S., et al. Enfermedad de still en el adulto: relato de caso y revisión literaria / Still's disease in adults: case report and literary review, Rev Chil. Rheumatol., v. 34, n. 4, p. 165-169, 2018.

OWLIA, M., et al. Adult onset still’s disease: a review. Indian Journal of Medical Sciences, v. 63, n. 5, 207-221, 2009.

ROSA, D. J. F., et al. Síndrome de ativação macrofágica após uso de Leflunomida em paciente com doença de Still do adulto: relato de caso. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 47, n. 3, p. 219-222, 2008.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-115

Refbacks

  • There are currently no refbacks.