Análise da imagem corporal aliada a alimentação e à prática de musculação / Analysis of body image combined with food and bodybuilding

Cristina Lopes Valadares Lucena, Eduardo Rafael Camargos, Jéssica Suellen Ceraso, Daniela Almeida do Amaral, Eunice da Silva Barros

Abstract


Nos últimos anos tem aumentado a busca por mudanças do estilo de vida, prática de atividade física e alimentação que possam propiciar melhorias da imagem corporal e maior similaridade com o padrão imposto pela mídia. Considerando o contexto exposto, este estudo objetivou avaliar o nível de satisfação corporal autorreferida com a alimentação e a prática de musculação. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, transversal e quantitativo realizado através de questionário anônimo autoaplicável online disponibilizado no sistema “Google Forms”. Foram coletados dados como peso, estatura, prática de musculação, tempo de treino, objetivo primário e atual com a prática de atividade física e presença de acompanhamento nutricional. A satisfação com a imagem corporal foi avaliada através da Escala de Silhueta Masculina (ESM) e Escala de Silhueta Feminina (ESF). O índice de massa corporal foi calculado através do peso e altura relatados e analisado de acordo com a Organização Mundial da Saúde. A análise do índice de massa corporal demonstrou que, dentre as mulheres (n = 102), 72,55% (n = 74) eram eutróficas, 23,53% (n = 24) apresentavam excesso de peso e 3,92% (n = 4) apresentavam baixo peso. Com relação aos homens (n = 56), 57,14% (n = 32) apresentavam excesso de peso e os demais, 42,86% (n = 24), eram eutróficos. Foi observada uma taxa de insatisfação corporal semelhante entre as mulheres (67,65%) e homens (66,07%). No grupo masculino o objetivo mais expressivo com  a prática de atividade física foi referente ao ganho de massa muscular (51,79% do total dos homens) e das mulheres foi a perda de peso associada ao ganho de massa muscular (40,20% do total de mulheres). Foi possível verificar que a satisfação foi maior dentre as pessoas que realizavam alimentação saudável (50,79%), quando comparado com aquelas que realizam alimentação moderadamente saudável (21,11%) ou não saudável (20%). Dentre as 52 pessoas adeptas a dietas acompanhados por nutricionista (AN) e que alegaram ter alcançado plenamente ou parcialmente seus objetivos com a musculação 48,08% delas eram adeptas à dietas com alto teor proteico (AP). Conclui-se que a prática de atividade física orientada por educador físico e a adoção de um plano alimentar elaborado por nutricionista podem maximizar o alcance dos objetivos, melhorar a satisfação com a imagem corporal e promover saúde e qualidade de vida.

 

 


Keywords


Alimento, Dieta e Nutrição, Treinamento de Força, Imagem corporal.

References


ALKAZEMI, D, et al. Distorted weight perception correlates with disordered eating attitudes in Kuwaiti college women. Int J Eat Disord. v.51, p. 449– 458. 2018. https://doi.org/10.1002/eat.22852. Acesso em 02 Nov. 2020.

ANTONIO, J., ELLERBROEK, A., SILVER, T. et al. A high protein diet (3 g/kg/d) combined with a heavy resistance training program improves body composition in healthy trained men and women – a follow-up investigation. J Int Soc Sports Nutr. v.12, n.39, 2015. https://doi.org/10.1186/s12970-015-0100- Acesso em 02 Nov. 2020.

BERNARDES, A. L.; DELLA LUCIA, C. M.; DE FARIA, E. R. Consumo alimentar, composição corporal e uso de suplementos nutricionais por praticantes de musculação. RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 10, n. 57, p. 306-318, 23 jul. 2016. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020.

CAMPBELL, B. I. et al. Effects of High Versus Low Protein Intake on Body Composition and Maximal Strength in Aspiring Female Physique Athletes Engaging in an 8-Week Resistance Training Program. International journal of sport nutrition and exercise metabolism, v.28, n.6, p.580–585. 2018. Disponível em . Acesso em 02 Nov. 2020.

COSTA, A. C. P.; TORRE, M. C. M. D.; ALVARENGA, M. S. Atitudes em relação ao exercício e insatisfação com a imagem corporal de frequentadores de academia. Rev. bras. educ. fís. esporte, São Paulo, v. 29, n. 3, p. 453-464, Sep. 2015. Disponível em . Acesso em 19 Oct. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/1807-55092015000300453.

RESENDE, A. S; VIEIRA, D. A.S.; MENDES-NETTO, R. S. Dissatisfation-related food behavior is associated with a risk of eating disorders in physically active women. Nutr Clín Diet Hosp. v.37, n.1, p.141-8. 2017. Disponível em < https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/ibc-161029>. Acesso em 02 Nov. 2020.

DOMINSKI, F. H. et al. Imagem corporal, indicadores antropométricos, motivação e adesão de praticantes de musculação. RBPFEX - Revista Brasileira De Prescrição E Fisiologia Do Exercício, v.13, n.85, p.954-962. 2020. Disponível em http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1827

EBRAHIM, M., et al. Disordered eating attitudes correlate with body dissatisfaction among Kuwaiti male college students. J Eat Disord, 7, 37 (2019). https://doi.org/10.1186/s40337-019-0265-z

FERMINO, R. C.R; PEZZINI, M. R.; REIS, R. S. Motivos para prática de atividade física e imagem corporal em frequentadores de academia. Rev Bras Med Esporte, Niterói, v. 16, n. 1, p. 18-23, Feb. 2010. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922010000100003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 24 Nov. 2020.

GONÇALVES JÚNIOR, I. et al. Nível de satisfação com a aparência muscular em alunos de musculação nas academias de Ubá-MG. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, v.12, n.69, p.93-99. 2018. Disponível em http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/993 Acesso em 29 Nov. 2020.

HALL K. D; GUO, J. Obesity Energetics: Body Weight Regulation and the Effects of Diet Composition. Gastroenterology. V.152, n.7, p.1718-1727, e3. 2017. doi:10.1053/j.gastro.2017.01.052. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020.

KLIMICK, A.C., COELHO, C.E., & ALLI-FELDMANN, L.R. (2017). Nível de Satisfação Corporal de Praticantes de Musculação em Academias de Porto Alegre, RS. Revista de Iniciação Científica da Ulbra. n.15, p.54-62. 2017. Disponível em http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/ic/article/view/3444/2704. Acesso em 07 Nov. 2020.

MACEDO, J. L.; OLIVEIRA, A. S. S.; REIS, E. R.; ASSUNÇÃO, M. DE J. S. M. Prevalência de insatisfação corporal em praticantes de atividade física. RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 13, n. 81, p. 617-623, 19 set. 2019. Disponível em . Acesso em 22 Oct. 2020.

MACEDO, T. T. S. et al. Percepção de pessoas obesas sobre seu corpo. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 505-510, Sept. 2015. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020. http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20150067.

MALESKI, L. R.; CAPARROS, D. R.; VIEBIG, R. F. Estado nutricional, uso de suplementos alimentares e insatisfação corporal de frequentadores de uma academia. Revista Brasileira de Nutriçao Esportiva, v. 10, n.59, p.535-545, 2016. Disponível em < http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/685>. Acesso em 20 Oct. 2020.

MARTIN-MORALEDA, E. et al. Cambios en la pérdida de peso y la composición corporal con dieta cetogénica y práctica de actividad física: revisión narrativa, metodológica y sistemática. Nutr. Hosp. Madrid, v.36, n.5, p.1196-1204, Oct. 2019. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020. Epub 24-Feb-2020. http://dx.doi.org/10.20960/nh.02604.

MILLER, T. Resistance Training Combined With Diet Decreases Body Fat While Preserving Lean Mass Independent of Resting Metabolic Rate: A Randomized Trial. Int. J. Sport Nutr. Exerc. Metab. v.28, n.1, p.46-54. 2018. doi:10.1123/ijsnem.2017-0221. Acesso em 22 Oct. 2020.

MORAES, A. A. L. et al. Comparação dos níveis de satisfação e percepção corporal entre praticantes de dança e musculação. RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v.11, n.66, p.756-764, 26 nov. 2017. Disponível em . Acesso em 22 Oct. 2020.

OLIVEIRA, C. M. M. S. et al. (2019). Avaliação da percepção da imagem corporal e sua relação com o estado nutricional em mulheres praticantes de musculação. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, v.13, n.80, p.513-518. Disponível em http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1387. Acesso em 22 Oct. 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (OMS). Obesity Preventing and Managing the Global Epidemic. World Health Organization. Genebra, jun. 1997. Disponível em . Acesso em 22 Oct. 2020.

PETRY, N. A.; JÚNIOR, M. P. Avaliação da Insatisfação com a Imagem Corporal de Praticantes de Musculação em uma Academia de São José-Sc. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. v. 13. n. 78. p.219-226. Mar./Abril. 2019. Disponível em < https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6817533>. Acesso em 20 Oct. 2020.

RESENDE, A. de S. et al. Hábitos alimentares e imagem corporal entre frequentadores de academias. Mundo saúde (Impr.); v.43, n.1, p.227-248. Jan. 2019. Disponível em < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/periodicos/mundo_saude_artigos/eating_habits.PDF>. Acesso em 19 Oct. 2020.

ROSSI, L.; TIRAPEGUI, J. Body image dissatisfaction among gym-goers in brazil. Rev Bras Med Esporte, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 162-166, Mar. 2018. Disponível em . Acesso em 20 Oct. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220182402157962.

SAMPAIO, A. et al. Composição corporal e autopercepção da imagem corporal de praticantes de musculação da cidade de Teresina/PI. Revista Brasileira de Fisiologia do Exercício. v.17, n.3, p.171-177. 2018. Disponível em: < http://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/revistafisiologia/article/view/2581/3920>. Acesso em 25 nov 2020.

SANTOS, S. F.; SALLES, A. D. Antropologia de uma academia de musculação: um olhar sobre o corpo e um espaço de representação social. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 87-102, 2009. DOI: 10.1590/S1807-55092009000200001. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16713. Acesso em 01 dez. 2020.

SILVA, A. F. S, et al. A magreza como normal, o normal como gordo: reflexões sobre corpo e padrões de beleza contemporâneos. Revista Família, Ciclos de Vida e Saúde no Contexto Social, Uberaba, v. 6, n. 4, p. 808-813, 2018. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020. DOI: 10.18554/refacs.v6i4.3296.

SOUZA, M. C. D. F. P. et al. Padrões alimentares e imagem corporal em mulheres frequentadoras de academia de atividade física. Psico-USF, Itatiba, v. 18, n. 3, p. 445-454, Dec. 2013. Disponível em . Acesso em 19 Oct. 2020. https://doi.org/10.1590/S1413-82712013000300011.

STAPLETON, P; MCINTYRE, T; BANNATYNE A. Body Image Avoidance, Body Dissatisfaction, and Eating Pathology: Is There a Difference Between Male Gym Users and Non-Gym Users? Am J Mens Health, v.10, n.2, p.100-9. 2016. Disponível em < https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/1557988314556673?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori:rid:crossref.org&rfr_dat=cr_pub%20%200pubmed>. Acesso em 19 Oct. 2020. https://doi.org/10.1177/1557988314556673

TOBIAS, D. K., et al. Effect of low-fat diet interventions versus other diet interventions on long-term weight change in adults: a systematic review and meta-analysis. Lancet Diabetes Endocrinol. 2015;3(12):968-979. doi:10.1016/S2213-8587(15)00367-8. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020.

WILLOUGHBY, D.; HEWLINGS, S.; KALMAN, D. Body Composition Changes in Weight Loss: Strategies and Supplementation for Maintaining Lean Body Mass, a Brief Review. Nutrients. v.10, n.12, p.1876. 2018. Disponível em . Acesso em 29 Nov. 2020.

ZANON, A. et al. Body image and health behaviors: is there a relationship between lifestyles and positive body image? Clin Ter; v.167, n.3, e63-69. May-June 2016. Disponível em . Acesso em 19 Oct. 2020. DOI: 10.7417/CT.2016.1935




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-084

Refbacks

  • There are currently no refbacks.