Diagnóstico de enfermagem em pacientes com anemia falciforme: Como intervir? / Nursing diagnosis in patients with sickle cell anemia: How to intervene?

Ruth Cristini Torres, Weber de Santana Teles, Max Cruz da Silva, Michelle Costa Fonseca, Marcel Vinícius Cunha Azevedo, Maria Hozana Santos Silva, Alejandra Debbo, Paulo Celso Curvelo Santos Júnior, Taíssa Alice Soledade Calasans, Ana Fátima Souza Melo de Andrade, Ângela Maria Melo Sá Barros

Abstract


A anemia falciforme é uma doença genética e hereditária que apresenta sintomas dolosos para o paciente. Diante disso, os diagnósticos apresentados nos prontuários, quando analisados, permitem o entendimento sobre a doença e possibilitam formas de melhorar o tratamento dos pacientes em questão. Objetivou-se delinear os diagnósticos de enfermagem relacionados aos pacientes com anemia falciforme em tratamento; traçar intervenções de enfermagem no âmbito dos pacientes com anemia falciforme; construir uma cartilha educativa como estratégia de orientação para pacientes com anemia falciforme. Trata-se de um estudo do tipo descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. A coleta de dados secundários foi proveniente de 26 prontuários clínicos de pacientes em tratamento e monitoramento no ambulatório de um banco de sangue no nordeste brasileiro, no período de março a abril do ano de 2021. Houve um predomínio de sujeitos na faixa etária entre 25 a 40 anos (38,5%) e em relação à cor autodeclarada, predominou-se a cor parda (46,2%), seguida da cor negra 42,35%. Em relação à presença de úlceras de perna identificou-se um quantitativo de nove pacientes. Percebeu-se que todos os pacientes apresentaram crise álgicas. Constatou-se que a identificação dos diagnósticos de enfermagem norteia o planejamento de estratégias educativas sobre o manejo de pacientes com anemia falciforme, proporcionando melhor conforto ao paciente em tratamento.


Keywords


Anemia falciforme, Diagnóstico de Enfermagem, Cuidados de Enfermagem.

References


ALVES, Euripedes et al. Assistência de enfermagem ao paciente portador de anemia falciforme e asma Márcia. Artigo. Tocantins: ITPAC- Instituto Tocantiense Presidente Antonio Carlos. 2012.

BOSCO, Priscila Sanchez; SANTIAGO, Luiz Carlos; CARNEIRO, Bruno Melo. Educação e o meio ambiente como fatores essenciais no cuidado de enfermagem aos clientes portadores de anemia falciforme. Revista de Pesquisa e cuidados fundamentais (Online), Rio de Janeiro, v. 4, n. 1, p. 2654- 2658, jan./mar. 2012.

Cardoso AI, Ferreira Júnior MA, Pompeo CM, Sarat CN, Cardoso MP, Ivo ML, et al. Estudos econômicos completos sobre tratamentos da anemia falciforme. Acta Paul Enferm. 2021;34:eAPE01641.

CANÇADO, R. D., JESUS, J. A. A doença falciforme no Brasil. Rev Bras Hematol Hemoter., São José do Rio Preto, v. 29, n. 3, p. 204-206, 2007.

CORDEIRO, Rosa Cândida; FERREIRA, Silvia Lúcia. Narrativas de mulheres com anemia falciforme. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 24, n. 1, 2,3, p. 33-42, jan./dez. 2011.

GOMES, Isabelle Pimentel et al. Processo de enfermagem ao adolescente hospitalizado portador de anemia falciforme. Revista Brasileira de ciências e saúde, João Pessoa, v. 15, n. 4, p. 461-464, dez. 2011.

FIGUEIREDO, A.K.B. de, et.al. Anemia falciforme: abordagem diagnóstica laboratorial. Rev. Ciênc. Saúde Nova Esperança. jun;12(1): 96-103. 2017.

FERREIRA, Mônica Calil Borges. Doença Falciforme: um olhar sobre a assistência prestada na Rede Pública Estadual – Hemocentro Regional de Juiz de Fora. 2012. Dissertação de Mestrado. Disponível em: . Acesso em: 23 de Set. 2015.

Gomes ILV, Campos DB, Custodio LP, Oliveira RS, organizadores. Doença falciforme: saberes e práticas do cuidado integral na Rede de Atenção à Saúde [Internet]. Fortaleza: EdUECE; 2019 [citado 2019 fev 12].

MARQUES, Viviane et al. Revendo a anemia falciforme: sintomas, tratamentos e perspectivas. Revista cientifica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, v.3, n.1, jan-jun., p.39-61, 2012.

MARTINS, Paulo Roberto Juliano; MORAES-SOUZA, Hélio; SILVEIRA, Talita Braga. Morbimortalidade em doença falciforme. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v.32, n.5, pp. 378-383, 2010.

MENDES, Karina Dal Sasso et al. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto de Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n.4, p.758-764, Out-Dez, 2008.

Moorhead S, Johnson M, Maas ML, Swanson E. Classificação dos resultados de enfermagem (NOC). 4ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2010.

North American Nursing Diagnosis Associantion. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: defini- ções e classificação 2012-2014. Porto Alegre (RS): Artmed; 2012.

NUNEST, Samantha et al. Complicações neurológicas em anemia falciforme: avaliação neropsicológica do desenvolvimento com o NEPSY. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v.32, n. 2, p. 181-185, 2010.

OMS. Organização Mundial de Saúde. Instrumentos de avaliação de qualidade de vida (WHOQOL) 1998. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 de Set. 2015.

PORTARIA CONJUNTA Nº 05, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2018. Aprova o Protocolo Clínico e DiretrizesTerapêuticas da Doença Falciforme. 2018

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Rio Grande do Sul: Universidade FEEVALE, 2013.

ROBERTI, M. R. F., et al. Avaliação da qualidade de vida em portadores de doença falciforme do Hospital das Clínicas de Goiás, Brasil. Rev. Bras. Hematol. Hemoter., São Paulo, v. 32, n. 6, p.449-454, 2010.

SANTANA, Camila Araújo; CORDEIRO, Rosa Cândida; FERREIRA, Silvia Lúcia. Conhecimento de enfermeiras sobre educação para o autocuidado na anemia falciforme. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 27, n. 1, p. 4-12, jan./abr. 2013.

SANTOS, Gerson de Souza. Anemia Falciforme. 2010. Disponível em:< http://enfermeiropsf.blogspot.com.br/2010/04/anemia-falciforme.html>. Acesso em: 01 de Abr. 2016.

SANTOS, Pâmella Naiana Dias dos. et al. Anemia Falciforme: caracterização dos pacientes atendidos em um ambulatório de referência. Revista Cogitare Enfermagem, v.19, n.4, Out/Dez, 2014, p.785-93.

STYPULKOWSKI JB, MANFREDINI V. Alterações hemostáticas em pacientes com doença falciforme. Revista Brasileira de Hematologia Hemoter, v.32, n.1, p.56-62, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-061

Refbacks

  • There are currently no refbacks.