Doença de Parkinson e transtorno depressivo: uma revisão bibliográfica/ Parkinson’s disease and depressive disorder: a literatura review

Ana Clara Costa Garcia, Isadora Almeida Couto, Luiz Garcia Neto, Marisa Costa e Peixoto

Abstract


Introdução Aproximadamente 10 milhões de pessoas no mundo possuem o diagnóstico de doença de Parkinson (DP). Sintomas depressivos, associados ou não a alterações motoras, cada vez mais prevalentes nos idosos, devem também ser avaliados como DP. Objetivo Analisar os estudos que tratem sobre a relação entre a DP e o transtorno depressivo. Metodologia Revisão de literatura realizada entre fevereiro e maio de 2021 por meio de pesquisas de artigos e publicações científicas dos últimos 20 anos, na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), sobre a relação da DP e os transtornos depressivos. Após busca e seleção do material, finalizou-se com a leitura na íntegra de 18 artigos. Resultados A DP é diagnosticada mais frequentemente em indivíduos com mais de 50 anos de idade, de ambos os sexos, com incidência e prevalência diretamente proporcionais ao aumento da idade. Por ser uma doença neurológica crônica e progressiva torna-se capaz de reduzir a neurotransmissão dopaminérgica afetando as áreas motoras e sensitivas. Os sintomas depressivos nesses casos são potenciais sinais confundidores diagnósticos, dificultando a relação entre DP e os transtornos depressivos. Esse último é reconhecido pelos sinais e sintomas de tristeza incomum e permanente originada de situações negativas recorrentes. Considerações Finais A DP apresenta sinais e sintomas que prejudicam a qualidade de vida dos indivíduos, principalmente dos idosos, limitando as atividades da vida diária e os sintomas não motores como o transtorno depressivo que podem abreviar a evolução da DP, principalmente por muitas vezes confundir o diagnóstico.


Keywords


Doença de Parkinson, Transtorno Depressivo, Depressão.

References


ARRIAGA, A. C.; VIOLANTE, M. R. Disfunción no motora en la enfermedad de Parkinson: una enfermedad neurológica con manifestaciones multisistémicas. Med Int Mex., v. 27, n. 1, p. 29-37, 2011.

BARBOSA, E. R. Tratamento das complicações neuropsiquiátricas na doença de Parkinson. In: ANDRADE, L. A. F.; BARBOSA, R. E.; CARDOSO, F.; TEIVE, H. A. G. Doença de Parkinson: estratégias atuais de tratamento. 2. ed. São Paulo: Segmento Farma; 2006. p. 143-53

BARBOSA, G. Cannabis Medicinal no Tratamento do Mal de Parkinson, 2020. Disponível em: Https://hempmedsbr.com/cannabis-medicinal-no-tratamento-do-mal-de-parkinson/

BARRERO, F. J.; AMPUERO, I.; MORALES, B.; VIVES, F.; DEL CASTILLO, J. D. D. L.; HOENICKA, J., et al. Depression in Parkinson's disease is related to a genetic polymorphism of the cannabinoid receptor gene (CNR1). Pharmacogenomics Journal. 2005.

BERTUCCI FILHO, D., et. al. Early-onset Parkinson's disease and depression. Arq Neuropsiquiatry. 2007.

CARDOSO, F. Tratamento da Doença de Parkinson. Arq Neuropsiquiatr., v. 53, 1995.

CORREIA, M. G. S.; PAIXÃO, A. O.; JESUS, A. V. F.; SILVA, F. S.; MESSIAS, G. M. S., et al. Doença de Parkinson: uma desordem neurodegenerativa. Caderno de Graduação - Ciências Biológicas e da Saúde – UNIT, v. 1, n. 2, p. 57-65, 2013.

COSTA, F. H. R. et al. Depressão na doença de Parkinson: diagnóstico e tratamento. Arq. Neuro-Psiquiatr., v. 70, n. 8, 2012.

CUMMINGS, J. L. Depression and Parkinson’s disease: a review. Am J Psychiatry. 1992.

DIAGNOSTIC AND STATISTICAL MANUAL OF MENTAL DISORDERS. DSM – V. Americana Psychiatric Association, 2013.

DORSEY, E. R.; ELBAZ, A. Global, regional, and national burden of Parkinson's disease, 1990-2016: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2016. The Lancet Neurology, v. 17, n. 11, p. 939-953, 2018.

ELBEDDINI, A., TO, A., TAYEFEHCHAMANI, Y., WEN, C. Potential impact and challenges associated with Parkinson’s disease patient care amidst the COVID-19 global pandemic. Journal of Clinical Movement Disorders, v. 7, n. 7, 2020.

FERNANDES, H. C. O., et al. Depressão entre idosos portadores de doença de Parkinson: opinião dos membros da Associação Capixaba de Parkinson. Revista APS, 2019.

FERREIRA, A. C. B.; MATOS, M. S. Avaliação do impacto da depressão e ansiedade em pacientes com doença de Parkinson. UNICEUB, Brasília, 2019.

FONOFF, E.; LEVODOPA: a medicação que revolucionou o tratamento da doença de parkinson, 2019. Disponível em: https://www.erichfonoff.com.br/blog/levodopa-a-medicacao-que-revolucionou-o-tratamento-deparkinson/#:~:text=Levodopa%2C%20a%20medica%C3%A7%C3%A3o%20que%20revolucion ou%20o%20tratamento%20da%20doen%C3%A7a%20de%20Parkinson,- Por%20Erich%20Fonoff&text=Na%20doen%C3%A7a%20de%20Parkinson%2C%20ocorre,os %20movimentos%20e%20a%20coordena%C3%A7%C3%A3o

GALHARDO, M. M. A. C.; AMARAL, A. K. F. J.; VIEIRA, A. C. C. Caracterização dos distúrbios cognitivos na Doença de Parkinson. Rev. CEFAC, v. 11 (suppl 2), 2009.

GOODARZI, Z., et al. Detecting depression in Parkinson disease A systematic review and meta-analysis. Neurology, v. 87, n. 4, p. 426-437, 2016.

GUIMARÃES, A. P. R., et al. A contribuição do enfermeiro na recuperação de idosos depressivos. ICESP Faculdade Promove de Brasília, v.1, n.1, p, 1-8, 2016.

HAYES, M. T. Doença de Parkinson e Parkinsoniso. Am J Med., v 132, n. 7, p. 802-807, 2019.

MARGIS, R.; DONIS, K. C.; SCHÖNWALD, V. S.; RIEDER, C. R. M. WhOQOL-OLD assessment of quality of life in elderly patients with Parkinson's disease: influence of sleep and depressive symptoms. Rev Bras Psiquiatr., v. 32, n. 2, p. 125-131, 2010.

MELE, B., et al. Detecting anxiety in individuals with Parkinson disease: A systematic review. Neurology, v. 90, n. 1, p. e39-e47, 2018.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Dia Mundial de conscientização da Doença de Parkinson: avançar, melhorar, educar, colaborar!. 2021. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/ultimas-noticias/3450-11-4-dia-mundial-de-conscientizacao-da-doenca-de-parkinson-avancar-melhorar-educar-colaborar

MÖLLER, J. C.; MENIG, A.; OECHSNER, M. Neurorehabilitation in Parkinson’s disease. Praxis, Zihlschlacht, v. 7, n. 105, p. 377-382, 2016.

NAKABAYASHI, T. I., et al. Prevalence of depression in Parkinson’s disease. Revista de Psiquiatria Clínica, v. 35, n. 6, 2008.

NUTI, A.; CERAVOLO, R.; PICCINNI, A.; DELL'AGNELLO, G.; BELLINI, G.; GAMBACCINI, G. et al. Psychiatric comorbidity in a population of Parkinson's disease patients. Eur J Neurol., v. 11, n. 5, p. 315-320, 2004.

PAIVA, K.; MORAIS, P. L. A. G.; ROCHA, G. S.; OLIVEIRA, L. Impactos globais da infecção por Covid-19 em pacientes com a doença de Parkinson: uma revisão de literatura. Research Society and Development, v. 10, n. 1, e47310112043, 2021.

PINHEIRO, J. E. S.; BARBOSA, M. T. Doença de Parkinson e Outros Distúrbios do Movimento em Idosos. In: FREITAS, E. V. D.; PY, L. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 4.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018.

RICKARDS, H. Depression in neurological disorders: Parkinson’s disease, multiple sclerosis and stroke. J Neurol Neurosurg Psychiatry, 2004.

SERTÃO, A. T.; FERREIRA, D. A. S. Relação entre estilo de vida e a etiologia da doença de Parkinson em pacientes do Município de Jequié BA. Rev Bras Neurol., v. 54, n. 4, p. 12-18, 2018.

SILBERMAN, C. D.; LAKS, J.; RODRIGUES, C. S.; ENGELHARDT, E. Uma revisão sobre depressão como fator de risco na Doença de Parkinson e seu impacto na cognição. Rev Psiquiatr RS. V. 26, n. 1, p. 52-60, 2004.

SILVA E. R., et al., Prevalência e fatores associados a depressão entre idosos institucionalizados: Subsídio aos cuidados de enfermagem.

Revista Especial de Enfermagem, v. 46, n. 6, p. 1387-1393, 2012.

SILVA, T. P.; CARVALHO, R. A. C. Doença de Parkinson: o tratamento terapêutico ocupacional na perspectiva dos profissionais e dos idosos. Cad. Bras. Ter. Ocup., v. 27, n. 2, 2019.

SOUZA, C. F.; ALMEIDA, H. C.; SOUZA, J. M.; COSTA, P.H.; SILVEIRA, Y.S.;

BEZERRA, J. C. A Doença de Parkinson e o Processo de Envelhecimento Motor: Uma Revisão de Literatura. Revista de Neurociência, Mossoró, v. 19, n. 4, 2011.

SVEINBJORNSDOTTIR, S. The clinical symptoms of Parkinson’s disease. Journal of neurochemistry, v. 139, p. 318–324, 2016.

TREVISAN, M. O papel do enfermeiro na recuperação de idosos depressivos.

Revista Eletrônica Gestão e Saúde, v. 7, n. 1, p. 428-440, 2016.

VIOLANTE, M. R.; VELÁZQUEZ-OSUNA, S.; CERVANTES-ARRIAGA, A.; CORONAVÁZQUEZ, T.; FUENTE-SANDOVAL, C. Prevalence, associated factors and phenomenology of psychosis in patients with Parkinson’s disease. Gac médica México, v. 151, p. 169–175, 2015.

WICHOWITZ, H. M.; SLAWECK, J.; DEREJKO, M.; CUBALA, W. J. Factors associated with depression in Parkinson's disease: a cross-sectional study in a Polish population. Eur Psychiatry. 2006.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-036

Refbacks

  • There are currently no refbacks.