Fatores de risco relacionados ao suicídio em pacientes com câncer de pulmão / Risk factors related to suicide in patients with lung cancer

Rafisah Sekeff Simão Alencar, Larissa Bispo Alves Roncen, Maria Eduarda de Oliveira Rodrigues, Raisa Ozaneide Oliveira da Silva, Marcos Curcio Angelini

Abstract


Diversos estudos identificaram maior taxa de suicídio em pacientes oncológicos em comparação com a população geral. Dentre esses pacientes, os acometidos por câncer de pulmão possuem as maiores taxas de suicídio. Esse estudo visa analisar os fatores de risco envolvidos nesse contexto. O levantamento bibliográfico foi efetuado de forma online, com investigação de artigos científicos indexados nas bases PubMed e BVS, cujos critérios de inclusão foram: publicados nos últimos 10 anos; em português ou inglês; publicados em periódicos disponibilizados online e na íntegra. Os descritores utilizados foram: risk suicide AND lung cancer patients. Nos EUA, o risco de suicídio em pacientes com câncer de pulmão é quase cinco vezes maior do que na população geral. Nesse sentido, fatores demográficos específicos que foram associados a esse risco são sexo masculino e idade avançada. O prognóstico desfavorável do tumor e doença metastática também apontam para maiores taxas de suicídio. A ansiedade e a depressão, principalmente após a notícia da doença, acarretam um risco 5,1 vezes maior de suicídio nos primeiros 3 meses do diagnóstico nesses pacientes. Ademais, baixo apoio familiar também foi relacionado com o suicídio nessa população. Com relação a sintomatologia, falta de ar e insônia foram as principais manifestações encontradas, além da dor oncológica que levam a sentimentos de desesperança. Pacientes com câncer de pulmão têm maior risco de suicídio após o diagnóstico da doença, sendo maior, particularmente, nos mais velhos, viúvos, sexo masculino e com características de tumores desfavoráveis. Deve-se identificar os pacientes vulneráveis para fornecer avaliação psicológica, suporte adequado, entendimento, ao paciente, sobre o diagnóstico da doença e modalidades de tratamento, propondo também a comunicação familiar e, assim, reduzir o risco de suicídio nesses indivíduos. 


Keywords


câncer, pulmão, suicídio, câncer de pulmão.

References


AKECHI, Tatsuo et al. Predictive factors for suicidal ideation in patients with unresectable lung carcinoma: a 6- month follow-up study. Cancer, v. 95, n.5, p. 1085-1093, 2002.

ARAUJO, Luiz Henrique et al. Lung cancer in Brazil. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 44, p. 55-64, 2018.

FANG, Chun-Kai et al. A correlational study of suicidal ideation with psychological distress, depression, and demoralization in patients with cancer. Supportive Care in Cancer, v.22, n.12, p. 3165-3174, 2014.

HENSON, Katherine E. et al. Risk of suicide after cancer diagnosis in England. Jama Psychiatry, v. 76, n.1, p.51-60, 2019.

KACENIENE, Auguste et al. Suicide risk among lung cancer patients in Lithuania. Clinical respiratory journal, The, v. 12, n. 9, p. 2455-2456, 2018.

RAHOUMA, Mohamed et al. Lung cancer patients have the highest malignancy-associated suicide rate in USA: a population-based analysis. Ecancer medical science, v. 12, 2018.

TAUR, Fang‐Meei et al. Evaluating the suicide risk‐screening scale used by general nurses on patients with chronic obstructive pulmonary disease and lung cancer: a questionnaire survey. Journal of clinical nursing, v. 21, n. 3‐4, p. 398-407, 2012.

URBAN, Damien et al. Suicide in lung cancer: who is at risk?. Chest, v. 144, n. 4, p. 1245-1252, 2013.

ZAORSKY, Nicholas G. et al. Suicide among cancer patients. Nature communications, v. 10, n. 1, p. 1-7, 2019.

ZHOU, Huaqiang et al. Trends in incidence and associated risk factors of suicide mortality in patients with non‐small cell lung cancer. Cancer medicine, v. 7, n. 8, p. 4146-4155, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n5-31

Refbacks

  • There are currently no refbacks.