Mulheres e câncer: corpos femininos são mais que mamas e colo de útero. Estudo dos novos diagnósticos de câncer entre mulheres, no Brasil, de 2016 a 2020 / Women and cancer: feminine bodies are more than breasts and cervix. A study around new diagnoses of cancer in women, in Brazil, between 2016 and 2020

Gabriela Vasconcelos de Moura, Vítor Pereira Contini, Laura de Lima Bigolin, Julia Perito Alfredo, Isabel Amaral Tavares Pinheiro, Hyngrid Santos Sousa, Kéven Martins Wrague, Letícia Costa Vasconcelos

Abstract


INTRODUÇÃO: Costuma-se, por hábito cultural, associar câncer em pessoas do sexo feminino a mamas e colo do útero, entretanto, apenas em 2020, no Brasil, 74.7% das neoplasias em pessoas do sexo feminino foram em outros locais que não mamas ou colo do útero. Entre as mais prevalentes no mundo estão as neoplasias do trato gastrointestinal que, em 2020, representaram 12.7% dos cânceres em pessoas do sexo feminino no Brasil. Existe, de forma clara, desconhecimento desses dados especialmente entre a população que deveria, então, ser informada e conscientizada. Em contrapartida, é crescente o número de campanhas temáticas com meses e cores, que conscientizam repetidamente acerca de um único assunto, enquanto existem outros igualmente alarmantes que também merecem atenção. OBJETIVOS: Evidenciar o padrão de neoplasias em pessoas do sexo feminino, sua epidemiologia e características, a fim de identificar possíveis carências do sistema em ampliar o rastreio e diagnósticos de outras neoplasias. MÉTODOS: Estudo Transversal Descritivo e Retrospectivo dos anos de 2016 a 2020. Foram coletados dados do Sistema de Informação Hospitalar (SIH)/SUS e do Painel-Oncologia, ambos disponibilizados pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Foram considerados os dados exclusivamente de mulheres referentes às seguintes neoplasias malignas: do cólon; da junção retossigmóide, reto, ânus e canal anal; da mama e do colo do útero, carcinomas in situ da mama e do colo do útero. RESULTADOS: A média de novos casos de câncer em pessoas do sexo feminino, no período de cinco anos de que trata o presente estudo, foi de 63.952,4. Entre as oito patologias estudadas, as neoplasias malignas da mama e colo do útero detém, respectivamente, 55.89% e 20.02% dos casos totais. Em relação à faixa etária dessas pessoas, pessoas entre 55 e 59 anos foram as de maior incidência, com 12.55% dos registros. O padrão das neoplasias de acordo com a faixa etária varia, sendo o cólon o mais acometido entre as pessoas com menos de 20 anos. A neoplasia de colo de útero tem aumento significativo apenas a partir dos 20 anos, permanecendo aumentada até os 34 anos, além de ser a mais prevalente entre pessoas de 25 a 30 anos. Quanto à região do país em que foram feitos esses diagnósticos, o Sudeste detém a maioria deles, 44.79% e o Norte a menor parte, 4.55%. CONCLUSÃO: Há pouca conscientização da população e dos responsáveis por transmitir informação, acerca das neoplasias não mamárias ou uterinas que, com frequência, acometem pessoas do sexo feminino. Estudos mais complexos podem evidenciar os impactos que a baixa conscientização sobre outros locais em que se pode desenvolver câncer têm sobre a população. Faz-se necessário maior disseminação do conhecimento de que outras neoplasias também precisam ser, quando clinicamente proposto, rastreadas e prevenidas.

 


Keywords


Neoplasias, Neoplasias do Colo do Útero, Neoplasias Intestinais, Neoplasias da Mama.

References


JONES, Sandra C; JOHNSON, Keryn. Women’s Awareness of Cancer Symptoms: a review of the literature. Women’s Health, [S.L.], v. 8, n. 5, p. 579-591, set. 2012. SAGE Publications. http://dx.doi.org/10.2217/whe.12.42.

MCCAUGHAN, Eilis; PRUE, Gillian; PARAHOO, Kader; MCILFATRICK, Sonja; MCKENNA, Hugh. Exploring and comparing the experience and coping behaviour of men and women with colorectal cancer after chemotherapy treatment: a qualitative longitudinal study. Psycho-Oncology, [S.L.], v. 21, n. 1, p. 64-71, 2 dez. 2010. Wiley. http://dx.doi.org/10.1002/pon.1871.

WALKER-SMITH, Tammy L.; PECK, Jessica. Genetic and Genomic Advances in Breast Cancer Diagnosis and Treatment. Nursing For Women'S Health, [S.L.], v. 23, n. 6, p. 518-525, dez. 2019. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.nwh.2019.09.003.

LANTA, Quitterie; ARVEUX, Patrick; ASSELAIN, Bernard. Épidémiologie et spécificités socioculturelles de la femme jeune atteinte de cancer du sein. Bulletin Du Cancer, [S.L.], v. 106, n. 12, p. 4-9, dez. 2019. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/s0007-4551(20)30041-2.

FACCIO, Flavia; MASCHERONI, Eleonora; IONIO, Chiara; PRAVETTONI, Gabriella; PECCATORI, Fedro Alessandro; PISONI, Camilla; CASSANI, Chiara; ZAMBELLI, Sara; ZILIOLI, Anna; NASTASI, Giuseppe. Motherhood during or after breast cancer diagnosis: a qualitative study. European Journal Of Cancer Care, [S.L.], v. 29, n. 2, p. 1-9, 6 jan. 2020. Wiley. http://dx.doi.org/10.1111/ecc.13214

MONTGOMERY, Kymberlee; BLOCH, Joan Rosen. The human papillomavirus in women over 40: implications for practice and recommendations for screening. Journal Of The American Academy Of Nurse Practitioners, [S.L.], v. 22, n. 2, p. 92-100, fev. 2010. Wiley. http://dx.doi.org/10.1111/j.1745-7599.2009.00477.x.

TALLON, Blenda; MONTEIRO, Denise; SOARES, Leila; RODRIGUES, Nádia; MORGADO, Flavio. Trends in cervical cancer mortality in Brazil in 5 years (2012-2016). Saúde em Debate, [S.L.], v. 44, n. 125, p. 362-371, jun. 2020. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104202012506i.

Ministério da Saúde. PAINEL-Oncologia, Banco de dados do Sistema Único de Saúde-DATASUS. 2021. Disponível em: tabnet.datasus.gov.br/tabnet/tabnet.html. Acesso em: 28 out. 2020

Ministério da Saúde. Sistema de Informações Hospitalares (SIH), Banco de dados do Sistema Único de Saúde-DATASUS. 2021. Disponível em: tabnet.datasus.gov.br/tabnet/tabnet.html. Acesso em: 28 out. 2020.

BRAY, Freddie; JEMAL, Ahmedin; GREY, Nathan; FERLAY, Jacques; FORMAN, David. Global cancer transitions according to the Human Development Index (2008–2030): a population-based study. The Lancet Oncology, [S.L.], v. 13, n. 8, p. 790-801, ago. 2012. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/s1470-2045(12)70211-5.

Instituto Nacional do Câncer. Estatísticas de câncer. 2021. Disponível em: https://www.inca.gov.br/numeros-de-cancer#main-content. Acesso em: 25 fev. 2021.

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Diretrizes brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero. 2. ed. Rio de Janeiro: Divisão de Detecção Precoce e Apoio À Organização de Rede, 2016. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//diretrizesparaorastreamentodocancerdocolodoutero_2016_corrigido.pdf. Acesso em: 25 fev. 2021.

IBGE/Diretoria de Pesquisas. Projeção da população do Brasil por sexo e idade para o período 2000-2060. Brasília: Ibge, 2013.

WALBOOMERS, Jan M. M.; JACOBS, Marcel V.; MANOS, M. Michele; BOSCH, F. Xavier; KUMMER, J. Alain; SHAH, Keerti V.; SNIJDERS, Peter J. F.; PETO, Julian; MEIJER, Chris J. L. M.; MU?OZ, Nubia. Human papillomavirus is a necessary cause of invasive cervical cancer worldwide. The Journal Of Pathology, [S.L.], v. 189, n. 1, p. 12-19, set. 1999. Wiley. http://dx.doi.org/10.1002/(sici)1096-9896(199909)189:13.0.co;2-f.

NAKAGAWA, Janete Tamani Tomiyoshi; SCHIRMER, Janine; BARBIERI, Márcia. Vírus HPV e câncer de colo de útero. Rev. bras. enferm., Brasília, v. 63, n. 2, p. 307-311, Apr. 2010 . Available from access on 15 May 2021. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672010000200021.

Instituto Nacional do Câncer. Detecção precoce. 2021. Disponível em: https://www.inca.gov.br/en/node/1194. Acesso em: 22 fev. 2021.

National Health Service. How should I check my breasts? 2018. Disponível em: https://www.nhs.uk/common-health-questions/womens-health/how-should-i-check-my-breasts/. Acesso em: 22 fev. 2021.

SILVA, Mayara D. T.; MARQUES, Renata B.; COSTA, Leandro O. Câncer de colo de útero: barreiras preventivas no século 21. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.2, p. 7610-7626, mar./apr. 2021. https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-300

PEREIRA et al. Qualidade de Vida de mulheres com Câncer de mama no pré-operatório, pós-operatório e em tratamento quimioterápico. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.2, p. 6647-6662, mar./apr. 2021. https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-216

PIRES et al. Rastreamento do Câncer Colorretal: Revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v.4, n.2, p. 6866-6881, mar./apr. 2021. https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-233




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-111

Refbacks

  • There are currently no refbacks.