A Qualidade da colonoscopia de um serviço Brasileiro de alto fluxo medida através da taxa de detecção de adenomas

José Celso Cunha Guerra Pinto Coelho, Débora Lucciola Coelho, Vitor Turra Aleixo Vitarelli, Ana Campos Pires, Jacqueline Araújo Lima, Maria Paula Costa Lima de Castro Miseran, Victor Guerra Campos, Rafael Faleiro Guerra Pinto Coelho

Abstract


INTRODUÇÃO. Evidências mostram que a maioria dos Cânceres Colorretais pós-colonoscopia de rastreio são atribuíveis a lesões não detectadas e/ou por polipectomia incompleta. A Taxa de Detecção de Adenomas (TDA) é definida pela prevalência em que pelo menos um adenoma é encontrado em colonoscopias de rastreio de pacientes assintomáticos e de risco habitual para o Câncer Colorretal (CCR), sendo um importante indicador de qualidade de colonoscopias de um colonoscopista ou de um serviço de colonoscopias.  Devido a isso, a Sociedade Americana de Endoscopia Gastrointestinal (ASGE) e o Colégio Americano de Gastroenterologia (ACG) criou metas mínimas de TDA como referência de qualidade mínima de colonoscopias, sendo estabelecido uma TDA global mínima de 25%, de 30% para amostras de pacientes masculinos e 20% para amostras de pacientes femininos. Ainda, é estabelecido que TDAs mais elevadas se associam com um risco reduzido de CCR. OBJETIVOS. Este trabalho objetiva medir a TDA de um serviço de endoscopia brasileiro de alta demanda e comparar com os valores de referência propostos pela ASGE. MÉTODOS. Estudo transversal, descritivo e documental a partir de prontuários de pacientes da clínica Gastrocenter e do laboratório de Anatomia Patológica Virchow submetidos à colonoscopia no período de novembro de 2017 a novembro de 2018. Após avaliação de critérios de inclusão e exclusão, foram avaliadas 757 colonoscopias de rastreio de CCR de pacientes entre 45 e 85 anos de risco habitual. Os exames foram realizados por 12 colonoscopistas. Após avaliação dos dados encontrados eles foram confrontados com a literatura. RESULTADOS. Das 757 colonoscopias avaliadas, 390 era de pacientes do sexo feminino e 367 eram de pacientes do sexo masculino. No total foram encontrados e avaliados 307 adenomas, sendo 162 em pacientes do sexo feminino e 145 em pacientes do sexo masculino. A TDA global foi calculada em 40,5%, sendo de 39,5% entre pacientes masculinos e de 41,5% entre pacientes femininos. Todos os valores foram superiores de forma estatisticamente significativa. DISCUSSÃO. Alguns aspectos em relação a elevada TDA do serviço podem ser ressaltadas como a elevada experiência em número de exames realizados pelo corpo médico do serviço, o baixo índice de preparos inadequados de cólon e a sedação realizada exclusivamente por médico anestesiologista. CONCLUSÃO. A TDA encontrada no serviço estudado neste trabalho foi consideravelmente maior que o piso da TDA estabelecido pela ASGE. Os resultados contaram com significância estatística tanto na comparação entre o TDA geral do trabalho e o TDA recomendado pela literatura, quanto na mesma comparação entre os TDAs de cada sexo individualmente.


Keywords


Adenoma, Taxa de Detecção de Adenomas, Colonoscopia, Câncer Colorretal.

References


- Rex DK, Schoenfeld PS, Cohen J, Pike IM, Adler DG, Fennerty MB, Lieb JG, Park WG, Rizk MK, Sawhney MS, Shaheen NJ. Quality indicators for colonoscopy. Gastrointestinal endoscopy. 2015 Jan 1;81(1):31-53.

- Baxter NN, Goldwasser MA, Paszat LF, Saskin R, Urbach DR, Rabeneck L. Association of colonoscopy and death from colorectal cancer. Annals of internal medicine. 2009 Jan 6;150(1):1-8.

- Brenner H, Chang-Claude J, Seiler CM, et al. Protection from colorectal cancer after colonoscopy: a population-based, case-control study.Ann Intern Med 2011;154:22-30.

- Imperiale TF, Glowinski EA, Juliar BE, et al. Variation in polyp detection rates at screening colonoscopy. Gastrointest Endosc 2009;69:1288-95

- Rex DK, Helbig CC. High yields of small and flat adenomas with high-definition colonoscopes using either white light or narrow band im-aging. Gastroenterology 2007;133:42-7.120.

- Kahi CJ, Anderson JC, Waxman I, et al. High-definition chromoco-lonoscopy vs. high-definition white light colonoscopy for average-risk colorectal cancer screening. Am J Gastroenterol2010;105:1301-7

- Pires MEP, Mezzomo DS, Leite FM, de Lucena TM, Pinheiro MJ, Vargas LJ, Quintairos MQ, Oliveira MC. Rastreamento do Câncer Colorretal: Revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review. 2021 Mar 31;4(2):6866-81.

- Kaminski MF, Regula J, Kraszewska E, et al. Quality indicators for colonoscopy and the risk of interval cancer. N Engl J Med 2010;362:1795-803.

- Rex D, Schoenfeld P, Cohen J. Quality indicators for GI endoscopic procedures. Am J Gastroenterol. 2015;110:72-90.

- Han S. Achieving Competence in Endoscopy. ACG case reports journal. 2019 Aug;6(8).

- Patwardhan VR, Feuerstein JD, Sengupta N, et al. Fellowship colonoscopy training and preparedness for independent gastroenterology practice. J Clin Gastroenterol. 2016;50(1):45–51.

- Oliveira RG, Faria FF, Lima Júnior AC, Rodrigues FG, Braga ÁC, Lanna DD, Valle Júnior HN, Teixeira RG, Neves PM, Alvarenga IM, Constantino JR. Análise retrospectiva de 504 colonoscopias. Revista Brasileira de Coloproctologia. 2010 Jun;30(2):175-82.

- Feitosa MR, Marçal MA, Ramos MR, de Freitas MT, Liporaci FM, da Rocha JJ, Féres O. Análise dos indicadores de qualidade das colonoscopias ambulatoriais feitas em um centro de treinamento. Journal of Coloproctology. 2017 Oct 1;37:142-3.

- Chan AO, Hui WM, Chan CK, Lai KC, Hu WH, Yuen MF, Wong WM, Lau GK, Hui CK, Lam SK, Wong BC. Colonoscopy demand and practice in a regional hospital over 9 years in Hong Kong: resource implication for cancer screening. Digestion. 2006;73(2-3):84-8.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-087

Refbacks

  • There are currently no refbacks.