Pacientes oncológicos e seus familiares: um olhar educacional da enfermagem / Cancer patients and their families: an educational look at nursing

Pamela Nery do Lago, Maria Fernanda Silveira Scarcella, Valdjane Nogueira Noleto Nobre, Liane Medeiros Kanashiro, Camila Ferreira Corrêa, Gabriela Camargos Costa, Erlon Carlos Vieira, Wellington Souza Rodrigues Mendes

Abstract


Este trabalho discute as ações de educação em saúde realizadas por enfermeiros e demais integrantes da equipe de enfermagem com pacientes oncológicos e seus familiares, abordando quais são as principais ações e instrumentos utilizados, a importância das mesmas para o tratamento do paciente e o papel do enfermeiro nesse contexto junto ao paciente e seus familiares. Para tal, realizou-se uma pesquisa bibliográfica envolvendo estudos publicados entre os anos de 2008 e 2017 na Biblioteca Virtual em Saúde, utilizando para tanto os descritores: educação em saúde, paciente oncológico e assistência de enfermagem. Foi realizada a leitura na íntegra dos artigos com textos completos em português que abordavam a temática proposta. Após análise dos textos, pode-se concluir que os meios utilizados para realização de educação em saúde com pacientes oncológicos e seus familiares são: o diálogo dentro da consulta de enfermagem, atividades lúdicas, confecção de materiais impressos, visitas domiciliares, atividades em grupo e acompanhamento via telefone. Relatos de pacientes e seus familiares citam como muito importante essas ações educativas realizadas pela equipe de enfermagem, uma vez que minimiza a ansiedade e medo, tira dúvidas existentes e auxilia na tomada de decisão sobre a melhor conduta terapêutica possível pra cada situação de adoecimento. No que concerne o papel do enfermeiro, percebeu-se que por ser o líder da equipe e também o profissional que está mais tempo presente nos cuidados com o paciente, este torna-se fundamental na condução das ações educativas, pois tem a capacidade de perceber as reais necessidades da sua clientela e atuar de forma personalizada e rápida na resolução dos problemas e dissolução de dúvidas que vão surgindo ao longo do tratamento. Portanto, que as ações de educação em saúde desenvolvidas com pacientes oncológicos e seus familiares, são imprescindível para que haja uma resposta positiva na condução do tratamento terapêutico, sempre respeitando as crenças e o desejo do paciente.


Keywords


Educação em Saúde. Paciente Oncológico. Assistência de Enfermagem.

References


BARBOSA, D. M.; OGAVA, L. G.; MANSO, M. E. G. Tratamento oncológico e o impacto na vida de idosos. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 4, n. 3, p. 12094-12104 may./jun. 2021.

BARBOSA, M. S.; NERIS, R. R.; ANJOS, A. C. Y.; MAGNABOSCO, P.; PORTO, J. P. Ação educativa com equipe de enfermagem em serviço de quimioterapia ambulatorial: relato de experiência. Rev. Enferm. UFPE Online, Recife, v. 10, n. 2, p. 675-682, fev. 2016.

BLAKE, H. Innovation in pratice: mobile phone technology in patient care. Br. J. Community Nurs.. London, v. 14, n. 4, p. 160-162, 2008.

BRASIL. Ministério da saúde. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Ações de enfermagem para o controle do câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 3. ed. rev. atual. ampl. Rio de Janeiro: INCA, 2008. Disponível em: . Acesso em: 18 mar. 2018.

CALLEGARO, G. D.; BAGGIO M. A.; NASCIMENTO, K. C.; ERDMANN, A. L. Cuidado perioperatório sob o olhar do cliente cirúrgico. Rev. Rene. v. 11, n. 3, p. 132-142, set. 2010.

CAPTEIN, K. M.; SIMÃO, D. A. S.; AGUIAR, A. N. A.; PENA, E. D.; SOUZA, R. S.; MENDOZA, I. Y. Q. Ações educativas no cotidiano da enfermagem oncológica: revisão integrativa. Rev. enferm. UFPE Online. Recife, vol. 11 (Supl. 2), p. 999-1007, fev. 2017.

CAR, J.; SHEIKH, A. Telephone consultation. Br. Med. J., v. 3, n. 326, p. 966-969, 2003.

CASTRO, A. P.; OIKAWA, S. E.; DOMINGUES, T. A. M.; HORTENSE, F. T. P.; DOMENICO, E. B. L. Educação em Saúde na Atenção ao Paciente Traqueostomizado: Percepção de Profissionais de Enfermagem e Cuidadores. Rev. Brasil.Cancerol., v. 60, n. 4, p. 305-313, 2014.

CHRISTÓFORO, B. E. B.; CARVALHO, D. S. Cuidados de enfermagem realizados ao paciente cirúrgico no período préoperatório. Rev. Esc. Enferm. USP, São Paulo, v. 43, n. 1, p. 14-22, 2009.

CRUZ, F. O. A. M.; FERREIRA, E. B.; REIS, P. E. D. Consulta de enfermagem via telefone: relatos dos pacientes submetidos à quimioterapia antineoplásica. R. Enferm. Cent. O. Min., v. 4, n. 2, p. 1090-1099, maio/ago 2014.

CUNHA, F. F.; VASCONCELOS, E. V.; SILVA, S. E. D.; FREITAS, K. O. Representações de pacientes oncológicos sobre o tratamento de quimioterapia antineoplásica. J. Res.: fundam. care. online, v. 9, n. 3, p. 840-847, jul./set. 2017.

CYRINO, A. P.; SCHRAIBER, L. B.; TEITXEIRA, R. R. Education for type 2 diabetes mellitus self-care: from compliance to empowerment. Interface Comun. Saúde Educ. v. 13, n. 30, p. 93-106, 2009.

DI PRIMO, A. O. Rede social e vínculos apoiadores das famílias de crianças com câncer. Texto Contexto Enferm., Florianópolis, v. 19, n. 2, p. 334-342, abr/jun. 2010.

FONTES, C. A. S.; ALVIM, N. A. T. Human relations in nursing care towards cancer patients submitted to antineoplastic chemotherapy. Acta. Paul. Enferm., São Paulo, v. 21, n. 1, p. 77-83, 2008.

HERR, G. E.; KOLANKIEWICZ, A. C. B.; BERLEZI, E. M.; GOMES, J. S.; MAGNAGO, T. S. B. S; ROSANELLI, C. P.; LORO, M. M. Avaliação de Conhecimentos acerca da Doença Oncológica e Práticas de Cuidado com a Saúde. Rev. Bras. Cancerol., v. 59, n. 1, p. 33-41, 2013.

LOPES, E. M.; ANJOS, S. J. S. B.; PINHEIRO, A. K. B. Tendências das ações de educação em saúde realizadas por enfermeiros no Brasil. Rev Enferm UERJ, Rio de Janeiro, v. 17, n. 2, p. 273-277, abr/jun. 2009.

MAFETONI, R. R.; HIGA, R.; BELLINI, N. R. Comunicação enfermeiro-paciente no pré-operatório: revisão integrativa. Rev. Rene; v. 12, n. 4, p. 859-865, out./dez 2011.

MELO, M. C. S. C.; VILELA, F.; SALIMENA, A. M. O.; SOUZA, I. E. O. O Enfermeiro na Prevenção do Câncer do Colo do Útero: o Cotidiano da Atenção Primária. Rev. Bras. Cancerol., v. 58, n. 3, p. 389-398, 2012.

MOREIRA, C.B.; BERNARDO, E. B. R.; CATUNDA, H. L. O.; AQUINO, P. S.; SANTOS, M. C. L.; FERNANDES, A. F. C. Construção de um Vídeo Educativo sobre Detecção Precoce do Câncer de Mama. Rev. Bras. Cancerol., v. 59, n. 3, p. 401-407, 2013.

OLIVEIRA, A. M.; POZER, M. Z.; SILVA T. A.; PARREIRA, B. D. M.; SILVA, S. R. Ações extensionistas voltadas para a prevenção e o tratamento do câncer ginecológico e de mama: relato de experiência. Rev. Esc Enferm. USP, São Paulo, v. 46, n. 1, p. 240-245, 2012.

PAIVA, E. P.; MOTTA, M. C. S.; GRIEP, R. H. Conhecimentos, atitudes e práticas sobre o câncer de próstata em Juiz de Fora - MG. Acta Paul Enferm., São Paulo, v. 23, n. 1, p. 88-93, 2010.

POTTER, P. A.; PERRY, A. G. Fundamentos de enfermagem: conceitos, processo e prática. 6ª ed. São Paulo: Elsevier; 2009.

SALIMENA, A. M. O.; MARTINS, B. R.; MELO, M. C. S. C.; BARA, V. M. F. Como Mulheres Submetidas à Quimioterapia Antineoplásica Percebem a Assistência de Enfermagem. Rev. Bras. Cancerol., v. 56, n. 3, p. 331-340, 2010.

SALLES, P. S.; CASTRO, R. C.B. R. Validação de material informativo a pacientes em tratamento quimioterápico e aos seus familiares. Rev. Esc. Enferm. USP. São Paulo, v. 44, n. 1, p. 182-189, 2010.

SILVA, L. S. R.; CORREIA, N. S.; CORDEIRO, E. L.; SILVA, T. T.; COSTA, L. T. O.;MAIA, P. C. V. S. Anjos da enfermagem: o lúdico como instrumento de cidadania e humanização na saúde. Rev. Enferm. UFPE Online, Recife, v. 11, n. 6, p. 2294-2301, jun. 2017.

STRACIERI, L. D. S. Cuidados e complicações pós-operatórias. Medicina, Ribeirão Preto, v. 41, n. 4, p. 465-468, 2008.

VIEIRA, N. H. K. Anjos da Enfermagem: A Percepção dos Acadêmicos Voluntários do Projeto. Blumenau. Monografia [Graduação] Universidade Regional de Blumenau. [Internet]. 2012. Disponível em: . Acesso em 13 abr. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-071

Refbacks

  • There are currently no refbacks.