Aplicabilidade das metodologias ativas de ensino na formação do enfermeiro: revisão sistemática da literatura / Applicability of active teaching methodologies in nursing education: a systematic literature review

Cibelle Alves Doria de Souza, Iara Almeida Silva, Karla Yasmim de Andrade Santana, Karenine Maria Holanda Cavalcante, Raniele da Silva

Abstract


As metodologias ativas são consideradas estratégias de inovação da educação de nível superior e emergiram devido a necessidade de um espectro de profissionais com senso-crítico. Assim, é de caráter fundamental analisar a influência desse método de ensino para o exercício profissional do enfermeiro, tal como seus pontos de avanços e deficiências. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura sobre a aplicabilidade das metodologias ativas de ensino na formação do enfermeiro. Dos 46 estudos encontrados, 10 atenderam aos critérios de inclusão. Foram utilizadas as categorias de perguntas e as respectivas respostas sobre as percepções dos discentes e docentes de enfermagem, além da análise de instrumentos de avaliação das metodologias ativas. Os estudos evidenciaram que as metodologias proporcionam características satisfatórias à formação do enfermeiro, como a análise crítica, o aprofundamento de conhecimento da área e o desenvolvimento da autonomia. Entretanto, também apresentam dificuldades relacionadas às adequações curriculares e a adaptação dos docentes e dicentes envolvidos. Por ser um método de ensino recente, é imprescindível o desenvolvimento de estudos que garantam a maturidade de suas ideologias e ampliação de sua implementação, proporcionando uma formação acadêmica de qualidade e com melhorias significativas para a saúde.


Keywords


Educação superior, Educação em Enfermagem, Enfermagem, Metodologia.

References


Braccialli, L. A. D., Francisco, A. M., de Moraes, M. A. A., de Carvalho, M. H. R., Marvulo, M. M. L., de Almeida Filho, O. M., 2015. Construção de indicadores de avaliação de processo de aprendizagem para um curso de enfermagem. Revista Eletrônica de Enfermagem 17(1), 51-59. https://doi.org/10.5216/ree.v17i1.22959

Brasil. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CES nº 3. 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem.

Brito, L. S., Ribeiro, L. D., Ulisses, L. O., Ortiz, M. F. A., Whitaker, M. C. O., 2017. Experiência de discentes de enfermagem em metodologias ativas na atividade de ensino docente. Rev Baiana enfermagem 31(3), 215-217. http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i3.21715

Carácio, F. C. C., Conterno, L. D. O., Oliveira, M. A. D. C., Oliveira, A. C. H. D., Marin, M. J. S., Braccialli, L. A. D., 2014. A experiência de uma instituição pública na formação do profissional de saúde para atuação em atenção primária. Ciência & Saúde Coletiva 19, 2133-2142. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232014197.08762013

Dias, J. A. A., David, H. M. S. L., Rodrigues, B. M. R. D., Peres, P. L. P., de Araújo Pacheco, S. T., de Oliveira, M. S., 2017. A moral e o pensamento crítico: competências essenciais à formação do enfermeiro. Revista de enfermagem- UERJ 25, 01-05. https://doi.org/10.12957/reuerj.2017.26391

Fabbro, M. R. C., Salim, N. R., Bussadori, J. C. D. C., Okido, A. C. C., Dupas, G., 2018. Estratégias ativas de ensino e aprendizagem: percepções de estudantes de Enfermagem. REME – Rev Min Enferm. 22. http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20180067

Freitas, C. M., Freitas, C. A. S. L., Parente, J. R. F., Vasconcelos, M. I. O., Lima, G. K., de Mesquita, K. O., Mendes, J. D. R., 2015. Uso de metodologias ativas de aprendizagem para a educação na saúde: análise da produção científica. Trabalho, Educação e Saúde 13(2), 117-130. http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sip00081

Guimarães D. A; Silva E.S., 2010. Formação em ciências da saúde: diálogos em saúde coletiva e a educação para a cidadania. Ciência e saúde coletiva 15, 2551-2562. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000500029

Gvozd, R., Pissinati, P. D. S. C., Haddad, M. D. C. F. L., Montezeli, J. H., 2017. Uso de dinâmica de grupo como estratégia de abordagem do tema liderança saudável. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro 7, 01-08. http://dx.doi.org/10.19175/recom.v7i0.1262

Hermida P. M. V., Barbosa, S. S., Heidemann, I. T. S. B., 2015. Metodologia ativa de ensino na formação do enfermeiro: Inovação na atenção básica. Revista de Enfermagem da UFSM 5(4), 683-691. http://dx.doi.org/10.5902/2179769216920

Marin, M. J. S., Gomes, R., Marvulo, M. M. L., Primo, E. M., Barbosa, P. M. K., Druzian, S., 2010. Pós-graduação multiprofissional em saúde: resultados de experiências utilizando metodologias ativas. Interface - Comunicação, Saúde, Educação 14, 331-344. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832010000200008

Melo, L. A, Bezerra, M. V. M., Melo, L. A, Martins, C. M. A., Correia, M. S., Albuquerque, R. S., 2015. Diálogo sobre a construção de um mapa conceitual como recurso para aprendizagem: Relato de experiência. Revista Iberoamericana de Educación e Investigación en Enfermería 5(4), 50-58.

Mesquita, S. K. C., Meneses, R. M. V., Ramos, D. K. R., 2016. Metodologias Ativas de ensino/aprendizagem: Dificuldades de docentes de um curso de enfermagem. Trab. Educ. Saúde 14(2), 473-486. http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sip00114

Pascon D. M., Otrenti E., Mira V. L., 2018. Percepção e desempenho de graduandos de enfermagem em avaliação de metodologias ativas. Acta Paulista de Enfermagem 31(1), 61-70. http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201800010

Quadros, J. S., Colomé, J. S., 2016. Metodologias de ensino-aprendizagem na formação do enfermeiro. Revista Baiana de Enfermagem 30(2), 01-10. http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v30i2.15662

Seixas, E. P. A, Araújo, M. V. P., Brito, M. L. A., Fonseca, G. F., 2017. Dificuldades e desafios na aplicação de metodologias ativas no ensino de turismo: Um estudo em Instituição de Ensino Superior. Revista Turismo - Visão e Ação – Eletrônica 19(3), 566-588. http://dx.doi.org/10.14210/rtva.v19n3.p566-588

Weber, L. C., 2018. Metodologias ativas no processo de ensino da Enfermagem: Revisão Integrativa. Dissertação (Mestrado em Ensino) Universidade do Vale do Taquari, Lajeado.

Winters, J. R. D. F., Prado, M. L. D., Waterkemper, R., Kempfer, S. S., 2017. Formação dialógica e participativa na enfermagem: contribuição ao desenvolvimento do pensamento crítico-reflexivo e criativo de acadêmicos. REME - Revista Mineira de Enfermagem 21. http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20170077




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-056

Refbacks

  • There are currently no refbacks.