Gestação de alto risco: epidemiologia e cuidados, uma revisão de literatura / High risk pregnancy: epidemiology and care, a literature review

Thaynara Oliveira Alves, Raynara Laurinda Nascimento Nunes, Luis Henrique Alves de Sena, Fernanda Gonçalves Alves, Aline Gomes Silva de Souza, Arianny Moreira Salviano, Bruna Renata Duarte Oliveira, Dayane Indyara de Sá Silva, Laísa Martins Lopes, Vinicius Duarte Silva, Luanna Prates de Almeida, Rayssa Danielle Oliveira, Ely Carlos Pereira de Jesus, Sélen Jaqueline Souza Ruas, Márcio Alkmim Santos, Zilá Aparecida Soares Pereira, Jannayne Lúcia Câmara Dias

Abstract


Introdução: A gestação é um processo fisiológico que ocorre sem complicações na maioria dos casos. No entanto, algumas mulheres apresentam comorbidades, agravos ou desenvolvem problemas relacionados à gravidez. Metodologia: Trata-se de um estudo realizado através de levantamento bibliográfico na modalidade revisão integrativa de literatura sobre perfil clínico epidemiológico. A pesquisa de periódicos foi realizada através dos bancos de dados PubMed e Scielo. Resultados e discussão: Por meio dos 13 artigos utilizados neste estudo foi possível compreender o perfil epidemiológico das gestantes acompanhadas no pré-natal de alto risco, assim como os cuidados voltados às mesmas. Ressaltando a responsabilidade dos profissionais da saúde em atuar na educação das gestantes de modo especial aquelas consideradas de alto risco. A fim de informá-las sobre suas condições clínicas, fatores de riscos, estilo de vida saudável, relacionamento social, fatores que implicam como forma de prevenção capazes de induzir as mesmas ao autocuidado. Conclusão: Todos os estados têm investido em ações de enfrentamento da mortalidade materna e de fortalecimento da atenção à saúde materna. A redução da mortalidade materna no Brasil é ainda um desafio para os serviços de saúde e para a sociedade como um todo.


Keywords


Gravidez de alto Risco, Enfermagem, Epidemiologia.

References


ALVES, F.L.C. et al. Grupo de gestantes de alto-risco como estratégia de educação em saúde. Rev Gaúcha Enferm, 2019.

AMORIM, T.V. et al. Perspectivas do cuidado de enfermagem na gestação de alto risco: revisão integrativa. Enfermería Global., 2017.

ANTUNES, M.B. et al. Fatores maternos e resultados perinatais adversos em portadoras de pré-eclâmpsia em Maceió, Alagoas. Rev Min Enferm.,2017.

ANTUNES, M.B.; ROSSI, R.M.; PELLOSO, S.M. Relação entre risco gestacional e tipo de parto na gravidez de alto risco. Rev Esc Enferm USP, 2020.

BAER, J.R. et al. Pre-pregnancy or first-trimester risk scoring to identify women at high risk of preterm birth. Eur J Obstet Gynecol Reprod Biol, 2019.

DEMITTO, M.O. et al. Gestação de alto risco e fatores associados ao óbito neonatal. Rev Esc Enferm USP., 2017.

DESTA, M. et al. Prevalence and predictors of uterine rupture among Ethiopian women: A systematic review and meta-analysis. PLOS ONE., 2020.

FEITOSA-ASSIS, A.I.; SANTANA, V.S. Occupation and maternal mortality in Brazil. Rev Saúde Pública, 2020.

FERNANDES, J.A. et al. Perfil das gestantes de alto risco e a cogestão da decisão sobre a via de parto entre médico e gestante. Saúde Debate., v.43, n.121, p. 406-416, 2019.

FERREIRA JUNIOR, A.R. et al. O enfermeiro no pré-natal de alto risco: papel profissional. Revista Baiana de Saúde Pública., v.41, n.3, p.650-667, 2017.

GADELHA, I.P. et al. Qualidade de vida de mulheres com gravidez de alto risco durante o cuidado pré-natal. Rev Bras Enferm., 2020.

GARCIA, E.M. et al. Risco gestacional e desigualdades sociais: uma relação possível?. Ciência & Saúde Coletiva, v.24, n.12, p.4633-4642, 2019.

MARTINS, A.C.S.; SILVA, L.S. Perfil epidemiológico de mortalidade materna. Revista Brasileira de Enfermagem., p.725-31, 2018.

MEDEIROS, F.F. et al. Acompanhamento pré-natal da gestação de alto risco no serviço público. Rev Bras Enferm, 2019.

MILART, P.H.C. et al. Detection of high-risk pregnancies in lowresource settings: a case study in Guatemala. Reproductive Health, 2019.

OLIVEIRA, G.G.R. Fatores preditores de parto prematuro em maternidades de alto risco. Dissertação ( Mestrado Profissional Pesquisa em Saúde) - Centro Universitário CESMAC, Maceió, 2019.

SALVETTI, M.G. et al. Características de gestantes de risco e relação com tipo de parto e complicações. Rev Bras Enferm, 2021.

SAMPAIO, A.F.S.; ROCHA, M.J.F.; LEAL, E.Z.S. Gestação de alto risco: perfil clínico-epidemiológico das gestantes atendidas no serviço de pré-natal da maternidade pública de Rio Branco, Acre. Rev. Bras. Saúde Mater. Infant, v.18, n.3, p. 567-575, 2018.

SANTOS, G.H. et al. Interação multidisciplinar para uma cirurgia emergencial de ruptura uterina. Centro Universitário de Mineiros - Unifimes, 2017.

SANTOS, I.I.; OLIVEIRA, K.K.D. Gravidez indesejada na adolescência: riscos e desafios. Anais II CONBRACIS: Realize Editora, 2017. Disponível em: https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/29341. Acesso em: 21 mai.2021.

SONCINI, N.C.V. et al. Aspectos psicossociais em mulheres brasileiras com gestações de alto e baixo risco. Psicologia, Saúde e Doenças., v.20, n.1, p.122-136, 2019.

YAKUBU, I.; SALISU, W.J. Determinants of adolescent pregnancy in sub-Saharan Africa: a systematic review. Reproductive Health, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-040

Refbacks

  • There are currently no refbacks.