Relação da espiritualidade no tratamento de pacientes com doença renal crônica / Relation of spirituality in the treatment of patients with chronic kidney disease.

Carolina Kaori Kimura, Inajara Carla Oliveira, Mauro Cezar de Azevedo Machado, Luiz Gustavo Teixeira Pinto

Abstract


A doença renal crônica (DRC) é caracterizada pela perda irreversível da função renal, de modo que os rins tornam-se progressivamente incapazes de realizar a homeostase do corpo. O diagnóstico precoce é extremamente importante, diminuindo morbimortalidade dos mesmos. Uma vez diagnosticado, o paciente deve ser submetido precocemente ao tratamento. Entretanto, vale ressaltar que o tratamento não deve focar apenas na doença física do paciente, mas também na sua saúde mental e espiritual. Dentro deste contexto, muitos pacientes renais crônicos se apegam à fé como forma de encontrar apoio e alívio ao seu sofrimento. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo compreender a relação da espiritualidade na percepção de pacientes com doença renal crônica em tratamento. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo. A população alvo do estudo compreende 10 pacientes em tratamento de doença renal crônica na Instituição de estudo. A coleta de dados ocorrerá por meio de entrevista semiestruturada, e a compreensão dos mesmos se dará por meio da análise de conteúdo. Resultados: No decorrer da análise dos resultados, foi possível perceber que alguns sujeitos demonstraram sentimentos positivos com relação ao processo da doença, entretanto, esta condição acarreta, em sua grande maioria, sentimentos negativos, como: punição devido à uma vida de excessos, medo e falta de perspectiva, preocupação com a autoimagem, restrições alimentares rígidas, entre outros fatores. Conclusão: A presente pesquisa revelou que a maioria dos pacientes demonstra interesse na abordagem da espiritualidade pelos médicos e profissionais da saúde, possibilitando uma aproximação da relação médico-paciente.


Keywords


Insuficiência Renal Crônica, Espiritualidade, Diálise Renal.

References


VIEIRA, M. C., FRANÇA, A. K. T. C., LIMA, I. N. S., LAMY, Z. C., FILHO, N. S. Reabilitação psicossocial de pacientes com doença renal crônica: utilização clínica ampliada. Revista médica de Minas Gerais. Minas Gerais, 2009. cap. 19. v. 4. supl. 2. pag.S71-74

CHAVES, E. C. L., CARVALHO, E. C., TERRA, F. S., SOUZA, L. Validação clínica de espiritualidade prejudicada em pacientes com doença renal crônica. Revista latino americana de enfermagem [Internet]. mai-jun 2010 [acesso em: 20 abr. 2017]; 18(3): 09 telas. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rlae/v18n3/pt_03

DYNIEWICZ, A. M., ZANELLA, E., KOBUS, L. S. G. Narrativa de uma cliente com insuficiência renal crônica: a história oral como estratégia de pesquisa. Revista eletrônica de enfermagem, v. 6, n. 2, p.199-212, 2004. Disponível em: www.fen.ufg.br

SAAD, M., MASIERO, D., BATTISTELLA, L. R. Espiritualidade baseada em evidências. Revista Acta Fisiátrica. São Paulo, 2001. cap. 8. v. 3. pag.107-112

PACHECO, G. S., SANTOS, I., BREGMAN, R. Clientes com doença renal crônica: avaliação da enfermagem sobre a competência para o autocuidado. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem, 2007. cap. 11. v. 1. pag.44-51

COSTA, R. X. A espiritualidade diante do entrelaçar da vida e da concepção sobre a morte. Paralellus – Revista eletrônica em ciências da religião. Recife, 2013. v. 4. n. 8. p.209-220

OTTAVIANI, A. C., SOUZA, E. N., DRAGO, N. C., MENDIONDO, M. S. Z., PAVARINI, S. C. I., ORLANDI, F. S. Esperança e espiritualidade de pacientes renais crônicos em hemodiálise: estudo correlacional. Revista latino americana de enfermagem. São Paulo, 2014. cap. 22. v. 2. pag.248-254

DOS SANTOS, Bianca Pozza et al. Chronic renal insufficiency: an integrative review on studies with a qualitative approach. Journal of Nursing UFPE on line-ISSN: 1981- 8963, v. 11, n. 12, p. 5009-5019.

SILVA, R. A. R., SOUZA, V. L., OLIVEIRA, G. J. N., SILVA, B. C. O., ROCHA, C.

C. T., HOLANDA, J. R. R. Estratégias de enfrentamento utilizadas por pacientes renais crônicos em tratamento hemodialítico. Escola Anna Nery. Rio Grande do Norte, Natal, 2016. cap. 20. v.1.pag.147-154

EGAN, Richard et al. Spirituality in renal supportive care: A thematic review. In: Healthcare. Multidisciplinary Digital Publishing Institute, 2015. p. 1174-1193.

BÖELL, Julia Estela Willrich; DA SILVA, Denise Maria Guerreiro Vieira; HEGADOREN, Kathleen Mary. Fatores sociodemográficos e condicionantes de saúde associados à resiliência de pessoas com doenças crônicas: um estudo transversal. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 24, p. 1-9, 2016.

LUCCHETTI, Giancarlo; ALMEIDA, Luiz Guilherme Camargo; LUCCHETTI, Alessandra Lamas Granero. Religiousness, mental health, and quality of life in Brazilian dialysis patients. Hemodialysis International, v. 16, n. 1, p. 89-94, 2012.

FRANKL, V. E. Psicoterapia e sentido da vida. 4. ed. São Paulo: Quadrante, 2003

PEREIRA, Lívia de Paula; CAVALCANTE GUEDES, Maria Vilaní. Hemodiálise: a percepção do portador renal crônico. Cogitare Enfermagem, v. 14, n. 4, 2009.

CAMILA, Kerolayne et al. Religious attitude of people with chronic kidney disease on hemodialysis.

TANYI, Ruth A.; WERNER, Joan Stehle. Adjustment, spirituality, and health in women on hemodialysis. Clinical Nursing Research, v. 12, n. 3, p. 229-245, 2003.

BRAGAZZI, Nicola Luigi; DEL PUENTE, Giovanni. Chronic kidney disease, spirituality and religiosity: a systematic overview with the list of eligible studies. Health psychology research, v. 1, n. 2, 2013.

Reis et al. (2014)

CARREIRA, Ligia; MARCON, Sonia Silva. Cotidiano e trabalho: concepções de indivíduos portadores de insuficiência renal crônica e seus familiares. Revista Latino- Americana de Enfermagem, v. 11, n. 6, p. 823-831, 2003.

COSTA, Fabiana Araújo Passos et al. Cotidiano de portadores de doença renal crônica–Percepções sobre a doença. Revista Médica de Minas Gerais, v. 19, n. 4 supl 2, p. 12-17, 2009.

SILVA, João Bernardino; SILVA, Lorena Bandeira. Relação da religião, espiritualidade e sentido da vida. Revista da Associação Brasileira de Logoterapia e análise existencial, v. 3, n. 2, p. 200-215, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-034

Refbacks

  • There are currently no refbacks.