Pseudoartrose em Decorrência de Osteotomia de Rádio Distal por Doença de Kienböck/ Pseudoarthrosis due to distal radius osteotomy due to Kienböck's Disease

Andreza Moreira Santos, Lucas Mike Naves Silva, Paulo Victor Lopes, Luany Patrícia Liberato de Oliveira, Felipe Zibetti Pereira, André Guimarães Araújo, Helen de Lima

Abstract


A pseudoartrose é definida como a não consolidação de uma fratura ou osteotomia óssea, sendo observada como esclerose na extremidade da fratura, ausência de calo ósseo e persistência ou alargamento do traço de fratura. É frequente que se aguarde até seis a oito meses para se estabelecer o diagnóstico definitivo e tomar uma conduta ativa. A Doença de Kienböck ou também chamada ostenecrose de semilunar foi descrita pela primeira vez em 1843 e é uma doença multifatorial que afeta principalmente o sexo masculino. O objetivo deste relato de caso é descrever a evolução de uma paciente 49 anos que foi acometida pela pseudoartrose de rádio após procedimento cirúrgico de encurtamento do rádio na tentativa de retardar a progressão da ostenecrose do semilunar.


Keywords


Doença de Kienböck, Pseudoartrose.

References


Reis FB, Hungria Neto JS, Pires Res. Pseudartrose. Rev Bras Ortop. 2005;40(3).

Reis F.B., Faloppa F., Zumiotti A.W., et al: Tratamento das pseudartroses da diáfise dos ossos do antebraço com osteossíntese com placas de compressão e enxertia óssea autóloga. Rev Bras Ortop 38: 676-691, 2003.

Rosen H.: "Treatment of nonunion". In: Operative orthopedics. Philadelphia, Lippincott-Raven, p. 489-509, 1988.

Ana Raquel H. Tannura, Décio José Oliveira, José Wagner De Barros. Tratamento da pseudartrose diafisária do úmero com placa de compressão AO 3,5 mm e aparelho gessado toracobraquial. ACTA ORTOP BRAS. 2002; 10 (1).

Merle D’Aubigne, R. Cauchoix, J., Ramadieri, J.O. et al.: Traitement des pseudarthroses diaphysaires. Rev Chir Orthop Repar Appar. Mot., 49: 3, 1963.

Watson-Jones, R.: Repair of fractures. In: Fractures and joint injuries. Churchill, Edinburgh, 1957, p. 11-50.

Barros, J.W., Barbieri, C.H.: Anomalias de Consolidação Óssea. Rev Bras Ortop 29: 73, 1994.

Barros, J.W.: Índice Cintilográfico no Diagnóstico das Pseudartroses. (Tese). Uberaba, Brasil: Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, p. 1-2, 1992.

Böhler, L. & Böhler, J. F.: Kuntscher’s medullary nailing, J Bone Joint Surg, 31-A: 295, 1949.

Crenshaw, A.H.: “Abordagens Cirúrgicas” em Cirurgia Ortopédica de Campbell. São Paulo, Editora Manole Ltda, p. 101, 1996.

Fattah, H.A., Halawa, E.E. & Shafy, T.H.A.: Non-union of humeral shaft: a report on 25 cases. Injury 14: 255-262, 1982.

Mclean, F. D. & Urist, M.R.: Bone an introduction to the phisiology of skeletal tissue. The University of Chicago Press. 149, 1955.

Müller J., Schenk R.K., Willenegger H.: Experimentelle Untersuchungen Über Die Entsehung Reaktiver Pseudoarthrosen am Hunderadius. Helv Chir Acta 35: 301, 1968.

Shenk R.K.: Histology of fracture repair and nonunion. Bull Swiss Assoc Study Intern Fixation, Bern, p. 32-37, 1978.

Arnaldo Papavero, Roberto Attílio Lima Santin. Retirada percutânea de enxerto ósseo autólogo. Rev Bras Ortop. 2003; Vol. 38, Nº 4, 213-220.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n4-007

Refbacks

  • There are currently no refbacks.