Empoderamento da mulher através do ritual de despedida da barriga e chá de bençãos: um relato de experiência / Empowerment of women through the ritual of farewell and blessing tea: an experience report

Anna Laryssa Mendes de Oliveira, Ieda Beatriz dos Santos Peixoto, Karolayne Gomes de Almeida, Sandrelly Paula de Andrade Barros, Vitória Beatriz dos Santos Paulino, Isabelly Huanna Oliveira Leite Santos, Rayanne Emanuelle Magalhães Pedrosa, Bárbara dos Santos Paulino

Abstract


Objetivo: relatar a experiência vivenciada por acadêmicas de enfermagem acerca do empoderamento da mulher através do ritual de despedida da barriga e chá de benção. Metodologia: estudo descritivo, do tipo relato de experiência, ação realizada juntamente com o Projeto de Extensão “Ciranda Materna: gestar, parir e cuidar”, do Centro Acadêmico de Vitória da Universidade Federal de Pernambuco em uma Unidade Básica de Saúde do município da Vitória de Santo Antão, Pernambuco. Resultado e discussão: A roda de conversa possibilitou o esclarecimento de muitas dúvidas das gestantes e acompanhantes acerca do parto humanizado. Tratando-se da realização do ritual de despedida da barriga e chá de benção, segundo a gestante, o momento proporcionou a sensação de paz e conforto, podendo ser observado o efeito da mente sobre os sentimentos ligados a vinculação pré-natal. Conclusão: O ritual contribuiu de forma positiva para que a gestante compreendesse que já havia chegado o momento final da gestação e esse poderia ser tão prazeroso quanto foi todo o período gestacional. Constatou-se ainda uma diminuição da ansiedade e fortalecimento como mulher e gestante, conectada e fortalecida mentalmente. Ressalta-se que após dois dias da ação, seu primogênito nasceu.

 


Keywords


Atenção primária à saúde. Enfermagem. Saúde da mulher. Pré-natal.

References


BRILHANTE, M. A. et al. Maternidade e Espiritualidade: A experiência das mulheres que escolheram parir em casa. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.1, p.4018-4034 jan. 2021. DOI:10.34117/bjdv7n1-272.

GANDOLFI1, F., R. R.; GOMES, M. F. P.; RETICENA, K. O. et al. Changes in women’s life and body during pregnancy. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research. V.27, n.1, pp.126-131, 2019. Disponível em: https://www.mastereditora.com.br/periodico/20190607_200629.pdf

GONÇALVES, T. G. Negação da gravidez: Um estudo psicanalítico. Revista Psicologia em estudo, v.20, n.1, 2015. DOI: 10.4025/psicolestud. v20i1.25657. Disponível em: https://www.redalyc.org/jatsRepo/2871/287142227012/html/index.html.

JARDIM, M. J. A. et al. Contribuições do enfermeiro no pré-natal para a conquista do empoderamento da gestante. Rev. pesqui. cuid. Fundam. Online, v.11, n.2, 2019. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-969671.

MATA, J. A. L. et al. A arte de pintar o ventre materno: história oral de enfermeiras e obstetrizes. Enfermería Actual de Costa Rica, San José, n. 35, p. 1-23, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.15517/revenf.v0i35.31555. Disponível em: https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1409-45682018000200001

POSSATI, A. B. et al. Humanização do parto: Significado e percepção das enfermeiras. Esc Anna Nery, v.21, n.4, e.20160366, 2017. DOI: 10.1590/2177-9465-EAN-2016-0366. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/VVsfXjcBCgnXBYVNf7m68XS/?lang=pt&format=pdf

SILVA, A. C. D.; PEGORARO, R. F. A vivência do acompanhamento pré-natal segundo mulheres assistidas na Rede Pública de Saúde. Rev. Psicol. Saúde, Campo Grande, v. 10, n. 3, p. 95-107, dez. 2018.

SOUZA, E. V. A. et al. Educação em saúde no empoderamento da gestante. Rev. enferm. UFPE on line, v. 13, n.5, 2019. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1024786




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-345

Refbacks

  • There are currently no refbacks.